Familia Saiba como estimular o seu filho a fazer amizades

15:07  21 março  2022
15:07  21 março  2022 Fonte:   catracalivre.com.br

Mãe: qual é a importância dessa figura para uma criança?

  Mãe: qual é a importância dessa figura para uma criança? Mães que apoiam seus filhos são fundamentais para o desenvolvimento de um adulto saudável. Esse tipo de suporte é necessário para criação de crianças e jovens. Um filho que não teve nenhum amparo maternal pode acabar enfrentando os mais diversos tipos de problemas na vida adulta, incluindo dificuldades de desenvolvimento social e processamento de informação. Por isso, muito se preza pelo amparo maternal no desenvolvimento de crianças. No entanto,  esse amparo não deve ser provido apenas pela figura da mãe. Pais também devem prestar apoio e amparo emocional aos filhos, assim como outras pessoas que exercem o papel de figura parental.

Algumas crianças são naturalmente sociáveis e fazem amigos com facilidade, mas nem sempre é tão simples assim. Há muitos pequenos que precisam de suporte nessa área.

  Saiba como estimular o seu filho a fazer amizades © Jr Aquiles/Pixabay

O blog Novos Alunos, do Grupo SEB (Sistema Educacional Brasileiro), oferece dicas para que pais e responsáveis possam estimular a criança a buscar novas amizades. Acompanhe!

Dicas para estimular a criança a fazer amizades

Para auxiliar no processo de socialização do seu filho, é fundamental observar suas atitudes e sua vida social. A seguir, listamos algumas dicas essenciais que o ajudarão a fazer amigos.

Ofereça diferentes oportunidades para seu filho brincar e socializar

Participe de algumas atividades físicas na escola (ou brincadeiras depois da aula) e preste muita atenção em como seu filho interage com os outros. Ele se comporta de maneira diferente de sua “norma” em casa? Se sim, por quê?

Cerveja verde no canecão: Devotos ou não, um brinde a São Patrício!

  Cerveja verde no canecão: Devotos ou não, um brinde a São Patrício! Cerveja verde no canecão: Devotos ou não, um brinde a São Patrício!

Seu filho pode ter dificuldade para iniciar conversas. As crianças podem sentir ansiedade em grupos grandes ou medo de falar em público, o que as impede de se relacionar significativamente com as outras.

O pequeno prefere guardar para si mesmo e observar, em vez de participar? Dependendo de qual comportamento você vê, é possível decidir em que concentrar sua atenção, quais habilidades precisam ser desenvolvidas e como você pode contribuir.

Conte histórias sobre amizade para o seu filho

Se perceber que está difícil iniciar uma conversa com a criança na hora do almoço, ou durante o tempo livre na escola, tenha iniciativa, sente-se e dialogue com ela. Analise por quais assuntos ela se interessa, para que possa falar posteriormente com outras crianças.

Viajantes brasileiras provam: lugar de mulher é onde ela quiser

  Viajantes brasileiras provam: lugar de mulher é onde ela quiser Dias 19 de 20 de março acontece, em São Paulo, o Encontro Brasileiro de Mulheres Viajantes. Com viajantes palestrantes com histórias de vida e viagem inspiradoras.A pandemia trouxe novos cuidados e tendências para o turismo, mas com o retorno das viagens, o maior evento de mulheres viajantes do país está de volta.


Video: Javali de 60 quilos acha que labradora é a sua mãe (KameraOne)

Conte experiências pessoais sobre amizades ou desenvolva o hábito da leitura com um bom livro. Ao testar diferentes opções, vai encontrar algum tema que venha naturalmente.

Seja um exemplo com amizades para ajudar o filho a fazer amigos

As crianças realmente aprendem pelo exemplo; portanto, preste atenção em como você interage com os outros. Cada vez que você inicia uma conversa com amigos ou vizinhos, ou mesmo, com o caixa do supermercado, seu filho está ciente.

Certifique-se de que sua família se comunica de maneira respeitosa, atenciosa e gentil, com habilidades positivas na resolução de conflitos, compartilhamento e capacidade de compromisso. Quase todo cenário se torna uma oportunidade de aprendizado, permitindo que seu filho veja como você participa, negocia e resolve problemas.

Opiniões divergentes sobre a educação dos filhos: como dialogar?

  Opiniões divergentes sobre a educação dos filhos: como dialogar? Quando a divergência se trata da educação dos filhos, o equilíbrio se torna ainda mais necessário.Por entender que cada parceiro tem uma história de vida, o blog Novos Alunos, do Grupo SEB (Sistema Educacional Brasileiro), oferece orientação para lidar melhor com situações desse tipo.

Procure amizades fora da escola

Se as interações sociais são difíceis para seu filho, você pode preferir evitar ou ignorar o problema. Mas a criança não aprenderá a melhorar o relacionamento sempre sentada em casa com você.

É essencial estimular e empurrar gradualmente uma criança tímida um pouco além de sua zona de conforto para novas situações, sempre com orientação e incentivo gentis. Planeje e organize encontros para o seu filho.

Uma sugestão é convidar outras crianças para sua casa, porque ao hospedá-las, é possível mantê-lo confortável enquanto tenta fazer amigos. É provável que se sinta mais seguro e relaxado em casa do que na de outra pessoa.

Certifique-se, porém, de que os jogos e atividades sejam cooperativos, e não competitivos. As crianças se dão melhor quando cooperam do que quando competem entre si. As atividades cooperativas incluem arte, teatro e iniciativas de voluntariado.

Quer outras dicas para estimular a criança a fazer amizades? Visite o blog Novos Alunos e saiba mais!

Grupo SEB

Além do blog, que trata sobre assuntos como educação bilíngue, período integral, ensino médio, vestibulares e Enem, você pode acompanhar o conteúdo do SEB por meio da página no Facebook , no perfil no Instagram e no canal do Youtube.

Veja também: Saiba como cuidar da saúde mental das crianças

Como desenvolver a resiliência desde cedo .
Desenvolver a resiliência desde cedo é muito importante para preparar os pequenos para os desafios do futuro.Para ajudar pais e responsáveis nessa tarefa, o blog Novos Alunos, do Grupo SEB (Sistema Educacional Brasileiro), explica como a resiliência é desenvolvida e fortalecida por meio de experiências de vida específicas.

usr: 2
Isto é interessante!