Brasil Rio encaminha acordo com a Fórmula 1 e fica perto de tirar de São Paulo o GP

20:52  30 junho  2020
20:52  30 junho  2020 Fonte:   estadao.com.br

Bolsonaro encontra diretor da Rio Motorsports para conversar sobre GP do Brasil no Rio

  Bolsonaro encontra diretor da Rio Motorsports para conversar sobre GP do Brasil no Rio Presidente faz reunião em Brasília para debater andamento da negociação sobre o futuro da Fórmula 1 no BrasilComo o Estadão revelou nesta terça-feira, o Rio de Janeiro encaminhou um acordo com a Fórmula 1 para receber o GP do Brasil após o fim do contrato em vigor com São Paulo, que termina no fim deste ano. Para fechar com a categoria, a candidatura da Rio Motorsports oferece um pacote de US$ 65 milhões (cerca de R$ 339 milhões) anuais para a categoriam entre taxa de promoção e venda com ingressos VIPs.

O consórcio Rio Motorsports encaminhou nos últimos dias o acordo com a Fórmula 1 para a realização do GP do Brasil por dez edições a partir de 2021. O Estadão apurou que as conversas estão concluídas. A tendência é que o anúncio oficial seja realizado nas próximas semanas e possa, assim, estar confirmado que a prova deixará Interlagos para ser disputada em um autódromo previsto para ser construído em Deodoro. As obras ainda não começaram.

As negociações entre o consórcio e a cúpula da Fórmula 1 se intensificaram nos últimos meses. Reuniões por teleconferência e a troca de versões atualizadas do contrato marcaram as conversas entre as partes. Na semana passada, as duas partes conseguiram chegar a um acordo sobre todo um complexo pacote de contrapartidas, que vai desde os valores da taxa de promoção até a venda de ingressos VIPs e a indicação de patrocinadores.

Santos encaminha renovação do contrato de um dos artilheiros da base

  Santos encaminha renovação do contrato de um dos artilheiros da base O Santos está perto de renovar o contrato de um de seus artilheiros da categoria de base: Caio Mota, de 18 anos. O Peixe apresentou um plano de carreira aos representantes do atacante, com renovação até dezembro de 2024. A proposta agradou e deve ser aceita em breve. O Alvinegro vê Caio como grande promessa […]Caio Mota deve renovar com o Santos (Pedro Azevedo/Divulgação SFC)

Detalhes do projeto do novo autódromo do Rio © Divulgação/Rio Motorsports Detalhes do projeto do novo autódromo do Rio

Para atrair o Liberty Media, grupo dono da Fórmula 1, a candidatura do Rio oferece um pacote de US$ 65 milhões (cerca de R$ 339 milhões) anuais para a categoria. Desse valor, US$ 35 milhões (183 milhões) são para a taxa de promoção, valor cobrado pela F-1 para organizar as provas, e mais US$ 30 milhões (R$ 156 milhões) de receita garantida para a Fórmula 1 pela venda de ingressos VIPs.

Para viabilizar os primeiros anos de pagamento da taxa de promoção, a candidatura carioca conta com a liberação feita ano passado pelo governo estadual de um valor de R$ 302,4 milhões. O valor foi aprovado em novembro pela Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude do Rio de Janeiro e virá de renúncia fiscal a partir de empresas interessadas em repassar até 3% do ICMS para recolhimento para o projeto intitulado "Fórmula 1 Rio de Janeiro de 2021-2030". O repasse ao consórcio será em parcelas anuais até 2022.

Fórmula 1 eleva audiência matutina, bate concorrência e até game show da Globo

  Fórmula 1 eleva audiência matutina, bate concorrência e até game show da Globo Com 8,5 pontos de média e picos de 9, a Fórmula 1 subiu a audiência do Esporte Espetacular e manteve a Globo à frente das rivais, de acordo com dados consolidados do Ibope , a corrida subiu a pontuação para 8,5, com picos de 9. As informações são do Teleguiado. © Fornecido por Grande Prêmio Valtreri Bottas comemora a vitória no Red Bull Ring (Foto: F1) Tal marca deixou a Globo na liderança do horário matutino, à frente do SBT, que teve média de 5,3 pontos com 'Chaves' e 'Domingo Legal', e da Record, com 'Todo Mundo Odeio o Chris', que teve média de 3,9 pontos.

Projeto de autódromo do Rio é o de construir pista em Deodoro © Divulgação/Consórcio Rio Motorsport Projeto de autódromo do Rio é o de construir pista em Deodoro

Justamente as garantias financeiras maiores pesaram para o Rio despontar no momento como favorito para desbancar São Paulo, sede do GP do Brasil de forma ininterrupta desde 1990. A prova paulistana tem contrato para receber a prova somente até este ano e sinalizou meses atrás com uma proposta de US$ 20 milhões (R$ 104 milhões) pela taxa de promoção para renovar o acordo. Junto com Mônaco, o GP do Brasil é o único do calendário atual da Fórmula 1 que não paga essa taxa aos donos da categoria.

A decisão da Fórmula 1 sobre o destino da prova brasileira não deve demorar porque até julho a entidade pretende montar um rascunho de como será o calendário do próximo ano. Essa versão prévia é necessária porque no próximo mês a entidade vai realizar uma reunião com o Federação Internacional do Automobilismo (FIA) para escolher quais provas vão fazer parte do campeonato em 2021.

Manifestantes tentam derrubar estátua perto da Casa Branca

  Manifestantes tentam derrubar estátua perto da Casa Branca Um grupo de manifestantes tentou derrubar a estátua de um presidente dos Estados Unidos perto da Casa Branca na noite de segunda-feira, enquanto a polícia de Washington tentava dispersar o protesto com spray de pimenta. Na segunda-feira, várias centenas de manifestantes foram repelidos por pelo menos 100 policiais depois de colocarem cordas em torno da estátua de Andrew Jackson, o sétimo presidente dos Estados Unidos, que fica na Praça Lafayette, a poucos metros da Casa Branca. "A polícia nos atacou. Eles tomaram a justiça em suas próprias mãos", disse à AFP Raymond Spaine, um afro-americano de 52 anos que limpou os olhos com uma solução de água e sal.

O consórcio interessado em construir o autódromo pretende investir R$ 700 milhões para viabilizar a obra em um terreno na zona oeste do Rio, área que pertence ao Exército. O Rio Motorsports promete contar apenas com recursos privados para erguer o empreendimento e além da negociação com a Fórmula 1, já assinou contrato com a MotoGP. A categoria de motociclismo tem acordo realizar provas no Rio a partir de 2022.

Apesar da negociação com a Fórmula 1, a obra ainda não tem data para começar. O consórcio precisa da emissão de licenças e estudos de impactos ambientais para iniciar a construção. Uma audiência pública destinada para essa finalidade foi cancelada em março por causa da pandemia e remarcada meses depois para realização por videoconferência. No entanto, o compromisso acabou desmarcado por decisão da Justiça. O tempo necessário para se construir o autódromo é de aproximadamente 14 meses. A Rio Motorsports foi procurada e disse que não se pronunciaria sobre o assunto.

Após reflexos do ‘ciclone bomba’, como fica o tempo na capital? .
Salah destaca mudanças desde que chegou ao Liverpool: 'Na primeira temporada, ninguém focava em mim'

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 0
Isto é interessante!