Familia Problemas na hora de passear com seu cachorro? Coleira não faz milagre

17:51  23 março  2022
17:51  23 março  2022 Fonte:   estadao.com.br

Verão e férias: como cuidar dos seus pets?

  Verão e férias: como cuidar dos seus pets? Descubra como garantir dias de descanso, saúde e muita diversão aos pets.O mundo petfriendly é uma realidade e muitos lugares, como hotéis, restaurantes, companhias aéreas e rodoviárias, têm se organizado para receber cada vez mais gatos e cães. Mas, antes de sair por aí é importante se programar e pensar se o pet será parte dos planos ou não, e como garantir a segurança deles.

Quer se manter informado, ter acesso a mais de 60 colunistas e reportagens exclusivas?Assine o Estadão aqui!

cachorro grande passeando © Fornecido por Estadão cachorro grande passeando

A ferramenta não pode ser mais importante que o ser humano - eltpics/Creative Commons

Em diversos atendimentos que eu faço, há alguma queixa relacionada ao passeio. Em 90% dos casos, o equipamento não é o ideal para aquele cachorro. Muitos tutores buscam a solução do problema na ferramenta e não na condução ou treinamento.

Quando eu escrevi sobre os malefícios de usar enforcador. Veja aqui a matéria. Uma das críticas que mais li foi sobre como conduzir cães de raças grandes, se não com o enforcador.

Dia Nacional do Animal: 5 destinos para se aventurar com o seu cão

  Dia Nacional do Animal: 5 destinos para se aventurar com o seu cão Os animais de estimação sempre vão ter um lugar especial no coração do ser humano. Afinal, compartilhar a vida ao lado dos bichinhos com certeza te traz mais alegria e melhora o seu bem-estar físico e emocional. Além disso, o contato com a natureza também é muito benéfico aos cães e tê-los presentes nas aventuras […] O post Dia Nacional do Animal: 5 destinos para se aventurar com o seu cão aparece primeiro no Go Outside.

O uso do enforcador está relacionado ao tutor ou condutor. Quando este não tem técnica suficiente para ensinar o cão a ser conduzido e passear tranquilamente, usa algo que lhe garanta soberania ao animal.

Existe um mito de que o cão de raça de grande porte seja bravo, agressivo, reativo e intempestivo. Se o animal é assim, ao passear com ele, estou colocando em cheque seu bem-estar. E aí vem a primeira questão. Problemas de comportamento não devem ser resolvidos no passeio, mas dentro de casa.

Minha mãe sempre me ensinou que costume de casa vai à praça. Se o cão não tem estímulo algum dentro de casa, se não treina se não tem espaço para expressar seus comportamentos naturais, o passeio é a única oportunidade de ter tudo isso. Obviamente, coisa boa não vai dar!

Evento em homenagem às mulheres agita público na Vila Madalena (SP)

  Evento em homenagem às mulheres agita público na Vila Madalena (SP) No último sábado (19/03) a Sede da Catraca Livre, na Vila Madalena, em São Paulo, recebeu o evento “Viva Mulher”, iniciativa idealizada pelo Instituto Acqua que contou com aula de yoga, música, debate, expedição fotográfica, expositores de comidas, artesanatos e oficinas de jardinagem. A ação foi em homenagem ao Mês da Mulher e com atividades voltadas principalmente ao público feminino. © FernandoFerreira Um sábado animado, que agitou o público que passeava pelo Beco do Batman. “O Viva Mulher foi um evento leve, descontraído, cheio de atividades interessantes e com uma atração musical que fez todos dançarem e cantarem.

Outra reclamação dos tutores é sobre segurança para o cão não fugir. Assim, colocam no enforcador a solução para evitar as fugas. Já que se o cachorro tentar sair, recebe um tranco no pescoço e para.

Qual a melhor coleira?

A ferramenta mais segura e confortável, na minha opinião, é a peitoral em H com regulagem no peito e no pescoço. Se bem colocada, dificulta bastante as fugas. Se o cão tentar tirar a pata, ainda tem a parte do pescoço. E vice-versa.

