Brasil Tebas, o negro escravizado que marcou a arquitetura de São Paulo

21:46  30 junho  2020
21:46  30 junho  2020 Fonte:   brasil.elpais.com

Organização do Campeonato Espanhol confirma jogos sem torcida até o fim da temporada

  Organização do Campeonato Espanhol confirma jogos sem torcida até o fim da temporada Os jogos do Campeonato Espanhol serão realizados com portões fechados pelo restante da temporada 2019/20. Segundo a agência Reuters, A secretária de Esporte da Espanha, Irene Lozano, e o presidente da La Liga, Javier Tebas, descartaram a volta da torcida aos estádios pelo risco de contágio do coronavírus. “O futebol move massas de pessoas, não […]Segundo a agência Reuters, A secretária de Esporte da Espanha, Irene Lozano, e o presidente da La Liga, Javier Tebas, descartaram a volta da torcida aos estádios pelo risco de contágio do coronavírus.

A Matriz da Sé, em foto de Militão Augusto de Azevedo, década de 1860 reproduzida no livro 'Tebas, um negro arquiteto na São Paulo escravocrata'. © Reprodução A Matriz da Sé, em foto de Militão Augusto de Azevedo, década de 1860 reproduzida no livro 'Tebas, um negro arquiteto na São Paulo escravocrata'.

Joaquim Pinto de Oliveira (1721-1811), mais conhecido como Tebas, foi um homem escravizado cuja contribuição para a arquitetura São Paulo passou por um processo de apagamento. Até pouco tempo, sua própria identidade era considerada uma lenda. Não há dúvida, no entanto, sobre a importância de seu trabalho, que resiste ao tempo no centro da capital paulista nas fachadas da Igreja da Ordem 3ª do Carmo e da Igreja das Chagas do Seráfico Pai São Francisco.

Campeonato Espanhol não terá público nos estádios até o final da temporada

  Campeonato Espanhol não terá público nos estádios até o final da temporada Decisão é contrária à previsão de Javier Tebas, que, no mês passado, havia redigido um rascunho de um protocolo a ser entregue para o governo, no qual previa o retorno dos torcedores aos jogos. "O plano mais seguro a fazer é completar a temporada sem espectadores", disse Irene Lozano. "O futebol move massas de pessoas, não é como o teatro. Uma peça a portas fechadas é assistida por apenas 250 pessoas, mas um estádio com apenas um terço de sua capacidade pode significar 30 mil pessoas. É por isso que o futebol é diferente de outras atividades.

Nascido na Vila de Santos, no litoral paulista, filho de Clara Pinta de Araújo, Tebas foi levado para a capital do Estado por um mestre-pedreiro português, Bento de Oliveira Lima, que detinha sua propriedade juntamente com sua esposa, Antonia Maria Pinta, de quem, possivelmente, assumiu o sobrenome.

Mestre de cantaria, o ofício de talhar blocos de rocha bruta para a construção de edifícios, Tebas foi fundamental na modernização de uma São Paulo construída basicamente com taipa, a técnica de utilizar barro para moldar edificações. Seu trabalho foi explorado por diversas ordens religiosas como beneditinos, franciscanos, carmelitas e católicos na ornamentação de igrejas, como o Mosteiro de São Bento e a antiga Catedral da Sé.

Você sabia? Rogério Ceni quase marcou um hat-trick em mata-mata de Libertadores

  Você sabia? Rogério Ceni quase marcou um hat-trick em mata-mata de Libertadores Com 14 gols, Rogério Ceni é ao lado de Luis Fabiano o maior artilheiro do São Paulo em Libertadores. Em nove edições como titular, o goleiro marcou sete vezes em partidas de mata-mata. Em 2005, o camisa 01 foi artilheiro do Tricolor na competição, ao lado de Luizão, com cinco gols, e quase marcou um […]Em 2005, o camisa 01 foi artilheiro do Tricolor na competição, ao lado de Luizão, com cinco gols, e quase marcou um hat-trick. A  marca chegou perto de ser alcançada no jogo de ida das quartas de final, contra o Tigres-MEX. O goleiro marcou duas vezes em cobranças de falta, uma no 1º tempo e outra no início do 2º.

As documentações sobre sua alforria são contraditórias e diferem conforme o narrador. Há quem defenda que Tebas conseguiu sua alforria entre 1777 e 1778, após uma ação judicial movida contra a viúva de Lima. Outros enfatizam que Tebas trabalhava com um grau de autonomia ― na condição de liberto condicional ―, assinando contratos, o que o levou a comprar sua liberdade em troca de projetos. Há também relatos de que teria sido alforriado em testamento pelo empreiteiro Bento Lima.

Um de seus trabalhos mais importantes, o Chafariz da Misericórdia, erguido no que é hoje a rua Direita, no centro da capital, foi demolido em 1866. Trata-se do primeiro chafariz público da cidade, construído quando Tebas já estava alforriado, que tinha um sistema que canalizava as águas do ribeirão Anhangabaú. Era ali que escravizados se reuniam para buscar água e abastecer as casas de seus senhores.

