Brasil Planalto agora quer ‘distância segura’ de Russomanno

10:51  29 outubro  2020
10:51  29 outubro  2020 Fonte:   estadao.com.br

Russomanno é entrevistado na série de sabatinas do ‘Estadão’

  Russomanno é entrevistado na série de sabatinas do ‘Estadão’ Candidato do Republicanos à Prefeitura de SP é entrevistado com transmissão ao vivo pelo portal estadao.com.br a partir das 14h30. O deputado federal disputa as eleições municipais tendo como candidato a vice o ex-presidente da seção paulista da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-SP) Marcos da Costa (PTB). © Tiago Queiroz/Estadão - 16.09.2020 O candidato Celso Russomanno (Republicanos) é o entrevistado desta segunda-feira, 19 A sabatina com Russomanno terá mediação da colunista Eliane Cantanhêde e participação dos jornalistas da equipe de Política do Estadão.

Após cair nas pesquisas, Russomanno tira Bolsonaro de jingle. Elsinho Mouco agora concentra múltiplas atribuições relacionadas à campanha de Russomanno , inclusive a coordenação-geral, após a morte do presidente municipal do Republicanos, Marcos Alcântara, no domingo.

Celso Ubirajara Russomanno GOMM • GOMA (São Paulo, 20 de agosto de 1956) é um repórter especializado em defesa do consumidor, piloto de avião e político brasileiro, filiado ao Republicanos. Além de jornalista, é Bacharel em Direito pela Faculdade de Direito de Guarulhos.

Aliados do presidente Jair Bolsonaro têm criticado os rumos da campanha do candidato do Republicanos à Prefeitura de São Paulo, Celso Russomanno. Segundo eles, Russomanno se recusa a empunhar bandeiras do presidente como a não obrigatoriedade da vacina contra a covid-19 e a abertura geral da economia durante a pandemia, e tem resistido a adotar uma estratégia com ênfase na campanha digital, a exemplo do que Bolsonaro fez em 2018. As divergências levaram o secretário executivo do Ministério da Comunicação, Fabio Wajngarten, a se distanciar da campanha.

Wajngarten havia sido escalado pelo Planalto para acompanhar de perto a campanha de Russomanno em São Paulo. Até o momento, nestas eleições municipais, Russomanno foi o candidato que recebeu o apoio mais explícito do presidente.

Cai diferença numérica entre Russomanno e Covas, tecnicamente empatados em SP

  Cai diferença numérica entre Russomanno e Covas, tecnicamente empatados em SP Pesquisa foi realizada pelo Ipespe. Deputado tem 27%; prefeito, 25%A situação, no entanto, ainda é de empate técnico. Russomanno tem 27% das intenções de voto, enquanto Covas, 25%. No levantamento anterior, realizado de 12 a 14 de outubro, os candidatos tinham 28% e 23% de preferência, respectivamente.

Mesmo com as mensalidades em dia, a consumidora não está sendo atendida como deveria. Celso Russomanno foi até o escritório administrativo do convênio

Bloqueador de Ar - Como reduzir sua conta de Água - BloqueAR | O que diz o Celso Russomanno - Продолжительность: 4:42 Bloquear Minas 76 474 просмотра.

Russomanno, em café com integrantes da União Brasileira de Feiras de Negócios © Celso Russomanno / Twitter Russomanno, em café com integrantes da União Brasileira de Feiras de Negócios

O Estadão revelou na quarta-feira, 28, que Russomanno cortou trechos do jingle de campanha nos quais Bolsonaro era citado. Além disso o candidato não levou ao ar as propagandas nas quais o presidente era citado e se concentrou em atacar o governador João Doria e o prefeito Bruno Covas, ambos do PSDB. A decisão de tirar Bolsonaro da propaganda acontece depois da publicação da pesquisa do Datafolha, na quinta-feira passada, na qual Russomanno registra queda de 27% para 20% das intenções de voto.

Segundo o Ibope, Bolsonaro não é um bom cabo eleitoral na maior cidade do Brasil. Para 47% dos eleitores de São Paulo, o apoio do presidente a um candidato reduz a vontade de votar naquela pessoa.

Sem licitação, Embratur contrata agência de irmão de marqueteiro de Russomanno

  Sem licitação, Embratur contrata agência de irmão de marqueteiro de Russomanno Empresa de Gustavo Mouco vai receber R$ 27 milhões para cuidar promoção internacional do turismo; contrato foi publicado no Diário Oficial desta segunda-feiraBRASÍLIA - A Embratur contratou, sem licitação, uma agência de publicidade que tem como sócio o irmão do publicitário Elsinho Mouco, marqueteiro da campanha de Celso Russomanno à Prefeitura de São Paulo. A Calia/Y2, de Gustavo Mouco, receberá R$ 27 milhões para cuidar das ações publicitárias do órgão de promoção internacional do turismo. O extrato da contratação emergencial foi publicado nesta segunda-feira, 26, no Diário Oficial da União.

