Brasil Jornalista da CNN chora e cita racismo no RS em papo com Toni Garrido sobre preconceito

05:30  30 maio  2020
05:30  30 maio  2020 Fonte:   hypeness.com.br

Iza se revolta com racismo e teme pela vida que o filho terá

  Iza se revolta com racismo e teme pela vida que o filho terá Iza usou seu Instagram para fazer um desabafo sobre os últimos acontecimentos envolvendo racismo, como o caso de João Pedro, morto pela polícia do Rio de Janeiro, e George Floyd, assassinado pela polícia dos Estados Unidos. A cantora publicou uma foto de quando era criança e refletiu sobre o que lhe vem à cabeça quando olha a imagem. Segundo ela, o fato de pensar que seus filhos correm risco de sofrer com racismo a deixa apreensiva.“Essa foto é velhinha demais, mas morro de amores por ela. Acho que eu tinha uns 3 aninhos na época (me diz aí, mãe).

Toni Garrido discutiu os preconceitos diários que pessoas negras sofrem no Brasil. (Foto: Reprodução/Twitter). O Apresentador da CNN Cassius Zeilmann @cassiuszeilmann acabou de se emocionar com o relato de Toni Garrido sobre preconceito .

Apresentadora do programa “Metrópolis”, da TV Cultura, Didi é uma das raras apresentadoras negras da TV brasileira. Na pauta do programa está ainda a

O jornalista Cassius Zeilmann, da CNN Brasil, foi protagnizou de uma cena bastante rara no Brasil durante o ‘Visão CNN‘. Junto de Toni Garrido, Luciana Barreto e Diego Sarza, o tema do debate era o racismo em nosso país. Após o relato do ex-vocalista do Cidade Negra, Cassius, único branco da bancada, chorou enquanto citar o preconceito racial contra negros no Rio Grande do Sul.

– Primeira repórter indígena de rede de TV desmaia após reportagem em Manaus

  Jornalista da CNN chora e cita racismo no RS em papo com Toni Garrido sobre preconceito © Yuri Ferreira

A conversa tinha como ponto de partida os assassinatos de João Pedro e de George Floyd. João foi um jovem de 14 anos assassinado em uma operação policial no Complexo de Salgueiro, na última segunda-feira, no Rio de Janeiro. No mesmo dia, George Floyd foi asfixiado por um policial branco e morreu em Minneapolis, nos EUA. Ao contrário do Brasil, os antirracistas estadunidenses colocaram fogo na capital de Minnesotta. Inclusive, um jornalista negro da CNN foi preso durante as manifestações.

Felipe Neto provoca Neymar Jr. por falta de posicionamento contra racismo

  Felipe Neto provoca Neymar Jr. por falta de posicionamento contra racismo Na madrugada desta segunda-feira (1º), o youtuber Felipe Neto usou a sua conta no Twitter para cobrar um posicionamento do jogador de futebol Neymar Jr. sobre os atos contra o The post Felipe Neto provoca Neymar Jr. por falta de posicionamento contra racismo appeared first on Instafamosos.

De acordo com o Papa, em maio de 2020 será realizado um Pacto Global no Vaticano. Muitos acreditam que o anticristo será revelado ao mundo neste evento!

Hariany Almeida chora em desabafo e pede que haters a "deixem em paz" William Waack comete gafe e cita o Jornal Nacional | RD1 William Waack surpreendeu o público da CNN Brasil ao cometer uma Gatos de jornalista roubam a cena A jornalista flipina Doris Bigornia estava conduzindo uma

Entretanto, o que mais chamou atenção do público foi o depoimento de Cassius, que se colocou no seu lugar de fala, afirmando que nunca havia sofrido racismo e que está numa posição de aprender. Entretanto, ele se emocionou falando sobre o assunto.

– Parcialidade racial: time da CNN Brasil gera debate sobre diversidade e presença de negros na mídia

“Toni, mais que uma pergunta, eu gostaria de te fazer na verdade um testemunho aqui, até porque acho que a Lu, o Diego e você têm muito mais autoridade. Como eu vim de um estado muito, mas muito preconceituoso, que é o Rio Grande do Sul, eu acho que, como testemunha, eu presenciei muitas cenas de racismo. Quando eu ia no mercado os seguranças sempre observavam o menino negro, quando eu ia num lugar público, num shopping, eu via que sempre monitoravam, seguiam o menino negro. Eu nunca senti na pele, me desculpe que eu fico muito emocionado, mas por isso que eu aprendo todo dia com a Lu, com o Diego, que eu não sei o que é isso, e tô aprendendo muito com você…”, disse Cassius Zeilmann

Confira o o vídeo do depoimento:

No Globo Repórter, Gloria Maria conta quando sofreu racismo em hotel .
A jornalista e apresentadora Gloria Maria contou no Globo Repórter, nesta sexta-feira, 5, um caso de racismo que sofreu em um hotel, no Rio de Janeiro . O programa reexibiu o Em Pauta, da GloboNews, que tratou sobre racismo no Brasil e no mundo com os jornalistas negros da emissora, na quarta-feira, 3.“Tenho orgulho de ser a primeira pessoa o Brasil a usar a lei Afonso Arino, que punia o racismo não como crime, mas como contravenção. Fui barrada por um hotel por um gerente que disse que negro não podia entrar. Chamei a polícia e levei esse gerente aos tribunais.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 3
Isto é interessante!