Brasil Brasil pode ganhar R$ 2,8 trilhões com 'economia verde', diz estudo

11:52  13 agosto  2020
11:52  13 agosto  2020 Fonte:   estadao.com.br

As vantagens dos EUA sobre a China

  As vantagens dos EUA sobre a China O valor agregado da “economia digital” chinesa chegou a US$ 5,07 trilhões em 2019, representando 36,2% do Produto Interno Bruto (PIB). Isso mostra um aumento proporcional de 1,4 ponto percentual por ano, com uma taxa de crescimento de 15,6% ao ano na última década, como parte de uma tendência que vai se acelerar nos próximos 10 a 15 anos. Isso significa que a “economia digital” representaria mais de 40% do PIB até o fim de 2020, abrangendo 37,8% dos serviços, 19,5% da manufatura e 8,2% da agricultura. Na manufatura, especificamente, o valor agregado cresceu 11,1% no ano passado.

O volume total de dinheiro investido pelos brasileiros em aplicações financeiras somou R $ 3,3 trilhões em 2019, o que representa um crescimento de 12% em relação ao ano anterior. Esse foi o maior crescimento percentual desde 2015. Os dados são da Anbima (Associação Brasileira das Entidades

O rastreamento para objetos postados no Brasil com código iniciado por " R " e "C" e terminado com "BR" não é garantido fora do território brasileiro. Para esses objetos, os operadores postais de outros países podem não disponibilizar e/ou transmitir informação de rastreamento para o Brasil .

O movimento de recuperação da economia, após o abalo provocado pela pandemia de covid-19, pode gerar 2 milhões de empregos e adicionar R$ 2,8 trilhões ao PIB brasileiro, além de ajudar o País a se tornar mais resiliente às mudanças climáticas, caso os investimentos forem direcionados para uma economia mais verde. Isso representaria um crescimento de 38% em relação ao PIB de 2019, que foi de R$ 7,3 trilhões – é como incorporar uma Argentina aos recursos do Brasil.

Pfizer e BioNTech fecham acordo para vacina contra covid-19 ao Canadá

  Pfizer e BioNTech fecham acordo para vacina contra covid-19 ao Canadá A Pfizer e BioNTech reforçaram que planejam fabricar 100 milhões de doses da vacina em estudo até o final de 2020 As farmacêuticas Pfizer e BioNTech anunciaram nesta quarta-feira, 5, um acordo para fornecimento ao Canadá da vacina contra a covid-19, ainda em processo de desenvolvimento pelas empresas, ao longo de 2021. O valor do contrato e a quantidade de doses acordada, contudo, não foram divulgados.Em nota enviada à imprensa, Pfizer e BioNTech reforçaram que planejam fabricar 100 milhões de doses da vacina e aproximadamente 1,3 bilhão de doses até o final de 2021.

O estudo concluiu, por exemplo, que o valor somado de diferentes serviços pode chegar, em O valor também é maior do que o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil , que foi de R $ 6, 8 trilhões em "O estudo avalia o potencial hoje da floresta de gerar valor econômico em termos líquidos", disse à "E que a vejam como uma infraestrutura verde crucial para o bem estar e crescimento econômico do

Economia do Brasil mantém o ritmo lento e cresce 1,1% em 2018. O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro cresceu 1,1% em 2018 Em valores correntes, o PIB em 2018 totalizou R $ 6, 8 trilhões . A economia brasileira fechou com 2018 com necessidade de financiamento de R $ 58,1 bilhões em 2018. Carolina Lucas, uma das autoras, diz que médico poderia dar remédios para ajustar defesas.

É a realidade que revela o estudo Uma Nova Economia para uma Nova Era, desenvolvido pelo WRI Brasil, com a UFRJ, ex-ministros de finanças do Brasil e executivos do Banco Mundial. O trabalho faz parte da iniciativa global New Climate Economy, que busca apontar caminhos que aliem o desenvolvimento econômico com o combate ao aquecimento global.

Estudo aponta que, para preservar terras, País precisa de pecuária mais produtiva. © Tiago Queiroz/Estadão Estudo aponta que, para preservar terras, País precisa de pecuária mais produtiva.

A expectativa é que as mudanças climáticas causem impactos ainda mais severos do que o novo coronavírus. Por isso, vários países estão estudando formas de adotar medidas que tragam ganhos econômicos e climáticos. A construção de uma economia mais eficiente e resiliente teria essa capacidade.

Em live, presidente da Câmara defende teto de gastos e reforma tributária

  Em live, presidente da Câmara defende teto de gastos e reforma tributária Rodrigo Maia disse que a manutenção da emenda constitucional garantirá a capacidade de o Congresso continuar com as reformas econômicas . No mesmo encontro, afirmou que a privatização da eletrobrás não sai este ano, elogiou a reforma tributária do governo e explicou porque acha que o PL e as duas propostas de emenda à Constituição sobre o tema devem ser debatidas antes da reforma administrativa.“Nos anos 2000, tivemos política de aumento de carga tributária para financiar o Estado. Transferimos para a sociedade a conta, mas não as soluções.

