Brasil MPF investiga fraude em vacinação contra Covid em Manaus; imunização é suspensa

03:17  22 janeiro  2021
03:17  22 janeiro  2021 Fonte:   reuters.com

CoronaVac: Butantan anuncia que eficácia geral da vacina contra covid-19 é de 50,38%

  CoronaVac: Butantan anuncia que eficácia geral da vacina contra covid-19 é de 50,38% Essa eficácia quer dizer cerca de 50 de cada 100 pessoas que tomarem a vacina vão desenvolver imunidade ao vírus. Dado foi obtido em pesquisas com trabalhadores da saúde — e evitou 78% de casos leves e 100% de graves em testes; entenda.O governo de São Paulo anunciou, nesta terça-feira (12/01), os resultados dos testes de eficácia da CoronaVac, a vacina da farmacêutica chinesa Sinovac que está sendo desenvolvida no Brasil em parceria com o Instituto Butantan.

Manaus - A vacinação contra covid -19 para os profissionais de saúde foi suspensa em Manaus por um dia nesta quinta-feira, 21, para reformulação da campanha. Há municípios do interior do Amazonas que terão de devolver doses do imunizante, enviadas erroneamente pelo Estado.

A vacinação contra a Covid -19 em Manaus foi suspensa por um dia. Autoridades locais vão tentar redefinir as prioridades dentro do grupo que será inicialmente imunizado. As doses de Coronavac que chegaram ao estado nesta semana são suficientes para vacinar somente 34% dos profissionais de

Por Ricardo Brito

Doses da CoronaVac © Reuters/ADRIANO MACHADO Doses da CoronaVac

BRASÍLIA (Reuters) - O Ministério Público Federal no Amazonas decidiu investigar uma possível fraude no processo de vacinação contra a Covid-19 em Manaus, depois de médicos que não seriam do grupo prioritário divulgarem que foram imunizados no primeiro dia de aplicação do imunizante na capital do Estado.

Suspeitas de fraude no procedimento de vacinação levaram a capital do Amazonas a suspender a vacinação. Manaus já sofre um colapso na sua rede de saúde pública diante da falta de leitos e falta de suprimento de oxigênio para dar conta dos pacientes, em meio a uma severa segunda onda da doença.

Nova variante do coronavírus pode estar por trás de caos no Amazonas, dizem pesquisadores

  Nova variante do coronavírus pode estar por trás de caos no Amazonas, dizem pesquisadores No Reino Unido, uma nova variante detectada é 70% mais contagiosa do que as cepas originais do coronavírus.O sistema de saúde da capital do Amazonas sofre nos últimos dias com a falta de oxigênio, de leitos de UTI e equipamentos para lidar com o forte aumento no número de internações.

A vacinação contra a Covid -19 em Manaus foi suspensa nesta quinta-feira (21) para um “replanejamento da campanha". O republicano não aceita totalmente a derrota e insiste na tese falsa de que as eleições foram fraudadas . Em comunicado divulgado na semana passada, o FBI, a polícia

A vacinação contra a covid -19 em Manaus , capital do estado brasileiro do Amazonas, foi hoje suspensa após denúncias de irregularidades na aplicação das doses, estando a ser investigada a receção do imunizante por pessoas não prioritárias.

Em comunicado, o MPF no Estado determinou uma série de providências para investigar o caso. Dentre elas, recomendou ao prefeito de Manaus, David Almeida, que "não faça qualquer manifestação pública para coibir que servidores públicos se expressem seja de forma verbal ou por meio de fotos ou vídeos, sobre sua imunização".

O MPF também determinou que a prefeitura de Manaus informe, de forma imediata e urgente, os profissionais de saúde já vacinados, a escala de trabalho dos profissionais em janeiro e a lista de atendimentos realizados por eles.

Duas médicas foram notificadas a prestar depoimento como investigadas por supostamente terem sido vacinadas no primeiro dia em que as doses da CoronaVac foram aplicadas em Manaus, sem que fizessem parte dos grupos prioritários da imunização, informou o MPF.

A vacinação no Estado foi suspensa nesta quinta-feira como resultado da reunião de representantes da prefeitura de Manaus e do governo do Estado com órgãos de controle, de acordo com nota do Ministério Público do Estado do Amazonas, até que as autoridades apresentem lista definida de quem será vacinado com prioridade.

Novas variantes da Covid-19 podem levar a adaptações das vacinas, diz especialista do Imperial College .
As novas variantes do SarsCov2 encontradas no Reino Unido, África do Sul e Brasil despertam preocupação. Se confirmadas que as mutações podem torná-las mais resistentes às vacinas que começam a ser aplicadas pelo mundo, é possível que os imunizantes precisem ser adaptados. Nada muito diferente do que os cientistas já fazem com a da gripe, ou influenza, que é feita para atacar quatro tipos distintos de vírus, segundo o epidemiologista do Imperial College Nuno Faria.

usr: 0
Isto é interessante!