Brasil Mortes por coronavírus no Brasil sobem para 78, diz Ministério da Saúde

22:31  26 março  2020
22:31  26 março  2020 Fonte:   estadao.com.br

Mortes por Covid-19 no Brasil sobem para 136; taxa de mortalidade está em 3,2%

  Mortes por Covid-19 no Brasil sobem para 136; taxa de mortalidade está em 3,2% Mortes por Covid-19 no Brasil sobem para 136; taxa de mortalidade está em 3,2%O número de mortes pelo novo coronavírus no Brasil chegou a 136 neste domingo, um crescimento de 19% em relação ao dia anterior. Em números absolutos, foram 22 óbitos decorrentes da doença no período. Com isso, a taxa de mortalidade passou de 2,9% para 3,2%.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, no salão oeste do Palácio do Planalto © Dida Sampaio/Estadão O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, no salão oeste do Palácio do Planalto

BRASÍLIA - O Ministério da Saúde divulgou nesta quinta-feira, 26, que o Brasil já tem 78 mortes causadas pelo novo coronavírus. De acordo com a pasta, são 2.915 pessoas infectadas. Até ontem, eram 57 mortos e 2.433 casos confirmados, o que mostra um aumento de 37% de óbitos e de 20% de casos oficiais de um dia para o outro.

Acompanhe nossa cobertura sobre o coronavírus.
Últimas notícias, perguntas e respostas e como se cuidar.

Os números mostram o avanço da Covid-19 no Brasil desde que o primeiro caso da doença foi confirmado aqui, há um mês. O primeiro resultado positivo para o novo coronavírus no país saiu no dia 25 de fevereiro, quando um homem de 61 anos com histórico de viagem para a Itália testou positivo para a doença.

Brasil tem 201 mortes por coronavírus, segundo Ministério da Saúde

  Brasil tem 201 mortes por coronavírus, segundo Ministério da Saúde Brasil tem 201 mortes por coronavírus, segundo Ministério da Saúde

Desde então, Estados já decretaram emergência em saúde e calamidade pública, e em reunião virtual com o presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ) na quarta-feira, governadores reiteraram os procedimentos de isolamento adotados para conter a pandemia do novo coronavírus. A manutenção das medidas é recomendada por epidemiologistas e infectologistas.

Em entrevista coletiva ontem, o Ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta afirmou que “temos que melhorar esse negócio de quarentena, não ficou bom. Foi precipitado, foi desarrumado". Seus aliados no DEM interpretaram a fala como um recuo estratégico após pronunciamento de Jair Bolsonaro em rede nacional na terça-feira, 24, quando o presidente voltou a falar em "histeria" em torno da pandemia do novo coronavírus e criticou o fechamento de escolas, entre outras medidas adotadas por governos e municípios.

Brasil tem 299 mortes por coronavírus e 7.910 casos confirmados

  Brasil tem 299 mortes por coronavírus e 7.910 casos confirmados Brasil tem 299 mortes por coronavírus e 7.910 casos confirmadosEmbora o pico da pandemia ainda não tenha sido alcançado no Brasil, os sistemas de saúde público e privado já enfrentam sobrecarga por causa do aumento do número de internações e registram até 38% de seus leitos ocupados por pacientes com infecção suspeita ou confirmada da doença.

Sob pressão, Mandetta, que muitos achavam que até poderia deixar o cargo por causa da pressão de Bolsonaro, suavizou o tom e negou a intenção de deixar a equipe. Ele procurou dizer, durante a entrevista de ontem, que sua preocupação é com a saúde e a vida das pessoas, e que as quarentenas impostas pelos Estados têm prejudicado, inclusive, o trabalho médico.

A voz dissonante foi do vice-presidente Hamilton Mourão, que continuou defendendo o isolamento social. “A posição do nosso governo, por enquanto, é uma só: isolamento e distanciamento social. Isso está sendo discutido e ontem (terça-feira, 24) o presidente buscou colocar. Pode ser que ele tenha se expressado de uma forma, digamos assim, que não foi a melhor”, afirmou.

______________________

Postos de saúde de SP recebem ordem para subnotificar casos de coronavírus .
Caso foi revelado pela CNN Brasil, que teve acesso a e-mails internos da Secretaria Municipal de Saúde .De acordo com a reportagem, a troca de mensagens entre o órgão e o Centro de Estudos e Pesquisas Dr. João Amorim (Cejam) determina que apenas os casos de profissionais de saúde com queixa respiratória sejam oficialmente comunicados ao governo federal.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 1
Isto é interessante!