Brasil Datena bate-boca com Doria sobre vacina contra covid-19 e Bolsonaro

06:10  23 outubro  2020
06:10  23 outubro  2020 Fonte:   catracalivre.com.br

Anvisa alerta sobre falsa vacina de Oxford contra a Covid vendida no Rio de Janeiro

  Anvisa alerta sobre falsa vacina de Oxford contra a Covid vendida no Rio de Janeiro A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou que recebeu uma denúncia de venda de uma falsa vacina contra a Covid-19 em Niterói, no Rio de Janeiro. De acordo com a reguladora, uma empresa está vendendo o imunizante falsificado e dizendo que se trata da vacina em desenvolvimento pela Universidade de Oxford e pela AstraZeneca. […]“A Anvisa recebeu a denúncia sobre a suposta comercialização irregular da vacina contra a Covid-19 por meio de seus canais oficiais, indicando que estaria sendo disponibilizada por uma empresa localizada em Niterói/RJ a vacina de Oxford contra a Covid-19.

Outro fator que pesou na decisão de Bolsonaro foi a pressão de militantes de direita: desde o anúncio do ministro da Saúde, passaram a circular em grupos de WhatsApp de E, no começo de outubro, o Ministério da Saúde aderiu ao Instrumento de Acesso Global de Vacinas Covid - 19 , o Covax Facility.

PR Jair Bolsonaro ", disse Bolsonaro na mensagem. Doria também pediu a Bolsonaro que tenha "grandeza para liderar o país" durante a pandemia, e que evite contaminar o combate à pandemia com uma disputa ideológica. Vacina contra a COVID - 19 .

O governador de São Paulo, João Doria, e o apresentador, José Luiz Datena, bateram boca durante entrevista, no “Brasil Urgente“, na TV Band, nesta quinta-feira, 22, sobre a vacina contra a covid-19, Coronavac, desenvolvida em São Paulo pelo Instituto Butantan em parceria o laboratório chinês Sinovac.

  Datena bate-boca com Doria sobre vacina contra covid-19 e Bolsonaro © Reprodução/TVBand

A treta começou quando Datena disse que a vacina produzida pelo órgão paulista estava sendo utilizada na China apenas em caráter emergencial e Doria o desmentiu.

“Não está sendo aplicada em massa”, disse o apresentador.”Não é verdade”, interrompeu o governador. “Deixa eu terminar o meu raciocínio. Depois você diz se não é verdade”, rebateu Datena. “Mas não é, estou dizendo a você que não é”, repetiu Doria.

'Brasil precisa de paz, amor e vacina para salvar os brasileiros', diz Doria

  'Brasil precisa de paz, amor e vacina para salvar os brasileiros', diz Doria Em entrevista coletiva, governador de São Paulo afirmou que entende que a vacina deve ser aplicada a todos os brasileiros; Bolsonaro voltou a afirmar que imunização contra covid-19 não será obrigatória"O Brasil precisa de paz, amor e vacina para salvar os brasileiros. Entendo que a vacina deve ser aplicada a todos os brasileiros, para salvar a vida de todos. Não estamos em uma corrida eleitoral ou ideológica. Estarei ao lado de médicos e cientistas que querem salvar vidas", disse Doria.

X Bate -papo UOL UOL Inc. GRÁTIS - Na VER. O governador João Doria durante entrevista ao Brasil Urgente com José Luiz Datena Imagem: Reprodução/TV Pré-candidatos ao Palácio do Planalto em 2022, Doria e Bolsonaro estão travando um embate público em torno da vacina . Depois da reunião com Doria , entretanto, a Anvisa fez um aceno ao governo federal ao destacar que

19 :52. URGENTE! DONO DA HAVAN SE PRONUNCIA APÓS BUSCA E APREENSÃO A MANDO DO STF - INQUÉRITO 'FAKE NEWS' Ficha Social 351 зритель. Bolsonaro e governador da Bahia discutem por morte de miliciano - Продолжительность: 1:57 Band Jornalismo Recommended for you.

Quando Dória falou sobre a regressão do coronavírus na Indonésia e Datena ressaltou que a Europa já previa uma segunda onda da covid-19, o clima pesou ainda mais.

