Brasil: TSE cancela 2,486 milhões de títulos de eleitores que não foram votar - - PressFrom - Brasil

BrasilTSE cancela 2,486 milhões de títulos de eleitores que não foram votar

12:35  25 maio  2019
12:35  25 maio  2019 Fonte:   poder360.com.br

Europeias: Eleitores de 21 Estados-membros chamados às urnas

Europeias: Eleitores de 21 Estados-membros chamados às urnas Processo de eleição dos 751 deputados do Parlamento Europeu para a legislatura 2019-2024 termina este domingo (26.05), com a ida às urnas dos eleitores de 21 países. Resultados são esperados ao final do dia. © Getty Images/AFP/E. Dunand Parlamento Europeu, em Bruxelas. Cerca de 400 milhões de cidadãos europeus estão inscritos para votar até este domingo e escolher os seus representantes no próximo Parlamento Europeu (PE).

A Justiça Eleitoral cancelou 2 . 486 .495 títulos de eleitores em todo o país e no exterior, por ausência nas três últimas eleições consecutivas. As informações foram divulgadas nesta sexta-feira (24) e podem ser acessadas na página do Tribunal Superior Eleitoral ( TSE ) na área Serviços ao Eleitor

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral ( TSE ), em todo o país, mais de 2 ,6 milhões de pessoas estão com títulos eleitorais irregulares. Os eleitores que não votaram nem justificaram a ausência às urnas nas últimas três eleições têm até o próximo dia 6 de maio para regularizar a situação.

TSE cancela 2,486 milhões de títulos de eleitores que não foram votar © Marcello Casal Jr Sem o título de eleitor, o cidadão perde alguns direitos junto à União

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) anunciou o cancelamento 2,486 milhões de títulos de eleitores que não votaram –ou justificaram a ausência –em três eleições consecutivas. Pelo critério da Corte, cada turno é considerado uma eleição. Também entram na conta pleitos suplementares que possam ter sido realizados.

Os Estados com mais títulos anulados foram: São Paulo (674 mil), Rio de Janeiro (299 mil), Minas Gerais (226 mil), Rio Grande do Sul (120 mil) e Paraná (107 mil). Entre as capitais, São Paulo lidera o ranking, com 199.136 cancelamentos, seguido por Rio de Janeiro (126.251) e Goiânia (39.841).

Eleitores vão às urnas para escolher representantes do Parlamento Europeu

Eleitores vão às urnas para escolher representantes do Parlamento Europeu Os eleitores já começaram a votar neste domingo (26) em 21 países da União Europeia para escolher os representantes do Parlamento Europeu, um órgão que ganha cada vez mais importância na discussão e análise de questões essenciais para a estabilidade da UE. Seis países do leste do continente, entre eles a Grécia, a Hungria, a Romênia, a Lituânia e Chipre foram os primeiros a abrir os locais de votação, seguidos pela Itália, Polônia e Áustria. A votação também já teve início na França, Alemanha, Bélgica, Suécia, Portugal e Dinamarca. O pleito já ocorreu em sete outros países desde quinta-feira (23), entre eles o Reino Unido.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Justiça Eleitoral cancelou 2 . 486 .495 títulos de eleitores em todo o país e no exterior, por ausência nas três últimas eleições consecutivas, segundo divulgou o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) nesta sexta-feira (24).

Mais de 11 milhões votaram em branco e nulo, o equivalente à população de Portugal. Nas últimas 6 eleições que foram para o 2 ° turno, em apenas duas o número de votos brancos e 3,4 milhões de títulos de eleitores que não fizeram o cadastramento biométrico foram cancelados em 2018.

Em Brasília, onde as eleições são realizadas apenas a cada 4 anos, o número de eleitores com títulos cancelados superou os 35 mil. Por outro lado, Belém se destacou como a capital com menos dividendos eleitorais. Apenas 12 títulos foram cancelados na capital paraense.

COMO REGULARIZAR A SITUAÇÃO

Quem teve o título cancelado e pretende recuperá-lo precisa comparecer a uma junta eleitoral com documento de identidade com foto e comprovante de residência –o título, mesmo que cancelado, deve ser levado também se a pessoa ainda o tiver. É preciso ainda pagar uma multa.

Para consultar a situação do seu título e saber se ele foi cancelado, o eleitor pode acessar a página do TSE ou procurar 1 cartório eleitoral, levando documento com foto. Caso o titular do documento tenha omitido a prestação de contas de campanha ou esteja com os direitos políticos cassados, a regularização estará vedada pelo Tribunal.

Sem a validade do título de eleitor, o cidadão fica inapto para emitir de carteira de identidade, receber salário de órgão público e solicitar empréstimos em bancos estatais. Além disso, pode ter também dificuldades para a ser nomeado após aprovação em concurso público.

Leia Mais

Presidente da Comissão Especial diz que PEC da Previdência será votada em julho.
Presidente da Comissão Especial diz que PEC da Previdência será votada em julho

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 0
Isto é interessante!