São seis trilhões de dólares (22 trilhões de reais) a mais desde março de 2017, período que coincide com o primeiro ano de Donald Trump na Casa Branca. Os analistas do Goldman Sachs dizem , olhando os dados, que é o melhor rendimento que a economia pode ter.

Economias emergentes e em desenvolvimento já estão sentindo o impacto, enquanto se adaptam a uma normalização monetária no mundo desenvolvido", disse Lagarde em Washington. Não bastasse esse cenário desfavorável, a situação pode piorar.

O trabalho focou estratégias que poderiam ser adotadas em três setores estratégicos da economia brasileira: infraestrutura, indústria e agronegócio. Em infraestrutura, a ideia é desenvolver “projetos de qualidade” – como define o estudo – e que não prejudiquem o meio ambiente. Elas podem se valer, por exemplo, dos próprios recursos da natureza e de soluções renováveis, como a energia solar.

“Uma infraestrutura de qualidade reduz os custos e impactos da degradação ambiental e permite maior resiliência a eventos extremos cada vez mais intensos e frequentes”, aponta o relatório.

“Em qualquer crise, investir em infraestrutura é em geral o plano A para a recuperação de emprego. Mas o Brasil está há 30 anos tentando fazer isso. O País vai precisar atrair investimento privado, internacional, mas como vai fazer isso sem um ‘selo’ de desenvolvimento sustentável, sem garantir que uma determinada obra não vai ter conflito socioambiental”, disse ao Estadão Carolina Genin, diretora de Clima do WRI Brasil e coordenadora do estudo.

Projetos de limpeza não são suficientes para coletar todo o plástico oceânico, diz estudo

  Projetos de limpeza não são suficientes para coletar todo o plástico oceânico, diz estudo Pesquisa constata que o volume de plástico que flui para o oceano sobrecarrega qualquer esforço de limpeza Imagem: Brian Yurasits on Unsplash O problema do lixo plástico nos oceanos segue crescendo - e confiar em tecnologias ou projetos que coletam restos de plástico da superfície do oceano não será suficiente para resolvê-lo, segundo um estudo publicado esta semana na revista Science of the Total Environment. Devido às grandes quantidades de plástico que são carregados até os oceanos a partir da terra - entre 5 e 13 milhões de toneladas por ano - as tecnologias de limpeza oceânica não conseguem dar conta de tamanho volume.

Na Agência Estado/Broadcast foi repórter de tempo real por dez anos em São Paulo e também em Brasília , desde 2015. A iniciativa surge em meio à retomada das tratativas para avançar com a reforma tributária e pode representar uma pressão sobre deputados e senadores.

Estudo : Norte deve ser única região a recuperar nível pré-crise este ano. Para a pesquisadora da área de Economia Aplicada do FGV/Ibre Luana Miranda, a retração na indústria extrativa foi significativa e pode ter impacto Em valores atuais, o PIB totalizou R $ 6, 8 trilhões no ano passado.

Na indústria, a proposta é inovar a partir de tecnologias sustentáveis que reduzam o consumo de combustíveis fósseis, os principais responsáveis, globalmente, pelo aquecimento do planeta.

Na agricultura, a direção é o aumento da eficiência a partir de um uso mais eficiente do solo, reduzindo, por exemplo, a pressão sobre a Amazônia. Uma nova e importante frente de investimento é a recuperação de 12 milhões de hectares de pastagens degradadas. O cálculo é que o setor poderia ganhar R$ 19 bilhões em produtividade agrícola até 2030.

Todas as ações propostas juntas poderiam promover, de acordo com a pesquisa, uma redução de 42% nas emissões de gases de efeito estufa do Brasil até 2025, em relação a 2005.

Sem ruptura

O trabalho também levou em conta que já existe no País uma série de políticas que, uma vez implementadas, podem abrir o caminho para a economia verde. “Mostramos claramente que, se o Brasil optar pela transição para uma economia de baixo carbono (ou seja, que emite menos gases de efeito estufa, causadores do aquecimento global), para uma recuperação verde, esse não será um processo disruptivo”, afirma Carolina. “Não vai prejudicar os principais setores da economia. Ao contrário, vai torná-los mais produtivos e eficientes do que hoje”, complementou.

“Existe uma janela de oportunidade que se fecha em alguns meses. Os planos de recuperação vão obrigar os países a botar muito dinheiro nisso. Se a gente ‘casar’ com a tecnologia errada, isso vai ficar pelos próximos 30 anos. É preciso pensar nos melhores planos para não usar esses recursos de modo equivocado”, afirma.

Ela cita, como exemplo, investimentos em transporte. “Se vamos pensar em ter mais ônibus, que sejam elétricos. É uma questão ambiental, mas é também uma discussão para tornar a economia mais competitiva”, diz.

Nascida em garagem, Apple atinge valor de mercado maior que PIB de 95% dos países .
Gigante da tecnologia atinge marco de US$ 2 trilhões em valor de mercado apenas dois anos depois de atingir US$ 1 trilhão.Chamou atenção o fato de a empresa ter atingido esse marco apenas dois anos depois de ter sido a primeira empresa americana a chegar a valor de mercado de US$ 1 trilhão, em 2018.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 41
Isto é interessante!