O que eu percebo é a relutância de alguns profissionais e tutores em usar peitoral por "dar mais trabalho". Realmente o cão terá mais força para puxar. Mas para isso, é preciso fazer um treino para que ele não escolha puxar. Qualquer estímulo que passe na rua não deve ser forte o suficiente para que ele queira sair desembestado atrás.

Qual a melhor guia para passear com cachorro?

A melhor guia é a longa. Não estou falando daquela retrátil. Mas a de tecido com mais de dois metros de comprimento. A guia longa pode ser encurtada. Mas a guia curta não pode ser alongada.

Viaje pela beleza urbana das capitais da América Latina

  Viaje pela beleza urbana das capitais da América Latina As belezas naturais sobram e estão por todos os lados na América Latina. As belezas naturais sobram e estão por tod Praias, florestas, desertos, geleiras, montanhas são algumas das paisagens mais procuradas pelos viajantes na região e que geralmente estão espalhadas pelo interior ou pelo litoral. Mas como as capitais da América Latina são, na maioria das vezes, o ponto de partida para conhecer os países, elas merecem ser bem observadas. A começar pelo bom custo-benefício de um passeio por essas cidades.

Tudo deve ser opcional ao cão, inclusive andar ao nosso lado. Muitos cães se tornam mais reativos no passeio exatamente por não terem a opção de fuga. Quando um estímulo aversivo chega muito perto, o tutor encurta a guia, deixando o cachorro somente com a opção de ataque.

Faça um teste: use uma guia longa com seu cachorro e veja a diferença.

Ah, a guia deve andar frouxa e não tensa. Isso também fará toda a diferença.

cachorro grande passeando © Fornecido por Estadão cachorro grande passeando

A guia deve estar frouxa para que o cachorro se sinta mais confortável - Valerie Everett/Creative Commons

Como treinar o cachorro a passear tranquilo?

O treino do passeio não começa na rua, mas dentro de casa. Na rua, há inúmeros estímulos que podem desviar a atenção do cão se não bem ensinado. Por isso, comece colocando uma coleira confortável no cão. Não obrigue e nem force o cão a colocar. Chame-o até você e faça ele colocar a cabeça na coleira e não o contrário. Só isso fará uma enorme diferença. O respeito ao cão vai muito além de não mau tratá-lo.

Veja este vídeo sobre como fazer o treino para colocar a coleira.

Saiba como limpar pelos dos pets da casa e das roupas

  Saiba como limpar pelos dos pets da casa e das roupas Saiba como limpar pelos dos pets da casa e das roupasE essa é uma tarefa que pode ser meio chatinha e dar bastante dor de cabeça, principalmente porque os pelos grudam nas peças e nos móveis com bastante facilidade, não sendo tão simples assim removê-los.

Já com a coleira, devemos começar a associar o uso com coisas positivas, como brincadeiras, comida, etc. Quando o cachorro já estiver confortável, evoluímos para colocação da guia. Deixe ela solta e brinque bastante com o cão. Jamais, em hipótese alguma, puxe o cão pela guia ou coleira.

Aos poucos, comece a treinar o passeio dentro de casa, usando a guia. Ofereça petisco ou a própria ração para recompensar quando ele estiver andando ao seu lado.

Nada deve ser obrigatório. Andar ao lado, não puxar e ficar relaxado deve ser uma opção para o cão. Não uma obrigação.

Obviamente que isso leva um tempo e esforço. Por isso mesmo que a ferramenta acaba sendo escolhida para "facilitar o trabalho". Mas colocando em cheque o bem-estar do cachorro.

Quem educa não é a ferramenta, mas o ser humano. Não podemos terceirizar o treino do cachorro para um equipamento. Afinal, mesmo com o equipamento mais seguro, pode haver falha. Como lidar com o cão nesse momento? Ele irá lhe atender? Somente se for treinado para isso.

Veja como manter a árvore de Natal protegida contra a fúria do seu gato .
Seu gato também destrói toda a decoração de Natal que você trabalhou tanto para montar? Não se preocupe, você não está sozinho. Veja também: + Donos de gatos inundam o O post Veja como manter a árvore de Natal protegida contra a fúria do seu gato apareceu primeiro em Pet é pop.

usr: 2
Isto é interessante!