Apesar de cada geração ter hierarquias de necessidades em diferentes níveis, as necessidades básicas continuam na base e se não asseguradas, é Então, agora que você sabe o caminho que um colaborador pode percorrer para crescer dentro da empresa e a faixa salarial de cada cargo, está na

Celso Russomano quer dar prioridades diferentes para ricos e pobres: Você é a favor? Saiba o que ele tem a dizer sobre prioridades, orçamento enxuto

‘Miopia’

Uma das críticas dos aliados do presidente é quanto ao modelo de campanha de Russomanno. Segundo eles, o candidato deveria investir mais nas mídias digitais e deixar a TV em segundo plano. A estratégia se baseia na vitoriosa campanha de Bolsonaro para a Presidência da República em 2018.

Um aliado do presidente aponta a “disruptividade” entre a velha e a nova forma de disputar eleições e a “miopia” por parte dos marqueteiros tradicionais. A maior reclamação, no entanto, é quanto à falta de empenho de Russomanno em empunhar bandeiras caras ao presidente, como a aversão à “vacina chinesa” fabricada em parceria com o Instituto Butantã e a oposição à forma como o governador João Doria e o prefeito Bruno Covas, ambos do PSDB, conduziram o combate à pandemia, principalmente o incentivo ao isolamento horizontal e ao fechamento de estabelecimentos comerciais durante o período mais crítico da doença.

Em SP, Covas tem 27% e Boulos cola em Russomanno na corrida por 2º turno

  Em SP, Covas tem 27% e Boulos cola em Russomanno na corrida por 2º turno Em SP, Covas tem 27% e Boulos cola em Russomanno na corrida por 2º turnoO atual prefeito aparece com 27% das intenções de voto. Russomanno tem 22%. Guilherme Boulos (Psol) aparece em seguida, com 16%, tecnicamente empatado com o deputado do Republicanos.

As locadoras de carros tiveram cerca de 80% dos carros devolvidos depois do início da pandemia, já que as corridas por aplicativos diminuíram drasticamente. Celso russomanno é expulso de loja de autopeças em pirituba.

Apesar de ter garantido que daria "total acesso" à imprensa, o presidente Michel Temer agora reavalia o que fará com o resultado de seus extratos bancários. Questionado pelo blog nesta segunda-feira (12) a respeito da divulgação dos extratos do presidente

Isso levou Wajngarten a adotar uma “distância segura” da campanha. O secretário é o maior incentivador da estratégia de colar Russomanno em Bolsonaro. O candidato seguiu a orientação nos primeiros dias de campanha, mas, depois da queda abrupta nas pesquisas, reduziu a presença do presidente em suas propagandas e discursos. Ele não se afastou completamente da eleição paulistana, mas agora acompanha a disputa de longe.

Outra reclamação do Planalto é quanto ao entorno de Russomanno. Aliados do presidente reclamam da presença de “alpinistas” que se aproximaram do candidato depois que ele se tornou o representante de Bolsonaro na disputa paulistana. Um dos alvos das críticas é o presidente do Republicanos, Marcos Pereira, que, segundo o Planalto, não estaria fornecendo recursos suficientes para o candidato.

Os aliados de Bolsonaro avaliam que a queda nas pesquisas não se deve à rejeição ao presidente em São Paulo mas à falta de dinheiro na campanha e aos ataques que Russomanno vem sofrendo dos adversários por estar em primeiro lugar nas sondagens. Procurado, Pereira não respondeu aos contatos.

Coordenador da campanha de Russomanno, Elsinho Mouco disse que o clima entre os auxiliares do candidato é o oposto do relatado por aliados do Planalto. “As bandeiras desfraldadas no início da campanha, continuam tremulando. O ‘Agora é nossa vez’”, disse, citando o lema da campanha. Wajngarten não foi localizado.

Veja todas as sabatinas do 'Estadão' com candidatos a prefeito de SP .
Série de entrevistas com os nomes que disputam as eleições municipais na capital ocorreu entre 15 de outubro e 4 de novembro a série de sabatinas com os candidatos à Prefeitura de São Paulo nas eleições 2020. Ao todo, foram entrevistados 11 candidatos filiados a partidos que têm representação no Congresso Nacional. Por causa da pandemia do novo coronavírus, as sabatinas ocorreram de forma virtual e com transmissão ao vivo pelo portal estadao.com.br.

usr: 15
Isto é interessante!