Brasil Vamos ter uma alteração estrutural da economia no pós-covid, diz Edmar Bacha

04:41  30 junho  2020
04:41  30 junho  2020 Fonte:   estadao.com.br

Secretário Estadual de Saúde deixa o cargo no Rio; é o segundo em meio à pandemia

  Secretário Estadual de Saúde deixa o cargo no Rio; é o segundo em meio à pandemia Fernando Ferry anunciou saída do cargo 35 dias depois de assumir o posto; coronel do Corpo de Bombeiros Alex Bousquet assumirá a pasta . Médico graduado pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj), Bousquet atua há 20 anos nos Bombeiros e é especialista em terapia intensiva pela Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB). Em vídeo enviado à TV Globo no início da manhça, Fernando Ferry pediu desculpas à população do Rio, estado que ocupa o segundo lugar no País em número de casos e de mortes por covid-19. “Hoje estou pedindo exoneração do meu cargo de secretário de Estado de Saúde do Rio de Janeiro.

Na rotina pós -pandemia, o aperto de mãos pode estar com os dias contados. “A distância para o povo brasileiro, que gosta de se beijar e se abraçar “Existe uma tendência, pelo que vemos na Europa, de acenos para substituir esse toque constante, e com certeza teremos uma releitura disso”, acredita.

Segundo Kalil, a economia da capital mineira já foi destruída pela pandemia de COVID -19. Disse , ainda, que acompanha constantemente as estatísticas da doença em Vamos ter o princípio da vida. A economia já está destruída”, declarou Kalil em entrevista à Globo News na noite deste domingo.

RIO - O economista Edmar Bacha, diretor do Instituto de Estudos de Política Econômica/Casa das Garças (IEPE/CdG) e integrante da equipe que criou o Plano Real, vê pouco espaço para uma recuperação rápida, em “V”, da economia brasileira, que entrou em recessão no primeiro trimestre deste ano, conforme o Comitê de Datação de Ciclos Econômicos (Codace) da Fundação Getulio Vargas (FGV). Membro do órgão colegiado, Bacha acha que o mais provável é que o ritmo de recuperação da atividade estacione num platô, à medida que o impulso das medidas do governo for passando.

Embora seja favorável à discussão sobre a manutenção dos auxílios emergenciais via unificação dos programas de transferência de renda, Bacha ressalta o aperto dos gastos públicos no País, que exige reformas para liberar espaço para ampliar o investimento em políticas focadas na redistribuição da renda. A seguir, os principais trechos da entrevista:

Kalil antecipa boletim de mortos e diz trabalhar pelo 'princípio da vida': 'A economia já está destruída'

  Kalil antecipa boletim de mortos e diz trabalhar pelo 'princípio da vida': 'A economia já está destruída' Prefeito de Belo Horizonte falou sobre a estratégia de recuar na flexibilização da reabertura do comércio da capital“Temos um principio e uma metodologia que nos levaram a números que, eu fico absolutamente constrangido de dizer isso, a números pequenos para uma cidade do tamanho de Belo Horizonte. O número oficial de amanhã é 121 (mortes). Mas como a gente acompanha hora a hora aqui, vamos ter um número de 129 óbitos em Belo Horizonte, o que nos tranquiliza porque estamos com a cidade fechada. Vamos ter o princípio da vida. A economia já está destruída”, declarou Kalil em entrevista à Globo News na noite deste domingo.

Ele disse que, olhando os casos em um mapa, pode-se constatar uma realidade muito heterogênea, mas que no fundo está interconectada". O médico, uma figura muito popular e respeitada nos Estados Unidos, apelou para que os jovens exerçam sua responsabilidade individual.

Vários foram os filósofos que se referiram à arte como imitação. Alguns desprezavam-na por isso mesmo, como acontecia com o conhecido filósofo grego Platão que, ao considerar que as obras de arte imitavam os objectos naturais, via essas obras como imagens imperfeitas dos seus originais.

Edmar Bacha acredita que os programas de transferência de renda são importantes para o atual momento. © Tiago Queiroz/Estadão Edmar Bacha acredita que os programas de transferência de renda são importantes para o atual momento.

Estamos em meio à recessão, mas há espaço para recuperação em “V”?

