Brasil MG: Médico é preso após estuprar e agredir paciente em consulta

21:41  29 outubro  2020
21:41  29 outubro  2020 Fonte:   istoe.com.br

Startup Sami levanta R$ 86 mi em aporte e anuncia seu próprio plano de saúde

  Startup Sami levanta R$ 86 mi em aporte e anuncia seu próprio plano de saúde Agora como operadora de saúde, a startup pretende usar tecnologia para oferecer uma rede de atendimento próxima ao pacienteA startup brasileira Sami anuncia nesta terça-feira, 20, que levantou um aporte de R$ 86 milhões liderado pelos fundos Valor Capital Group e Monashees. O investimento também marca uma guinada da empresa, fundada em 2018: após trabalhar com projetos pilotos voltados a otimizar serviços de operadoras de saúde, a startup vai usar o novo cheque para lançar em novembro seu próprio plano de saúde, cujo objetivo é oferecer um atendimento próximo ao paciente e com preço acessível.

Na noite da última quarta-feira (28), um médico foi preso na cidade de Uberaba, em Minas Gerais, suspeito de estuprar e agredir uma paciente durante um atendimento.

A consulta da vítima durou cerca de uma hora e o marido da paciente esperou a companheira do lado de fora do consultório. A vítima, por sua vez, não contou o episódio para o marido. Ela revelou o acontecimento apenas para uma amiga, que a convenceu a denunciar o caso à Polícia Militar.

A vítima passou por exames que detectaram lesões vaginais. Em depoimento, ela disse para a polícia que o homem apalpou seu corpo e encostou seu genital na mão da vítima. Em seguida, o médico puxou a calcinha da paciente para o lado e a estuprou. A vítima também contou que não reagiu porque o criminoso poderia alegar que ela era louca, uma vez que tinha recebido receitas de remédios para ansiedade. A paciente ainda revelou que temia, através de seu cadastro na clínica, que o estuprador conseguisse seu endereço.

O médico foi preso em flagrante na frente da família. Em seu depoimento, o homem disse que atendeu a mulher por 40 minutos e que a porta permaneceu encostada durante a sessão, e não trancada. Ele negou a versão contada pela paciente.

O homem foi encaminhado para a delegacia de plantão de Uberada e a Polícia Militar disse que buscas no sistema revelaram outras ocorrências contra o suspeito com relatos similares.

Casagrande elogia atitude de Hyuri, do Atlético-GO, por se posicionar sobre o caso de Mariana Ferrer .
Comentarista utiliza as redes sociais para parabenizar engajamento do atacante do Dragão na última terça-feira antes da partida diante do Internacional pela Copa do Brasil , Hyuri ergueu a mão esquerda, marcada com um X, gesto que simboliza a luta contra violência às mulheres. – Este tamanho desrespeito com as mulheres é chocante. Nós todos podemos fazer um pouco mais. Pode parecer complicado fazer isto sozinho, mas cada um deveria fazer a sua parte – disse o jogador.O CASOO empresário André de Camargo Aranha foi acusado de estuprar a promoter de 23 anos durante uma festa em 2018.

usr: 1
Isto é interessante!