Brasil Possível mandante de homicídio, presidente da Câmara é preso pela Polícia Civil

02:30  27 outubro  2020
02:30  27 outubro  2020 Fonte:   em.com.br

Polícia prende suspeito de matar a mãe a machadadas em Visconde do Rio Branco

  Polícia prende suspeito de matar a mãe a machadadas em Visconde do Rio Branco Crime ocorreu após idosa ter negado um pedido de dinheiro do filho para consumir drogasO homem é dependente químico e confessou que matou a idosa após ela ter negado dar dinheiro a ele. Dois dias antes do crime, a idosa havia recebido R$700 de sua aposentadoria.

Como é eleito o presidente da Câmara dos Deputados? Apesar de as eleições para a presidência da Câmara e do Senado acontecerem no mesmo dia, o A apuração dos votos começa pelo cargo de presidência da Câmara . Para ser eleito em primeiro turno, o deputado precisa ter a maioria absoluta

O presidente da câmara municipal é o chefe do executivo municipal de cada um dos concelhos de Portugal. Normalmente, torna-se presidente da câmara , o cabeça da lista mais votada para a câmara municipal, nas eleições autárquicas.

O presidente da Câmara de Vereadores de Ituiutaba, no Triângulo Mineiro, nesta segunda-feira (26) foi preso durante uma operação da Polícia Civil (PC). Francisco Tomas de Oliveira Filho, o Chiquinho (PSB) é o principal suspeito de ser o mandante da morte de Leandro de Lima Xavier em junho deste ano, na cidade. O suspeito de ser o executor do homicídio também foi detido pelos policiais. O motivo do crime seria rixas políticas.

Críticas a Chiquinho podem ser a motivação do assassinato © Divulgação/Câmara Municipal de Ituiutaba Críticas a Chiquinho podem ser a motivação do assassinato

A operação da PC no Pontal do Triângulo envolveu o cumprimento de 4 mandados de busca e apreensão e um de prisão temporária, que era contra o homem apontado como o assassinado de Leandro Xavier. Três dos mandados de busca e apreensão foram cumpridos na casa do vereador Chiquinho e durante a ação os policiais encontraram quase R$ 97,5 mil em dinheiro, além de duas armas, sendo um revólver calibre 38 e uma pistola de 9mm. Uma das armas não tinha registro e a outra estava em uma carro do político, que não tem porte e por isso acabou detido. Ele foi solto depois de pagar uma fiança de R$ 20 mil.

Investigação

As investigações contra Chiquinho continuam de qualquer forma. De acordo com o delegado da PC de Ituiutaba, Carlos Fernandes, teria contratado o homem preso nesta segunda para executar o crime. Ele é segurança da Câmara Municipal, contratado desde 2015. Ele segue preso por 30 dias, podendo ter a prisão estendida por outros 30 dias. Neste período, Fernandes pretende finalizar as investigações, inclusive com pedido de quebra de sigilo bancário dos envolvidos para saber se houve o pagamento pelo homicídio. Não está descartada a possibilidade do dinheiro apreendido na casa do vereador ter ligação com a negociação.

MotivoO delegado Carlos Fernandes acredita que as constantes críticas de Leandro Xavier a Chiquinho sejam a motivação do assassinato. Existia a possibilidade da vítima se candidatar ao Legislativo de Ituiutaba. ". "Leandro fazia críticas a políticos. Conseguimos em redes sociais um vídeo que mostra a vítima xingando o presidente da Câmara. Esse vídeo pode ter sido a gota d'água, quando foi decidido o assassinato de Leandro (Xavier)", disse.

Indiciado homem que matou rival e tentou matar ex-companheira

  Indiciado homem que matou rival e tentou matar ex-companheira Polícia descobre que um segundo homem incentivou o autor a cometer os crimes

PASSOS - A Polícia Civil realizou na manhã da última sexta-feira, 21, mandados de busca e apreensão na Câmara Municipal de Passos e em imóveis da

Esta é uma lista de presidentes da Câmara Municipal de Loures, desde a criação do município, em 1886, até à actualidade

O crimeO assassinato aconteceu na noite de 10 junho, no Bairro Alcides Junqueira, quando a vítima foi baleada em um mototáxi invadido pelo assassino, que usou uma moto para chegar ao local. Ele chegou a ser socorrido pelo Samu e foi levado ao pronto-socorro municipal, mas morreu antes do atendimento.

A reportagem tentou falar com a defesa de Chiquinho, mas não conseguiu contato.

Apoiador de Arthur do Val provoca Boulos em evento do PSOL e diz que foi agredido .
Youtuber Thiago Araujo Volcov dos Santos tentou entregar garrafa de 51 ao candidato, em alusão ao número de urna do Patriota; vídeo mostra homens correndo atrás dele, que é réu por tentativa de homicídioAs imagens mostram Boulos se negando a receber o "presente" ao fazer o sinal negativo com a mão. Em seguida, um corte no vídeo já mostra Santos correndo de dois homens que supostamente tentam agredi-lo aos gritos de "para". Pelo vídeo, não dá para saber o que aconteceu entre os dois momentos nem quem são os homens que correm atrás do youtuber, que alega ter deslocado o ombro antes mesmo de receber qualquer atendimento médico em outro vídeo também divulgado por Arthur do Val.

usr: 3
Isto é interessante!