“Por que tanta briga por causa de uma vacina que não está aprovada? Se o senhor acusa Bolsonaro de estar usando politicamente isso. Bolsonaro está acusando o senhor da mesma coisa”, disparou Datena.

“Negativo, Datena. Desculpa, mas eu sigo orientação da ciência. Eu nunca declarei para você nem para ninguém que era uma gripezinha”, observou o governador.

“Mas você falou que o pior já tinha passado”, contestou o apresentador.

“O pior já passou mesmo. Estamos em fase de declínio [em São Paulo]. O Jornal da Band toda as noites reproduz isso. Pergunte ao Eduardo Oinegue, que apresenta todos os dias”, alfinetou Doria.

No Congresso, Doria pede que Bolsonaro respeite seu ministro da Saúde e posa com Coronavac

  No Congresso, Doria pede que Bolsonaro respeite seu ministro da Saúde e posa com Coronavac Governador pediu a Bolsonaro 'grandeza para liderar o País para a saúde'; mais cedo, presidente desautorizou Eduardo Pazuello, se referiu à Coronavac como 'a vacina chinesa de João Dória' e disse que o imunizante não será comprado“A vacina do Butantã é a vacina do Brasil, de todos os brasileiros”, disse. O medicamento, em fase de testes contra a covid-19, é desenvolvido pela chinesa Sinovac e o Instituto Butantã. Após o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, anunciar nesta terça-feira a intenção de aquisição de 46 milhões de doses da vacina, o presidente Jair Bolsonaro publicou nesta quarta nas redes sociais que não iria comprar a “vacina chinesa”.

Primeira vacina contra Covid - 19 testada em humanos apresenta resultado positivo nos EUA. Bolsonaro edita duas MPs para aderir a programa que permite acesso a vacinas contra Covid . Vacina contra Covid - 19 e IBC-BR são temas das análises de Carlos Alberto Sardenberg.

🔴90 Minutos, com DATENA : BOLSONARO E GOVERNADORES. JOÃO DORIA É O PRIMEIRO A FALAR - 21/05/2020 Rádio Bandeirantes 1 544 зрителя. As medidas de combate à Covid - 19 estão sendo efetivas no Brasil?

A tréplica do governador não agradou Datena, que então subiu o tom: “Não estou aqui para perguntar para jornalista! Estou aqui para perguntar para o senhor! Você não precisa me mandar perguntar para companheiro meu. Eu estou perguntando para o senhor. Porque o senhor falou que o pior já passou e agora está brigando tanto pela vacina?”.

Doria então rebateu: “Porque nós precisamos ter. A situação pior em São Paulo já, de fato, passou. Mas nós ainda temos a pandemia. Precisamos controlar com a vacina ou com outras. Essa é a posição da ciência”.

O apresentador do ‘Brasil Urgente’, então, perguntou sobre a abertura das escolas e a volta às aulas. Datena queria saber se isso não deveria acontecer só quando São Paulo tivesse uma vacina. Doria respondeu: “Volto a repetir. São 20 médicos especialistas que cuidam disso. Não é uma determinação minha nem será sua, Datena. Com todo o respeito que você merece. Você não é médico nem infectologista”.”

Bolsonaro diz que mandou cancelar protocolo de compra de vacina chinesa; 'presidente sou eu'

  Bolsonaro diz que mandou cancelar protocolo de compra de vacina chinesa; 'presidente sou eu' Bolsonaro afirmou que está 'perfeitamente afinado com o Ministério da Saúde trabalhando na busca de uma vacina confiável'; nesta terça, pasta havia anunciado compra de 46 milhões de doses da vacina chinesaBRASÍLIA - O presidente Jair Bolsonaro afirmou que mandou "cancelar" o protocolo de intenções assinado nesta terça-feira, 20, pelo Ministério da Saúde para a aquisição de 46 milhões de vacinas da farmacêutica chinesa Sinovac. Bolsonaro destacou que está "perfeitamente afinado com o Ministério da Saúde trabalhando na busca de uma vacina confiável".

© Marcos Corrêa/PR Bolsonaro na gravação de discurso para a abertura do evento US-Brazil Connect Summit. A publicação do presidente foi uma reação a falas de João Doria , desafeto político de Bolsonaro . O governador paulista disse que a vacina contra a covid - 19 será obrigatória no Estado

A vacina é desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela AstraZeneca, sendo uma das mais promissoras no mundo. No Brasil, a tecnologia será desenvolvida

Nem o senhor! Quantas pessoas morreram em São Paulo?”, rebateu o funcionário da TV Band.

