Brasil Web comemora demissão da mulher que humilhou fiscal no Fantástico

22:59  06 julho  2020
22:59  06 julho  2020 Fonte:   catracalivre.com.br

TCU diz que 620 mil pessoas receberam auxílio emergencial sem ter direito

  TCU diz que 620 mil pessoas receberam auxílio emergencial sem ter direito TCU diz que 620 mil pessoas receberam auxílio emergencial sem ter direitoDe acordo com o documento, já foram gastos R$ 35,8 bilhões para 50.228.253 milhões de beneficiários.

  Web comemora demissão da mulher que humilhou fiscal no Fantástico © Reprodução/TVGlobo

A web comemorou, nesta segunda-feira, 6, a demissão da mulher flagrada pela reportagem do “Fantástico”, na TV Globo, humilhando um fiscal da Vigilância Sanitária do Rio de Janeiro que trabalhava para manter a segurança das pessoas frente à pandemia do novo coronavírus e a reabertura do bares e restaurantes na capital fluminense .

O caso ocorreu na noite do último sábado, 4, durante blitz da Vigilância Sanitária a bares da Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio. Nas imagens do “Fantástico”, Flávio Graça, que é médico-veterinário e conduzia a operação, aparece sendo ofendido por um casal. “Cidadão não, engenheiro civil formado, melhor do que você”, diz a mulher.

Internautas massacram Fantástico por entrevista com Sari Corte Real

  Internautas massacram Fantástico por entrevista com Sari Corte Real A edição do Fantástico, da Globo, do último domingo, 5, foi duramente criticada nas redes sociais por exibir uma entrevista exclusiva com Sari Corte Real, envolvida no caso da morte do menino Miguel, de 5 anos de idade. Parte do público que acompanhou a reportagem pelo Twitter massacrou a revista eletrônica da emissora carioca por ter dado espaço para a primeira-dama da cidade de Tamandaré, em Pernambuco (PE), se defender das acusações de que tenha facilitado a queda do garotinho do 9º andar do prédio onde mora.

#NessaQuarentenaEuVou – Dicas durante o isolamento:

  • Lista de serviços de acolhimento emocional à distância
  • 3 motivos para curtir a sua própria companhia
  • 5 dicas essenciais para os ansiosos de plantão
  • 4 dicas de autocuidado com a saúde mental
  • 3 tipos de meditação para dormir melhor
  • Receitas de doces e salgados para você testar
  • Cursos e plataformas online para estudar
  • Agenda de lives para dançar e cantar no quarto

Em nota, a TAESA afirmou que “compartilha a indignação da sociedade em relação a este lamentável episódio, sobretudo em um momento no qual o número de casos da doença [covid-19] segue em alta no Brasil e no mundo”. A empresa disse ainda que adotou “inúmeras iniciativas para proteger a saúde de seus profissionais e familiares”, e que a funcionária foi demitida por desrespeitar a “política vigente na empresa”.

Empresa demite mulher flagrada ofendendo fiscal da Prefeitura do Rio

  Empresa demite mulher flagrada ofendendo fiscal da Prefeitura do Rio Taesa afirmou que 'compartilha a indignação da sociedade em relação a este lamentável episódio'Na reportagem, a mulher aparece ao lado de um homem ofendendo o Superintendente de Inovação, Pesquisa e Educação em Vigilância Sanitária, Fiscalização e Controle de Zoonoses da Prefeitura do Rio, Flávio Graça. Após o fiscal se referir ao homem como "cidadão", a mulher rebateu: “Cidadão não, engenheiro civil, formado. Melhor do que você”, disse ela.

Após a mulher ser demitida e se tornar a mais nova desempregada do país, o tema passou a circular entre os mais comentados do Twitter, nesta segunda-feira. “Cidadã não, desempregada”, dizem os internautas brincando com a soberba da mulher exibida no Fantástico. “Tchau, querida”, disseram outros.

Confira a repercussão:

Veja também: Mulher flagrada pelo ‘Fantástico’ humilhando fiscal no Rio é demitida

Vídeo de policial agredindo mulher negra gera indignação no Brasil .
Um vídeo no qual se vê um policial de São Paulo pisando no pescoço de uma mulher negra após imobilizá-la durante uma abordagem causou grande indignação no Brasil, nesta segunda-feira. O incidente ocorreu em 30 de maio em um bairro no extremo sul da cidade, mas só obteve uma repercussão maior depois que a TV Globo teve acesso as imagens e divulgou uma reportagem no domingo sobre a agressão. Nas imagens, gravadas com celular, é visível que um dos policiais apoiou seu pé esquerdo sobre o pescoço de uma mulher, de 51 anos, tendo a sua boca pressionada no chão, e que havia se intrometido na abordagem policial para defender um amigo que estava sendo agredido pelos agentes de segura

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 54
Isto é interessante!