Música Mitos e lendas marroquinas sobre Jimi Hendrix, 50 anos após sua morte

22:21  20 setembro  2020
22:21  20 setembro  2020 Fonte:   msn.com

Donald Trump foi inspiração para vilão de novo Mulher-Maravilha, diz diretora

  Donald Trump foi inspiração para vilão de novo Mulher-Maravilha, diz diretora A ansiedade para assistir Mulher-Maravilha 1984 não para de crescer! Isso porque o filme protagonizado por Gal Gadot, que inicialmente estrearia em junho de 2020, foi adiado para 2 de outubro por conta da pandemia do novo coronavírus. Agora, conforme a data de estreia está cada vez mais próxima, a diretora Patty Jenkins decidiu dar mais detalhes sobre o longa e suas inspirações. Patty contou, em entrevista para o Screen Rant, que se inspirou em Donald Trump para criar o vilão Maxwell Lord, que é um empresário muito poderoso.

Cinquenta anos após a morte do lendário guitarrista Jimi Hendrix , a pequena aldeia de Diabat, no sul do Marrocos, alimenta o mito e a lembrança. Desta viagem, não existem imagens, nem trilhas sonoras, mas inúmeros mitos que alimentam a lenda . A aldeia de casas brancas é indissociável do

Cinquenta anos após a morte do lendário guitarrista Jimi Hendrix , a pequena aldeia de Diabat, no sul do Marrocos, alimenta o mito e a lembrança. Há também diversas histórias sobre as aventuras marroquinas de Jimi Hendrix , entre elas a de que ele percorreu o país em uma van, tentando

Um retrato do guitarrista Jimi Hendrix na cidade costeira de Essaouira, no Marrocos © Fadel Senna Um retrato do guitarrista Jimi Hendrix na cidade costeira de Essaouira, no Marrocos

Alguns dizem que o viram, outros inclusive que falaram com ele. Cinquenta anos após a morte do lendário guitarrista Jimi Hendrix, a pequena aldeia de Diabat, no sul do Marrocos, alimenta o mito e a lembrança.

"Eu o vi aqui, era jovem e carregava sua guitarra nas costas", diz Mohamed Boualala, um homem de 60 anos, que cresceu em Diabat antes de se alistar no Exército.

Chadwick Boseman (1977 – 2020)

  Chadwick Boseman (1977 – 2020) O ator Chadwick Boseman, estrela do blockbuster “Pantera Negra”, morreu na noite de sexta (28/8) de câncer de cólon em sua casa, ao lado de sua família, aos 43 anos.Ele manteve sua luta contra a doença em segredo do público, mas sua família revelou que tinha sido diagnosticado há quatro anos. “Um verdadeiro lutador, Chadwick […]“Um verdadeiro lutador, Chadwick perseverou em tudo e trouxe para vocês muitos dos filmes que vocês tanto amam”, disse sua família em um comunicado. “De ‘Marshall’ a ‘Destacamento Blood’ e vários outros, todos foram filmados durante e entre incontáveis ​​cirurgias e quimioterapia. Mas a grande honra de sua carreira foi dar vida ao Rei T’Challa em ‘Pantera Negra’.

Esse era Jimi Hendrix , segundo uma ladainha viva 50 anos após sua morte , o melhor guitarrista da história. No início de sua carreira, trabalhou como músico acompanhante e , embora se adaptasse à marcialidade de um grupo musical não fosse o seu estilo, tocou com lendas como Isley Brothers

7 DIAS Mitos e lendas marroquinas sobre Jimi Hendrix , 50 anos após sua morte Bairro de Nova York traumatizado com aumento da violência. Von der Leyen e seu colega do Conselho Europeu, Charles Michel, expressaram sua opinião sobre a ex-colônia britânica transferida para a China em

No verão de 1969, o músico fez uma passagem-relâmpago em Essaouira, uma cidade fortificada muito turística localizada a 5 km dali. Desta viagem, não existem imagens, nem trilhas sonoras, mas inúmeros mitos que alimentam a lenda.

A aldeia de casas brancas é indissociável do músico americano, que desapareceu tragicamente aos 27 anos em Londres, depois de ingerir um coquetel de soníferos e de vinho tinto.

Com seu "Café Jimi" e seu albergue "Hendrix", a aldeia de Diabat tem o ar de um santuário. Rótulos coloridos e retratos celebram a "passagem histórica" do guitarrista pouco antes de se apresentar no icônico festival de Woodstock.

"Hendrix parecia estar em forma. Estava cercado por seus guarda-costas loiros e enormes. Usava um colar com três diamantes e uma jaqueta jeans forrada", lembra Abdelaziz Khaba. Este homem, de 72 anos, afirma que posou com ele, mas perdeu a foto.

8 livros incríveis sobre maternidade que valem a leitura

  8 livros incríveis sobre maternidade que valem a leitura São obras que discutem detalhes do parto, puerpério, amamentação, cuidados com o bebê e muito maisPensando nisso, o Guia da Semana fez uma lista com 8 livros sobre maternidade que valem a leitura.

AFP 7 DIAS Mitos e lendas marroquinas sobre Jimi Hendrix , 50 anos após sua morte Bairro de Nova York traumatizado com aumento da violência "Não devemos esquecer que temos cerca de 60.000 mortes por gripe sazonal todos os anos na Europa, quando existe uma vacina", lembrou Kluge.

Mitos e lendas marroquinas sobre Jimi Hendrix , 50 anos após sua morte . São informes sobre a reabertura gradual das agências, os serviços disponíveis e procedimentos necessários para o atendimento presencial.

Dois homens passam em frente a um restaurante chamado © Fadel Senna Dois homens passam em frente a um restaurante chamado "Jimi Hendrix", na cidade costeira de Essaouira, Marrocos

- Supostas aventuras marroquinas -

Embora as visitas ao Marrocos de Jim Morrison, Paul McCartney e Robert Plant nos anos 1960/1970 estejam perfeitamente documentadas, o mistério ronda a estada de Hendrix em Diabat e alimenta os rumores.

Sua "breve visita durante o verão (boreal) de 1969 produziu uma montanha de informações falsas e de histórias fictícias", afirma um de seus biógrafos, Caesar Glebbeek, em um artigo publicado no site Univibes.

Segundo uma lenda perene, ele teria, inclusive, inspirado-se em "Dar Soltane" - uma fortaleza em ruínas quase enterrada no sopé da aldeia - para compor seu famoso título "Castle made of Sand" (Castelo de Areia).

Mas a canção saiu em 1967, ou seja, dois anos antes de sua estadia no Marrocos.

Isso não impede que o pequeno café de Diabat, repleto de retratos da estrela, evoque triunfantemente este título em uma placa de madeira pregada na parede.

Há também diversas histórias sobre as aventuras marroquinas de Jimi Hendrix, entre elas a de que ele percorreu o país em uma van, tentando comprar uma ilha na costa de Essaouira, ou toda aldeia de Diabat.

Caesar Glebbeek, o biógrafo do guitarrista de Seattle, procura desvendar o verdadeiro do falso em seus escritos.

"Sim, Jimi Hendrix veio para Essaouira, onde se hospedou em um quatro estrelas, mas, não importa o que digam os guias turísticos e os fãs nostálgicos, ele nunca visitou Diabat", vaticina.

hme/sof/roc/mab/mis/aa/tt

Lutador do UFC condena parceria entre Sanchez e guru espiritual: ‘Uma vergonha para o esporte’ .
A cantora aparentemente faz referência ao término de seu relacionamento com o ator Max Ehrich em sua nova música, 'Still Have Me'.

usr: 0
Isto é interessante!