“Eu defendo a vida”, disse Doria.

“E o senhor acha que eu defendo o quê? Eu não sou médico, mas eu defendo a vida como jornalista. Essa é minha função. Eu posso não ser médico, mas você também não é”, disparou Datena.

Em seguida o apresentador foi avisado que a assessoria do governador pediu que a entrevista fosse encerrada. “Não sei se por causa de ter ficado um pouco mais tensa”, explicou Datena, ao vivo.

“Podemos prosseguir. Eu tenho uma reunião agora, mas faço questão de prosseguir com você. Não interrompa a entrevista exceto se você desejar”, disse o governador.

Os dois retomaram a conversa. Quando a entrevista acabou, Datena se desculpou com o público pelo bate-boca. “Eu não queria chegar a esse ponto de discutir em entrevista. Eu aprendi há muito tempo que, quando você discute em entrevista, você perde um grande tempo de informação para a população. Ficar discutindo coisas que não são interpretativas, são factuais, não gosto. Queria pedir desculpas à população de chegar a esse ponto. Não gosto de fazer entrevista desse tipo. Me sinto muito mal”, admitiu.

Governadores reagem à decisão de Bolsonaro de vetar a compra da CoronaVac

  Governadores reagem à decisão de Bolsonaro de vetar a compra da CoronaVac Afirmam que medida foi "ideológica". E por questões eleitorais do presidente. Partidos se movimentam para ir à JustiçaO acordo para a compra foi firmado pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, em reunião com os governadores nessa 3ª feira (20.out.2020). Bolsonaro, no entanto, vetou a medida nesta 4ª feira (21.out.2020).

Na corrida contra o coronavírus, os Estados Unidos compraram todo o estoque de vacinas que as farmacêuticas Pfizer e BioNTech devem produzir este ano. A OMS bate na tecla que essa corrida pela imunização deve ser colaborativa entre os países, e que a pandemia só pode ser vencida por

No Palácio dos Bandeirantes, o governador de São Paulo, João Doria , anuncia novas medidas e atualiza dados sobre o combate ao novo coronavírus ( Covid - 19 ) no

“Quando você discute em entrevista. Aprendi com o tempo, demorou mas aprendi, o que resta de informação é muito pouco. O entrevistado não fala, você fica discutindo, e o povo que queria ser esclarecido acaba não sendo. Essa foi uma das piores entrevistas que nós já fizemos, eu e o senhor [Doria]. Foi muito ruim. Não gostei do resultado final”, declarou.

Doria embarca e pondera: “Todos nós temos os nossos momentos bons e ruins. Somos seres humanos”.

Mas nem assim os dois conseguiram se entender. “Eu estou dizendo que foi uma entrevista ruim minha e sua. Não gostei da entrevista nem da sua participação e nem da minha. Menos da minha, é claro”, respondeu Datena.

“Eu não disse que você fez uma má entrevista. Disse que há momentos bons e ruins”, afirmou Doria, em seguida.

“O senhor não disse, mas eu não gostei”, repetiu Datena e então acabou a entrevista com Doria prometendo um encontro numa “atmosfera mais cordial”.

Assista a discussão entre Doria e Datena a partir das 2h e 40 min, no link abaixo.

Veja também: Cara de Datena ao ouvir Joice Hasselmann exigir apoio de Bolsonaro viraliza

Anvisa autoriza importação de 6 milhões de doses de vacina chinesa .
Imunizante é alvo de disputa entre Bolsonaro e o governo de São Paulo. Vacina não poderá ser utilizada imediatamente, pois precisa de aval da própria Anvisa. © Rafael Henrique/ZUMAPRESS.com/picture-alliance Mais de 9 mil voluntários participam dos testes no Brasil. Após polêmica envolvendo a Coronavac, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou nesta sexta-feira (23/10) a importação de 6 milhões de doses do imunizante, produzido pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, ligado ao governo de São Paulo. A licença, por enquanto, é apenas para importação da vacina.

usr: 6
Isto é interessante!