TV&Novelas Supremo autoriza Netflix a exibir especial de Natal do Porta dos Fundos

21:11  10 janeiro  2020
21:11  10 janeiro  2020 Fonte:   estrelando.com.br

Petição contra Especial de Natal do Porta dos Fundos passa de 730 mil assinaturas

  Petição contra Especial de Natal do Porta dos Fundos passa de 730 mil assinaturas Petição contra Especial de Natal do Porta dos Fundos passa de 730 mil assinaturas Lançado na semana passada pela Netflix, o especial de Natal “A Primeira Tentação de Cristo”, do grupo Porta dos Fundos, vem despertando a fúria de grupos religiosos. Além de um pedido de boicote à Netflix publicado nas redes sociais por um bispo de Pernambuco, um abaixo-assinado no site Change.org já reuniu mais de 730 mil assinaturas pelo “Impeachment” do filme, para que a plataforma retire a produção do seu catálogo.

  Supremo autoriza Netflix a exibir especial de Natal do Porta dos Fundos © Fornecido por Estrelando

O especial de Natal do Porta dos Fundos continua dando o que falar. Intitulado A Primeira Tentação de Cristo, o programa não agradou alguns grupos cristãos por, entre outras coisas, retratar um Jesus Cristo homossexual. A polêmica foi tanta que o desembargador Benedicto Abicair, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, pediu até mesmo que a Netflix tirasse a atração do ar; a decisão, no entanto, foi derrubada pelo ministro Dias Toffoli na última quarta-feira, dia 8.

De acordo com o jornal O Globo, Toffoli concedeu uma liminar autorizando a plataforma de streaming a continuar veiculando o especial normalmente. Em sua declaração oficial, ele disse que o programa não desrespeita a fé cristã e afirmou que seus valores são fortes o suficiente para não serem abalados por uma sátira.

Petição contra Especial de Natal do Porta dos Fundos passa de 730 mil assinaturas

  Petição contra Especial de Natal do Porta dos Fundos passa de 730 mil assinaturas Petição contra Especial de Natal do Porta dos Fundos passa de 730 mil assinaturas Lançado na semana passada pela Netflix, o especial de Natal “A Primeira Tentação de Cristo”, do grupo Porta dos Fundos, vem despertando a fúria de grupos religiosos. Além de um pedido de boicote à Netflix publicado nas redes sociais por um bispo de Pernambuco, um abaixo-assinado no site Change.org já reuniu mais de 730 mil assinaturas pelo “Impeachment” do filme, para que a plataforma retire a produção do seu catálogo.

Não se descuida da relevância do respeito à fé cristã (assim como de todas as demais crenças religiosas ou a ausência dela). Não é de se supor, contudo, que uma sátira humorística tenha o condão de abalar valores da fé cristã, cuja existência retrocede a mais de dois mil anos, estando insculpida na crença da maioria dos cidadãos brasileiros.

Ele disse, ainda, que o Supremo Tribunal Federal tem reforçado o exercício da liberdade de expressão. No recurso enviado pela Netflix ao STF, a emissora chamou a decisão de Abicair de censura judicial. Toffoli deu a decisão a favor do Porta dos Fundos porque, como presidente da Corte, está responsável por decisões urgentes no período de recesso. Quando o tribunal voltar às atividades normais em fevereiro, o ministro Gilmar Mendes será o encarregado por decidir se manterá a liminar concedida por Toffoli ou se irá revogá-la.

Petição contra Especial de Natal do Porta dos Fundos passa de 1 milhão de assinaturas

  Petição contra Especial de Natal do Porta dos Fundos passa de 1 milhão de assinaturas Petição contra Especial de Natal do Porta dos Fundos passa de 1 milhão de assinaturas apareceu primeiro em Pipoca Moderna.

Em seu Twitter, a Netflix se pronunciou sobre o caso, ao escrever:

Sobre o especial do Porta dos Fundos: apoio fortemente a expressão artística e vou lutar para defender esse importante princípio, que é o coração de grandes histórias.

A seguir, confira mais brasileiros que estão bombando na Netflix:

Falso: Luciano Huck não é sócio do Porta dos Fundos .
Falso: Luciano Huck não é sócio do Porta dos FundosO grupo cria produções de humor sobre vários temas e se tornou alvo de um atentado neste mês por conta do especial de Natal.Isso porque neste mês, eles lançaram na serviço de streaming da Netflix o filme “A Primeira Tentação de Cristo”, que é uma paródia bíblica na qual retrata Jesus como gay, e teve até uma tentativa de boicote à plataforma.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 0
Isto é interessante!