Brasil Greta e Human Rights Watch criticam Salles por fala em reunião ministerial

02:46  24 maio  2020
02:46  24 maio  2020 Fonte:   poder360.com.br

Para Bolsonaro, divulgação completa do vídeo de reunião ministerial seria "constrangimento"

  Para Bolsonaro, divulgação completa do vídeo de reunião ministerial seria Para Bolsonaro, divulgação completa do vídeo de reunião ministerial seria "constrangimento"A expectativa é que o ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), decida até a sexta-feira se divulga, na íntegra ou parcialmente, a gravação da reunião na qual, segundo o ex-ministro da Justiça Sergio Moro, Bolsonaro cobra-lhe troca na Superintendência da Polícia Federal no Rio de Janeiro sob a ameaça de demiti-lo.

A ativista sueca Greta Thunberg criticou o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles , por ele defender que o governo "Apenas imagine as coisas que foram ditas longe da câmera Nosso futuro em comum é apenas um jogo para eles", escreveu Thunberg no Twitter, citando a declaração de Salles .

A WWF-Brasil disse em um comunicado que com sua fala durante a reunião ministerial , Salles "expõe que age contra os interesses nacionais, na surdina". "A fala do Ministro Ricardo Salles expõe sua consciência de que o que está propondo é ilegal

Ministro Ricardo Salles (Meio Ambiente) disse que pandemia é momento de 'tranquilidade' com a imprensa, que está focada na covid-19 © Sérgio Lima/Poder360 Ministro Ricardo Salles (Meio Ambiente) disse que pandemia é momento de 'tranquilidade' com a imprensa, que está focada na covid-19

Ativistas internacionais que atuam na defesa de causas ambientais criticaram neste sábado (23.mai.2020) a declaração do ministro Ricardo Salles (Meio Ambiente) sugerindo que o governo aproveite o momento de pandemia para alterar marcos regulatórios. De acordo com Salles, o fato de a imprensa estar concentrada em torno da covid-19 poderia facilitar o processo.

O pesquisador sênior de Meio Ambiente da ONG Human Rights Watch, César Muñoz, disse em entrevista à GloboNews ser “uma enorme tragédia” que o ministro veja a covid-19 “como uma oportunidade para fazer uma agenda rápida de mudanças que ninguém sabe exatamente o que é”.

Em reunião ministerial, Bolsonaro cobrou de Moro portaria para armar população

  Em reunião ministerial, Bolsonaro cobrou de Moro portaria para armar população Em reunião ministerial, Bolsonaro cobrou de Moro portaria para armar população"Se eu fosse ditador, eu queria desarmar a população", disse Bolsonaro no encontro, realizado no Palácio do Planalto, segundo gravação da reunião divulgada nesta sexta-feira por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF).

Por outro lado, em outra fala , o presidente faz alusões ao fato de que um irmão seu teria sido agredido e nesse contexto ele acrescenta que trocaria todos os cargos necessários A impressão que tenho é a de que a reunião , isoladamente, não confirma as acusações de Sérgio Moro em face do presidente."

A íntegra da reunião do conselho de ministros de Jair Bolsonaro revelada nesta sexta-feira por O Planalto vinha repetindo que o presidente, na reunião , se referia à segurança pessoal de seus “O vídeo traz uma fala bastante clara do presidente dizendo que não mediria esforços para interferir em

Ele também afirmou que a fala de Salles “empodera grupos criminosos que estão roubando 1 patrimônio dos brasileiros”. E acrescentou: “É absolutamente surpreendente e falta de sensibilidade com o sofrimento de todos os brasileiros”.

Greta Thunberg, ativista sueca de 17 anos, também manifestou sua desaprovação. Ela citou uma reportagem sobre a declaração do ministro em seu perfil no Twitter.

Ela questionou “as coisas que foram ditas fora das câmeras”. “Nosso futuro comum é só 1 jogo para eles”, completou.

  Greta e Human Rights Watch criticam Salles por fala em reunião ministerial © Reprodução/ Twitter @GretaThunberg

Greta Thunberg ganhou destaque internacional por sua militância em questões ambientais. No Brasil, seu nome ganhou maior projeção ao ser chamada de “pirralha” pelo presidente Jair Bolsonaro em dezembro do ano passado. Ela havia comentado a morte de índios no Amazonas.

Em reunião ministerial, Bolsonaro cobrou de Moro portaria para armar população

  Em reunião ministerial, Bolsonaro cobrou de Moro portaria para armar população Em reunião ministerial, Bolsonaro cobrou de Moro portaria para armar população"Se eu fosse ditador, eu queria desarmar a população", disse Bolsonaro no encontro, realizado no Palácio do Planalto, segundo gravação da reunião divulgada nesta sexta-feira por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF).

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, declarou neste sábado (23) que ficou "perplexo" com o vídeo da reunião ministerial do presidente Jair Bolsonaro com o primeiro escalão do governo.

Na fatídica reunião ministerial do dia 22 de abril, que foi divulgada nesta sexta-feira por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles , dá sugestões a seus colegas de Esplanada de como aproveitar a pandemia do novo coronavírus para “passar reformas

O vídeo

A fala de Salles consta na gravação de uma reunião entre ministros do dia 22 de abril. O vídeo da reunião foi liberado nesta 6ª feira (22.mai.2020) pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Celso de Mello.

A gravação é o principal elemento do inquérito que apura no Supremo suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal, conforme relatou o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro.

Eis abaixo o momento da fala de Salles (3min15seg):

_____________________________

Venezuela mente sobre número de mortos por COVID-19, dizem HRW e Johns Hopkins .
Os números sobre o coronavírus fornecidos pelo governo de Nicolás Maduro na Venezuela, com 10 mortes relatadas, são falsos e "absurdos", e uma estimativa conservadora poderia colocá-los em pelo menos 30.000, disseram nesta terça-feira (26) Human Rights Watch (HRW) e o Hospital Johns Hopkins (JHH). "Em um país onde os médicos nem sequer têm água para lavar as mãos nos hospitais", onde "o sistema de saúde está totalmente em colapso", onde há"Em um país onde os médicos nem sequer têm água para lavar as mãos nos hospitais", onde "o sistema de saúde está totalmente em colapso", onde há "superlotação em bairros e prisões" (...

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 1
Isto é interessante!