Há nove anos, Corinthians goleava o São Paulo no Pacaembu

  Há nove anos, Corinthians goleava o São Paulo no Pacaembu No dia 26 de junho de 2011, o Corinthians bateu o São Paulo por 5 a 0 em partida do Campeonato Brasileiro, disputada no Pacaembu. A goleada do Alvinegro diante do rival completa nove anos nesta sexta-feira. Comandado pelo técnico Tite, o Corinthians entrou em campo formado por: Júlio César, Weldinho, Chicão, Leandro Castán, Fábio […]Fernando Dantas/Gazeta Press

Chafariz da Misericórdia. Imagem de José Whasth Rodrigues, (1871-1957) © Reprodução Chafariz da Misericórdia. Imagem de José Whasth Rodrigues, (1871-1957)

Há relatos de que seu nome se tornou uma expressão popular de alguém que sabia fazer de tudo. Dizia-se à epoca: “fulano é um Tebas”, como elogio, segundo pesquisadores. Porém, um século depois havia dúvidas se ele realmente teria existido. Essa era a pergunta de um artigo sobre a história do bairro da Sé, no centro da capital, publicado pela Prefeitura de São Paulo em 1971, conforme relata a historiadora Emma Young, no livro Tebas, um negro arquiteto na São Paulo escravocrata, lançado em 2019. Organizado pelo jornalista e escritor Abilio Ferreira em parceria com outros pesquisadores, a obra faz parte de um esforço para tirar do esquecimento o legado do mestre da cantaria.

“Tebas está para o século XVIII assim como Luiz Gama está para o XIX. Ambos, porém, pelo significado de suas existências, transcendem a época em que viveram”, escreve Ferreira. Gama, um homem nascido livre ― que foi vendido aos 10 anos pelo próprio pai em Salvador ―, foi um autodidata que conseguiu provar a ilegalidade de sua própria escravidão, tornando-se um proeminente jornalista e escritor abolicionista. Ele libertou, por via judicial, mais de 500 escravos, e foi reconhecido em 2010 como advogado pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A homenagem serviu de inspiração para que o historiador Ramatis Jacino, ativista do movimento negro, cobrasse o mesmo reconhecimento de Tebas.

Paquetá desmente possível ida ao São Paulo e diz que, no Brasil, só joga pelo Fla

  Paquetá desmente possível ida ao São Paulo e diz que, no Brasil, só joga pelo Fla Paquetá desmente possível ida ao São Paulo e diz que, no Brasil, só joga pelo Fla“Cada dia eu estou indo para um clube diferente. Respeito muito o clube São Paulo, mas essa notícia não é verdadeira galera!!! Todos sabem que meu coração é preto e vermelho. Não me vejo voltando ao Brasil a não ser para minha casa. Abraço a todos”, escreveu o jogador.

Homenagem feita pelo Google ao arquiteto brasileiro Tebas. © Reprodução Google Homenagem feita pelo Google ao arquiteto brasileiro Tebas.

“Invisibilizar a contribuição de africanos e seus descendentes e de indígenas na construção econômica, na organização social e política, assim como na produção cultural da nação brasileira foi (e continua sendo) parte do projeto de dominação étnica e de classes”, escreve Jacino, no capítulo Tebas e o legado africano na produção da riqueza e na urbanização paulistana, do livro sobre o construtor. O pesquisador destaca que, “para além da extraordinária fortuna gerada pelo seu trabalho forçado, os africanos e seus descendentes legaram um conjunto de conhecimentos científicos e tecnológicos, determinantes para a geração daquela fortuna”.

Tebas morreu em 11 de janeiro de 1811, aos 90 anos e foi sepultado na Igreja de São Gonçalo, localizada na Praça João Mendes, centro de São Paulo. Sua história se tornou um samba escrito em 1974 pelo cantor e compositor Geraldo Filme, um militante do movimento negro, que reivindicava, já naquela época, a memória do construtor como figura fundadora da modernização de São Paulo, conta o pesquisador Carlos Gutierrez Cerqueira Pesquisador, do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), no livro que reconstrói a memória e Tebas.

Barcelona deve oferecer R$ 6 milhões por joia do São Paulo

  Barcelona deve oferecer R$ 6 milhões por joia do São Paulo Ainda nesta semana, o São Paulo FC deve e espera receber uma proposta de aproximadamente 1 milhão de Euros (cerca de R$ 6,1 milhões de reais) por Maia, um dos destaques do São Paulo na Copinha deste ano. Ele marcou três gols em sete partidas da competição. Pessoas ligadas ao jovem atleta de 19 anos já dão a transação como certa. A ideia é que o jogador se apresente entre agosto e setembro ao clube espanhol. Além do Barcelona, outras equipes da Europa já demonstraram interesse no jovem no mercado da bola. O Atlético de Madri e o Liverpool chegaram a sondar pessoas próximas do garoto da base tricolor.

Samba: Tebas, o escravo

Tebas, negro escravo

Profissão: Alvenaria

Construiu a velha Sé

Em troca pela carta de alforria

Trinta mil ducados que lhe deu padre Justino

Tornou seu sonho realidade

Daí surgiu a velha Sé

Que hoje é o marco zero da cidade

Exalto no cantar de minha gente

A sua lenda, seu passado, seu presente

Praça que nasceu do ideal

E braço escravo

É praça do povo Velho relógio, encontro dos namorados

Me lembro ainda do bondinho de tostão

Engraxate batendo a lata de graxa

E camelô fazendo pregão

O tira-teima do sambista do passado

Bixiga, Barra Funda e Lava-Pés

O jogo da tiririca era formado

O ruim caía e o bom ficava de pé

No meu São Paulo, oi lelê, era moda

Vamos na Sé que hoje tem samba de roda.

O livro Tebas, um negro arquiteto na São Paulo escravocrata está disponível gratuitamente aqui, no site do Conselho de Arquitetura e Urbanismo de São Paulo.

Paquetá nega rumores sobre transferência para o São Paulo .
O jogador brasileiro está no Milan desde 2019A declaração do jogador foi dada depois dos boatos sobre sua possível ida para o São Paulo, já que o Milan estaria interessado em Liziero. Segundo o portal "Milan News", os brasileiros poderiam ser envolvidos em uma troca entre as equipes.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 0
Isto é interessante!