Brasil Witzel diz que montará hospital de campanha no Maracanã

15:51  26 março  2020
15:51  26 março  2020 Fonte:   estadao.com.br

Maracanã receberá hospital de campanha durante pandemia de coronavírus

  Maracanã receberá hospital de campanha durante pandemia de coronavírus Maracanã receberá hospital de campanha durante pandemia de coronavírusRIO DE JANEIRO (Reuters) - O Maracanã vai receber um dos seis hospitais de campanha que serão erguidos no Estado do Rio de Janeiro para atender ao aumento da demanda de pacientes devido à pandemia de coronavírus, informou nesta quinta-feira a Secretaria de Estado de Saúde.

Maracanã — Foto: Reprodução. Além do Maracanã , os hospitais ficarão no Parque dos Atletas, na O governador disse também que, a partir da curva de contaminação, será possível fazer uma O hospital de campanha é uma unidade provisória e conta com equipamentos, médicos e outros

Rio vai montar hospitais de campanha no Maracanã e em mais três locais. O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC) disse hoje que vai montar um hospital de campanha no estádio

Governo do Rio quer montar hospital de campanha no Maracanã para atender pacientes de coronavírus © Divulgação Governo do Rio quer montar hospital de campanha no Maracanã para atender pacientes de coronavírus

O governo do Estado do Rio de Janeiro vai montar um hospital de campanha no Estádio do Maracanã, na zona norte da capital fluminense, para atender pacientes infectados pelo novo coronavírus. A informação foi dada pelo governador Wilson Witzel em entrevista ao telejornal Bom Dia Rio, da Rede Globo. Outros três hospitais de campanha serão montados em três terrenos diferentes, afirmou o governador.

Acompanhe nossa cobertura sobre o coronavírus.
Últimas notícias, perguntas e respostas e como se cuidar.


Maracanã transforma-se em hospital de campanha no RJ

  Maracanã transforma-se em hospital de campanha no RJ O governo estadual espera que a instalação esteja pronta para receber doentes dentro de duas semanas. O estádio do Maracanã vai se transformar num hospital de campanha para tratar doentes infectados com o novo coronavírus, informou hoje o governador do estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel.O governo estadual espera que a instalação esteja pronta para receber doentes dentro de duas semanas, período em que se espera um aumento do número de infectados no país com o novo coronavírus. Atualmente os números no Brasil situam-se nos 2.497 casos ativos de infectados e 60 mortos.Com capacidade para 78.

Apesar de afirmar que não irá pedir aos governadores para afrouxarem as medidas, ele disse que alguns estão percebendo que aceleram nas decisões e que será necessário fazer ajustes. Witzel diz que montará hospital de campanha no Maracanã .

O secretário de Saúde, Carlos Eduardo Amaral Pereira, acrescentou que esses leitos serão especiais. "É para que tenhamos condições de receber pessoas que tenham diagnóstico positivo para coronavírus e que não possam retornar às suas residências". Ele afirmou ainda que o maior foco do

A Secretaria de Estado de Saúde informou que inaugurou nesta semana 180 novos leitos no Hospital Regional do Médio Paraíba Zilda Arns, em Volta Redonda. Outros 44 foram disponibilizados no Instituto Estadual do Cérebro (IEC), no centro da capital fluminense, e mais 75 devem estar prontos na próxima semana no Hospital Estadual Anchieta, no Caju, Zona Portuária da capital. O governo estadual espera chegar a 299 novos leitos até o próximo dia 30.

O Estado do Rio de Janeiro tem oito mortes por coronavírus e outros 370 casos confirmados, de acordo com a Secretaria Estadual da Saúde.

Em São Paulo, o estádio do Pacaembu será usado como hospital de campanha e terá 200 leitos. Em Brasília, a concessionária que administra o estádio Mané Garrincha se colocou à disposição do governo do Distrito Federal para que o local seja usado em ações de combate à doença.

De acordo com o boletim mais recente divulgado nesta quarta-feira pelo Ministério da Saúde, o Brasil tem 57 mortes por coronoavírus e outros 2.433 casos confirmados da doença.

Receba no seu email as principais notícias do dia sobre o coronavírus.

______________________________

Landim se desculpa com pais de rivais e diz: 'Sei que está mais difícil que os filhos não sejam Flamengo' .
Presidente do Flamengo concedeu entrevista à FLA TV, nesta terça-feira, e tirou sarro de torcedores dos rivais cariocas ao comentar a respeito do canal 'Flamiguinhos'- É uma geração de rubro-negros que estamos formando. Peço desculpa aos pais botafoguenses, vascaínos, tricolores e de outros clubes... Eu sei que está cada vez mais difícil fazer com que seus filhos não sejam Flamengo, mas o nosso trabalho aqui é esse: converter o máximo possível de pessoas a fazerem parte desta Nação. Até porque, temos a convicção de que elas, fazendo isso, serão felizes no futuro - falou o mandatário.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 9
Isto é interessante!