Brasil Estado do Rio chega a 10 mil mortes por covid-19; casos passam de 112 mil

00:17  01 julho  2020
00:17  01 julho  2020 Fonte:   estadao.com.br

Brasil registra 1.022 mortes por Covid-19 e se aproxima de 50 mil óbitos

  Brasil registra 1.022 mortes por Covid-19 e se aproxima de 50 mil óbitos SAUDE-CORONAVIRUS-JUN20:Brasil registra 1.022 mortes por Covid-19 e se aproxima de 50 mil óbitosO país chegou a 1.067.579 casos confirmados, registrando o terceiro maior índice diário de novos casos do coronavírus, com 34.666. Na véspera, o Brasil bateu seu recorde com 54.771 novas infecções --a segunda maior marca, de 34.918, foi alcançada no dia 16 deste mês.

Com 232 mortes e 728 casos registrados nas últimas 24 horas, estado chegou a 10 .080 óbitos e 112 ,6 mil pacientes contagiados; 93.423 O estado do Rio de Janeiro passou nesta terça-feira (30) da marca dos 10 mil mortos por Covid - 19 . O dado foi divulgado no painel da Secretaria Estadual de

Covid - 19 é uma infecção respiratória que começa com sintomas como febre e tosse seca e, ao fim de uma semana, pode No Brasil, um acompanhamento dos dados do covid - 19 por Estado por ser visto neste link. Role a barra lateral para ver mais dados na tabela. * Mortes a cada 100 mil pessoas.

RIO - Cento e cinco dias após a primeira morte por covid-19, em 17 de março, o Estado do Rio de Janeiro ultrapassou nesta terça-feira (30) a marca de 10 mil mortes. Agora são 10.080 mortos pela doença, segundo boletim divulgado pela secretaria estadual de Saúde, o que corresponde à média de 96 por dia. Nas últimas 24 horas foram registradas 232 mortes e 728 novos casos, o que eleva o número total de casos em todo o Estado para 112.611. Se fosse um país, o Estado do Rio seria o 19º do mundo com mais infectados. Mais 1.011 mortes estão sendo investigadas, sob suspeita de terem sido causadas pela covid-19, e 93.423 pacientes se curaram.

Rio de Janeiro tem mais de 96 mil casos confirmados da covid-19

  Rio de Janeiro tem mais de 96 mil casos confirmados da covid-19 De cada três mortes pelo novo coronavírus no Estado, duas aconteceram na capital fluminense .

O primeiro caso de covid - 19 no Brasil foi registrado em 25 de fevereiro. No Brasil, 57 mil . O Instituto de Métricas e Avaliação da Saúde da Universidade de Washington No Brasil, há pouco mais de três meses, o presidente Jair Bolsonaro chegou a afirmar que o número de mortes ficaria abaixo

A Secretaria Estadual de Saúde do Rio Grande do Sul informou, na tarde desta segunda-feira (29), que o estado tem 582 mortes por coronavírus. Foram notificados 23 óbitos pela doença. Com relação aos casos , são 436 novos pacientes confirmados e um total de 25.569 infectados por Covid - 19 .

Congestionamento no Rio aumenta 500% em primeiro dia após flexibilização © Wilton Junior/ Estadão - 8/6/2020 Congestionamento no Rio aumenta 500% em primeiro dia após flexibilização

O governador do Rio, Wilson Witzel (PSC), publicou mensagem no Twitter lamentando as mortes, e errou o número total, além de cometer erros de grafia: “Hoje ou RJ chegou uma triste marca de 10 milhões de mortes decorrentes do Covid-19. Toda minha solidariedade às famílias de cada uma das vítimas. A nossa prioridade é salvar ou o máximo de vidas possíveis.”

A maioria dos internautas reagiu com críticas ao governador. “Se a prioridade é salvar vidas, não tem que relaxar a quarentena, não tem que abrir shopping, não tem que ter bar e nem praia! Vai morrer muito mais gente”, escreveu um deles.

Distribuição. Os dez municípios que concentram mais mortes por covid-19 no Estado do Rio de Janeiro são a capital (6.550), São Gonçalo (430), Duque de Caxias (430), Nova Iguaçu (342), Niterói (230), São João de Meriti (215), Belford Roxo (177), Magé (132), Itaboraí (125) e Mesquita (107).

Os dez municípios com maior número de casos são o Rio de Janeiro (56.936), Niterói (6.377), São Gonçalo (5.103), Nova Iguaçu (3.266), Duque de Caxias (3.110), Itaboraí (2.462), Macaé (2.371), Angra dos Reis (2.195), Campos dos Goytacazes (1.796) e Volta Redonda (1.692).

Diretora da OMS para Américas diz que relaxar medidas cedo pode causar nova onda de Covid-19 .
Diretora da OMS para Américas diz que relaxar medidas cedo pode causar nova onda de Covid-19Nos Estados Unidos, o Estado de Washington e Nova York estão vendo números muito baixos de novos casos e mortes, mas 27 outros Estados estão registrando crescimento exponencial, disse Etienne, que também é diretora-geral da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas).

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 3
Isto é interessante!