Nos Estados Unidos, como reportou a Marcelle (Chauvet, professora da Universidade da Califórnia, integrante do Codace, na reunião da última sexta-feira, 26), foi feita uma pesquisa muito interessante com economistas sobre a forma da retomada. Já houve duas rodadas da pesquisa. Na primeira, a maior parte dos economistas colocou o “V”, e, agora, todo mundo mudou do “V”, para algo que começa com um “V” inclinado, mas logo depois atinge um platô. E essa questão do platô é fundamentalmente por causa do esgotamento dos impulsos fiscal e creditício que o governo está dando. Quando isso acabar, como vai ficar? Depois, do lado do vírus, tem a questão de que isso vai exigir uma realocação muito pronunciada da atividade econômica. O mundo pós-covid não vai ser o mesmo. Vai ser bastante diferente. A natureza da atividade econômica vai ser muito distinta, com setores que vão ser beneficiados e os setores que vão ser prejudicados. Vamos ter uma alteração estrutural, se não permanente, pelo menos prolongada na estrutura das atividades econômicas.

AO VIVO | Bolsonaro com coronavírus e as últimas notícias sobre a pandemia e a crise política

  AO VIVO | Bolsonaro com coronavírus e as últimas notícias sobre a pandemia e a crise política Bolsonaro diz que testou positivo para coronavírus e que passa bem. EUA ameaçam expulsar os estudantes estrangeiros cujas classes sejam on-line. Mundo ultrapassa de 11,6 milhões de infectados. Brasil acumula 65.487 mortes e 1,62 milhão de contágios

FLORIANÓPOLIS - O avanço da covid -19 em Santa Catarina colocou todas as regiões do Estado em sinal de Segundo Hildebrandt, as medidas foram tomadas após a taxa de ocupação das Unidades de Sobre não adotar medidas no comércio em geral e nos shopping centers, o prefeito disse que

© Fiocruz/Arquivo O daclastavir foi de 1,1 a 4 vezes mais eficiente do que outros remédios que estão sendo usados nos estudos clínicos da Um estudo liderado pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) com medicamentos que são usados para tratar hepatite C mostrou eficácia contra a covid -19.

No caso do Brasil, o quadro é diferente, já que o espaço fiscal para manter medidas é menor?

Obviamente, o Brasil tem bastante menos espaço fiscal do que os países que têm moeda-reserva. (...) Com esse agravamento do quadro fiscal, estamos indo para uma relação dívida pública sobre PIB de 100%. Agora, se temos menos espaço fiscal, temos um pouquinho mais de espaço monetário. Os juros lá (nos países desenvolvidos) já estão em zero. Isso é uma questão complexa, que vai depender muito da capacidade que temos de reestabelecer o ânimo empresarial e a disposição dos consumidores a gastar.

Os impulsos ficais ajudam no consumo das famílias, não?

Nos Estados Unidos, por causa das transferências, houve uma retomada muito forte, praticamente no nível anterior, do consumo das classes mais pobres. O consumo que está retraído é o consumo dos 25% mais ricos, do pessoal que fugiu de Manhattan. Esse consumo vai voltar quando o medo passar. O curso do vírus é que vai determinar um pouco esse processo de retomada do consumo da parte mais substantiva do total. Embora seja menos gente (os 25% mais ricos), o poder de compra é muito maior.

Economia do Reino Unido tem maior contração em 40 anos no 1º tri

  Economia do Reino Unido tem maior contração em 40 anos no 1º tri Economia do Reino Unido tem maior contração em 40 anos no 1º triLONDRES (Reuters) - A economia britânica registrou no início de 2020 a maior contração desde 1979 uma vez que as famílias reduziram seus gastos, de acordo com dados oficiais que incluem os primeiros dias das restrições devido ao coronavírus.

© Fornecido por Lusa Moçambique: Covid -19: Fugir da fome é um desafio no renovado estado de emergência. "Nunca tivemos tantos casos ativos como agora porque a maior parte foi diagnosticada recentemente", referiu Ilesh Jani. Nampula e Cabo Delgado são as províncias que registam também

“Se vocês forem infetados, vão infetar outra pessoa, que vai infetar outra pessoa”, especificou. de metade dos novos casos são pessoas com menos de 35 anos, o que é uma informação encorajadora”, disse . Covid -19: Probabilidade de morte em crianças é rara, aponta estudo (Notícias ao Minuto).

Isso vai acontecer no Brasil ainda?

Com certeza. Não temos ainda esse tipo de dado. Nos Estados Unidos é um pouco mais fácil porque aqui as pessoas mais pobres ainda gastam em dinheiro. Isso é mais difícil de traçar.

Diante disso, deveríamos investir na manutenção dos auxílios emergenciais?

O ideal seria a gente encontrar um espaço fiscal para fazer uma ampliação do Bolsa Família. Esse é um tema que está em discussão muito ampla, tem propostas pipocando para todo lado, algumas mais fantasiosas, outras mais realistas. Há uma coisa emergencial, que é o prolongamento do auxílio, dado que o vírus não se abateu no período que estávamos com esperança que se abatesse. A outra questão é como será o formato mais ou menos prolongado desse processo.

