Brasil Polícia prende mais de 90 mafiosos na Itália

15:55  12 maio  2020
15:55  12 maio  2020 Fonte:   ansabrasil.com.br

Polêmica na Itália por conta da libertação de mafiosos devido ao coronavírus

  Polêmica na Itália por conta da libertação de mafiosos devido ao coronavírus A libertação pelo coronavírus de mais de 300 mafiosos idosos e doentes, detidos em vários presídios da Itália, provocou fortes controvérsias, o que forçou o Ministério da Justiça a revogar sua decisão. Cerca de 376 mafiosos e traficantes de drogas foram libertados em março e estão em prisão domiciliar por motivos de saúde e risco de coronavírus. Entre eles estão personalidades sombrias da temida organização criminosa siciliana, como o poderoso chefe da Cosa Nostra, Francesco Bonura, de 78 anos, e Franco Cataldo, de 85 anos, condenado à prisão perpétua  pelo sequestro e homicídio do menino Giuseppe Di Matteo.

(ANSA) - A polícia prendeu nesta terça-feira (12) 91 pessoas pertencentes a dois clãs mafiosos "históricos" da cidade de Palermo, na Itália.

Entre os detidos, estão chefes, subordinados e agiotas das máfias Ferrante e Fontana. Outros clãs, como os Acquasanta e os Arenella também foram atingidos pela operação da Guarda de Finanças de Palermo.

De acordo com as autoridades, os dois clãs palermitanos estavam operando em Milão, na região da Lombardia, em uma tentativa da máfia de tirar proveito da pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2) para se infiltrar na economia italiana.

A Guarda de Finanças afirmou que a crise econômica no país era "um contexto muito favorável para impulsionar os planos criminais dos clãs".

A investigação, que dividiu as duas "famílias" proeminentes da Cosa Nostra de Palermo, revelou os interesses dos clãs nos concursos e contratos dos estaleiros de Palermo, das atividades do mercado de frutas e legumes e do gerenciamento de apostas online e máquinas caça-níqueis.

Os detidos responderão por diversos crimes, como extorsão, lavagem de dinheiro, tráfico de drogas e registro fictício de ativos.

A operação policial também está em andamento nas regiões da Sicília, Lombardia, Piemonte, Ligúria, Vêneto, Emilia-Romagna, Toscana, Marcas e Campânia.(ANSA)

Mafiosos da Itália receberam meio milhão de euros de subsídio para pobres .
Mais de 100 mafiosos, incluindo o chefe da temida Ndrangheta da Calábria, condenado por tráfico de cocaína com a Colômbia, obteve mais de meio milhão de euros do Estado italiano graças ao subsídio social para as classes mais pobres. No total, 101 mafiosos, incluindo Alessandro Pannunzi, chamado "filho do italiano Pablo Escobar, Roberto Pannunzi", estão entre os beneficiários do subsídio. As autoridades italianas investigaram mais de 500 pessoas suspeitas de terem solicitado o subsídio, conhecido como "salário da cidadania", de 780 euros.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 1
Isto é interessante!