Brasil Motoboy vítima de racismo é humilhado até na frente da policia

00:36  08 agosto  2020
00:36  08 agosto  2020 Fonte:   catracalivre.com.br

Guarda humilhado por desembargador diz esperar por justiça

  Guarda humilhado por desembargador diz esperar por justiça Na semana passada, o desembargador Eduardo Siqueira divulgou nota em que admitiu ter se exaltado “de forma desmedida” com o guarda municipal.Em ofício enviado ao CNJ (Conselho Nacional de Justiça) na última segunda-feira, 27, o desembargador afirmou que foi vítima de “armação” e que teria ocorrido “abuso de autoridade” no episódio em que foi flagrado sem máscara.

O entregador vítima de racismo em Valinhos (SP) revelou que as agressões de que foi alvo continuaram mesmo quando a polícia chegou ao local do incidente. Crédito: Reprodução O episódio de racismo aconteceu em Valinhos. O jovem agredido, o motoboy Mateus Pires, registrou boletim

“Você trabalha de motoboy ! Quanto você tira por mês? R$ 2 mil, R$ 3 mil? No entanto, pelas imagens é possível ouvir Matheus dizendo que acionou uma viatura da Polícia Militar. Nas redes sociais, o caso levantou um debate sobre racismo e classe social.

  Motoboy vítima de racismo é humilhado até na frente da policia © Reprodução

O entregador vítima de racismo em Valinhos (SP) revelou que as agressões de que foi alvo continuaram mesmo quando a polícia chegou ao local do incidente.

O jovem agredido, o motoboy Mateus Pires, registrou boletim de ocorrência pelos ataques racistas do contabilista Mateus Abreu Almeida Prado Couto.

De acordo com informações da jornalista Andreia Sadi em seu Twitter, o entregador continuou sendo humilhado pelo agressor mesmo quando os policiais chegaram ao condomínio de alto padrão em que se deu a ocorrência.

Pressionada por Hamilton, F1 promete faixa e vídeo contra racismo antes de GP da Inglaterra

  Pressionada por Hamilton, F1 promete faixa e vídeo contra racismo antes de GP da Inglaterra A Fórmula 1 anunciou na manhã deste domingo o que fará de ações durante o protesto dos pilotos contra o racismo prévio à corrida em SilverstoneDe acordo com a categoria, um faixa será estendida na frente do grid, de um lado ao outro da pista, com 'End Racism', ou 'Acabe com o racismo', em tradução livre.

A EPTV conversou com o motoboy vítima de racismo em um condomínio. Em um trecho inédito da gravação, o agressor tenta humilhar o entregador por supostamente ter um salário baixo O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional.

Leia também: Agressor de motoboy é identificado e detido pela GCM em Valinhos. O morador insulta o motoboy , o chama de lixo, semianalfabeto e diz que o Sua postagem já tem milhares de curtidas e compartilhamentos. Na legenda ela se diz que resolveu postar o vídeo, pois “isso é racismo e é

“O que ele faz é para se mostrar superior. Teve um momento em que ele cuspiu em mim, jogou a nota no chão e disse que eu era lixo”, disse Mateus, de acordo com Andreia Sadi. “Na frente da polícia, ele continuou com as agressões, me chamou de favelado”, afirmou o motoboy vítima de racismo.

No vídeo da agressão, que viralizou nas redes sociais, Mateus Couto, que mora em um bairro de classe média alta, fala para o jovem negro vítima de racismo: “Seu lixo, quanto você tira por mês, 2 mil reais? Não deve ter nem onde morar”.

Um internauta postou que Couto seria seguidor de Olavo de Carvalho com base em um comentário publicado pelo agressor em 2017.

A família do agressor argumenta que ele teria distúrbios mentais.

Veja também: ‘Você tem inveja’: o racismo escancarado que viralizou nas redes sociais

Mulher é morta a facadas em Nova Serrana; marido é suspeito de ser mandante do crime .
Crime ocorreu por volta das 19h, no Bairro Cidade Nova. O marido da mulher teve a prisão em flagrante ratificada pela políciaSegundos depois, um homem, sem identidade identificada, também entrou na casa e desferiu vários golpes de faca contra a jovem. Ela morreu na hora.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 74
Isto é interessante!