O sr. é favorável a uma ampliação das transferências?

Acho importante, temos que discutir isso. Podemos fazer desta crise uma oportunidade para uma discussão séria sobre distribuição de renda no País.

É possível fazer isso sem reformas, como a administrativa e a tributária?

A alternativa a isso seria aumentar brutalmente os impostos, o que não é o caso. Já estamos com uma carga tributária, para nosso nível de renda, bastante alta. Temos que conseguir um jeito é de redistribuir o gasto. E tem que melhorar a qualidade dos impostos, obviamente.

Governo vai integrar IBGE e Ipea para montar ‘fábrica de ideias’ econômicas

  Governo vai integrar IBGE e Ipea para montar ‘fábrica de ideias’ econômicas O objetivo é ampliar as análises de políticas públicas, além de reforçar as informações sobre a queda do Produto Interno Bruto e como será a recuperação econômica no pós-covid-19 . Por isso, a SPE, que hoje está vinculada à Secretaria Especial de Fazenda, onde também está o Tesouro Nacional, será transferida para nova secretaria.

Tivemos um cliente com Covid -19 no nosso restaurante e vamos entrar em quarentena. Uma notícia que levou Ruy de Carvalho a manifestar-se na mesma rede social, tendo dedicado algumas palavras de carinho e apoio à dona do estabelecimento, com quem tem uma grande amizade.

A pandemia de covid -19 “ foi um enorme, enorme, choque para o país, mas vamos recuperar muito bem”, disse Johnson numa entrevista ao tabloide Mail on Sunday. “Se a covid fosse um relâmpago, o que estamos prestes a ver é uma trovoada de consequências económicas.

Qual a consequência de continuar aumentando a dívida pública?

Isso seria autodestrutivo, porque a retomada depende do restabelecimento de um ambiente de negócios. As oportunidades estão aí. A do saneamento está sendo criada (com a aprovação, na semana passada, do novo marco regulatório para o setor). A questão é saber se o pessoal (os investidores) vai vir. Para vir, precisa ter confiança no ambiente de negócios e em tudo o mais. Num País que está com a dívida descontrolada, quem vai ser louco (de investir)?

Como fazer as reformas?

Vai ter que fazer uma redistribuição. Então, vai haver perdedores, sem dúvida. Não é fácil. Não é uma coisa para fazer do dia para a noite. Vai precisar de um debate amplo na sociedade, para ter uma avaliação muito clara para as pessoas do que se trata. Não vai chover dinheiro. Vamos tirar dinheiro de um lado e colocar no outro. É importante que esse debate seja bastante amplo, porque se depender só dos lobbies que pressionam o Congresso, não vamos chegar a lugar algum.

O sr. está mais pessimista ou otimista com os rumos da economia?

Estamos numa situação extremamente difícil. Normalmente, os períodos de expansão são muito mais prolongados do que os períodos recessivos. É uma característica do ciclo econômico tradicional. Agora, pega essa última leva. Tivemos um período recessivo, de 2014 a 2016, que é praticamente da mesma extensão (11 trimestres) que a expansão que tivemos até o ultimo trimestre do ano passado (de 12 trimestres). Só isso já é uma sinalização bastante clara da precariedade. A economia já estava andando de lado. Essa expansão não foi nada para ficar muito entusiasmado. A economia já não vinha bem das pernas. Precisamos ter um conjunto de mudanças muito substantivas para uma retomada mais vigorosa e para termos um espaço mais amplo para essa discussão dos sistemas redistributivos, que são tão importantes no Brasil.

As medidas dos países desenvolvidos podem beneficiar o Brasil com um crescimento global maior?

Já estamos nos beneficiando da retomada na Ásia. As exportações brasileiras para a Ásia estão indo muito bem, obrigado. Nesse sentido, sim, mas isso olhando para os próximos meses. A questão que se coloca mais à frente, pós-covid, é como vai ser essa reestruturação, a recomposição da economia mundial, toda essa questão do protecionismo e do papel das organizações internacionais. Isso vai depender muito do resultado das eleições (presidenciais) americanas (marcadas para novembro).

Senado decide ter 1 dia a menos de votação a partir da metade de julho .
Não haverá mais sessão na 3ª feira. Motivo: compromissos nos EstadosSegundo a assessoria do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), a alteração foi 1 pedido dos líderes. Além disso, em comunicado, foi confirmado que não haverá o recesso do meio do ano em 2020.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 94
Isto é interessante!