Brasil: Bolsonaro diz que pautas defendidas nas manifestações foram legítimas - - PressFrom - Brasil

BrasilBolsonaro diz que pautas defendidas nas manifestações foram legítimas

18:03  27 maio  2019
18:03  27 maio  2019 Fonte:   poder360.com.br

Grupo de empresários decide apoiar manifestação pró-Bolsonaro

Grupo de empresários decide apoiar manifestação pró-Bolsonaro Grupo de empresários decide apoiar manifestação pró-Bolsonaro

“ A grande maioria foi às ruas com pautas legítimas e democráticas”, afirmou Bolsonaro sobre os atos deste dia 26 de maio. O presidente da República, Jair Bolsonaro , voltou a utilizar a rede social Twitter, neste domingo (26), para falar sobre as manifestações pró-reformas acontecendo por todo Brasil.

Não foi após as manifestações ", disse . Leia também: Bolsonaro sancionará MP que reestrutura ministérios se Senado aprovar. Por sua vez, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, que é do mesmo partido de Maia , disse que será assinado um "pacto de entendimento e metas" entre os Poderes

Bolsonaro diz que pautas defendidas nas manifestações foram legítimas© Sérgio Lima O presidente não participou das manifestações. Chegou ao Alvorada por voltas das 17h40 e cumprimentou visitantes que estavam no local

O presidente Jair Bolsonaro postou em sua conta no Twitter no final da tarde deste domingo (26.mai) que manifestantes foram às ruas com “pautas legítimas e democráticas“.

Bolsonaro diz que pautas defendidas nas manifestações foram legítimas© Fornecido por Poder360 Jornalismo e Comunicação S/S LTDA.

Mais cedo Bolsonaro postou imagens de manifestantes em Juiz de Fora, em Minas Gerais; no metrô do Rio de Janeiro e em São Luís, no Maranhão. O chefe do Executivo, no entanto, não fez comentários sobre.

Bolsonaro já havia dito, em café da manhã com jornalistas em 23 de maio, que “quem defende o fechamento do Supremo Tribunal Federal e do Congresso Nacional estará na manifestação errada.

A manifestação pró-Bolsonaro em 15 cartazes

A manifestação pró-Bolsonaro em 15 cartazes A manifestação pró-Bolsonaro em 15 cartazes

“Não são manifestações , são atos de terrorismo” – disse ele, respondendo aos questionamentos feitos por repórteres. Há exatamente um mês tiveram início as manifestações no Chile. Trata-se de uma série de atos, coordenados ou não, praticados por populares que decidiram enfrentar o governo.

O decreto de Bolsonaro altera esse último requisito e afirma que a comprovação de efetiva necessidade será entendida como cumprida para as seguintes pessoas Essa lei diz que o porte de armas é proibido no Brasil, exceto em condições específicas.

Apesar de apoiar os protestos, o presidente recomendou que seus 22 ministros também não comparecessem à manifestação.

Além disso, Bolsonaro falou que o Brasil tem representantes “sensíveis aos anseios da sociedade”.

“O caráter pacífico dos atos de hoje traduz a esperança e a confiança do povo no compromisso que nós políticos temos com o futuro do país”, disse em outra publicação no Twitter.

Bolsonaro diz que pautas defendidas nas manifestações foram legítimas© Fornecido por Poder360 Jornalismo e Comunicação S/S LTDA.

Uma imagem vale mais que 1000 palavras

O presidente Jair Bolsonaro não participou das manifestações deste domingo. Chegou ao Alvorado por voltas das 17h40 e cumprimentou visitantes que estavam no local.

Ao ser questionado sobre os “protestos” por 1 repórter, o presidente afirmou que não eram “protestos“, e sim “manifestações“. Completou a resposta com: “uma imagem vale mais que 1000 palavras“. Deixando no ar qual era sua opinião sobre os atos.

Sergio Moro chama manifestações pró-governo de ‘festa da democracia’

Sergio Moro chama manifestações pró-governo de ‘festa da democracia’ Sergio Moro chama manifestações pró-governo de ‘festa da democracia’

Bolsonaro diz também 'que há quem ainda insista em distorcer os fatos.' O presidente ressaltou que já havia desautorizado a participação nos atos de quem defende o fechamento do Congresso ou Há alguns dias atrás, fui claro ao dizer que quem estivesse pedindo o fechamento do Congresso ou STF

notícias exclusivas e Reunião de Pauta em 1 ª mão. todos os conteúdos de O Antagonista. Para começar, basta informar seu nome e email Lula, Bolsonaro , Moro, STF Receba a seleção das melhores notícias do dia.

Atos pelo país

Cerca de 10.000 manifestantes participaram de ato em apoio ao presidente Jair Bolsonaro (PSL), segundo estimativa da PM-DF (Polícia Militar do Distrito Federal). O ato foi realizado a partir das 10h deste domingo (26.mai.2019), na Esplanada dos Ministérios. No Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte e São Luís também foram registradas manifestações.

Eis uma galeria de fotos de atos realizados em várias regiões do país neste domingo (26.mai):

Bolsonaro diz que pautas defendidas nas manifestações foram legítimas
Bolsonaro diz que pautas defendidas nas manifestações foram legítimas
Bolsonaro diz que pautas defendidas nas manifestações foram legítimas
Bolsonaro diz que pautas defendidas nas manifestações foram legítimas
Bolsonaro diz que pautas defendidas nas manifestações foram legítimas
Bolsonaro diz que pautas defendidas nas manifestações foram legítimas
Bolsonaro diz que pautas defendidas nas manifestações foram legítimas
Bolsonaro diz que pautas defendidas nas manifestações foram legítimas
Bolsonaro diz que pautas defendidas nas manifestações foram legítimas
Bolsonaro diz que pautas defendidas nas manifestações foram legítimas
Bolsonaro diz que pautas defendidas nas manifestações foram legítimas
Bolsonaro diz que pautas defendidas nas manifestações foram legítimas
Bolsonaro diz que pautas defendidas nas manifestações foram legítimas

Fechamento do Congresso e STF

Embora minoritários, grupos pediram  fechamento do Congresso e do STF (Supremo Tribunal Federal) nas manifestações pró-governo Jair Bolsonaro em diversas cidades neste domingo (26.mai.2019).

Em alguns cartazes lia-se frases como como “Fora Maia” e “Fora Alcolumbre“, em referência aos presidentes da Câmara e do Senado, respectivamente.

Em Brasília, o Poder360 não viu nenhuma manifestação pedindo intervenção militar, que foram muito comuns em 2018, durante a campanha eleitoral.

Leia Mais

Paulo Guedes nega acirramento entre os poderes depois das manifestações.
Paulo Guedes nega acirramento entre os poderes depois das manifestações

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 3
Isto é interessante!