Brasil Bolsonaro edita MPs que permitem redução de salários e jornadas

02:26  28 abril  2021
02:26  28 abril  2021 Fonte:   poder360.com.br

EUA querem se engajar com Brasil e acordo sobre clima é possível, diz Ian Bremmer

  EUA querem se engajar com Brasil e acordo sobre clima é possível, diz Ian Bremmer Presidente de uma das consultorias mais ouvidas do mundo, Bremmer afirmou que o Brasil vem pagando um preço altíssimo pela politização da pandemia por parte do governo de Jair Bolsonaro.A avaliação é do cientista político americano Ian Bremmer, presidente da consultoria de risco político Eurasia e um dos analistas mais ouvidos por investidores internacionais e empresários em todo o mundo.

“Todos os benefícios serão custeados com recursos da União”, destaca o presidente Bolsonaro . O presidente da República, Jair Bolsonaro , sancionou, nesta

A MP permite às empresas suspender contratos ou reduzir jornadas e salários de funcionários até o fim do ano, enquanto durar o estado de calamidade pública decretado por conta da pandemia do novo coronavírus. Já a redução salarial não pode passar de 90 dias no total. A Câmara aprovou a permissão para que esses prazos sejam prorrogados por ato do Poder Executivo (um decreto do presidente Bolsonaro , por exemplo), enquanto durar o estado de calamidade pública. O programa será prorrogado, de acordo com o secretário especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco.

O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta 3ª feira (27.abr.2021) medida provisória que institui o novo Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda, que visa mitigar os efeitos da pandemia de covid-19 na economia.

Medida provisória assinada pelo presidente visa mitigar os efeitos da pandemia de covid-19 na economia © Sérgio Lima/Poder360 Medida provisória assinada pelo presidente visa mitigar os efeitos da pandemia de covid-19 na economia

O texto permite a redução das jornadas e dos salários e o adiamento do pagamento do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). A suspensão dos contratos de trabalho pode ser requisitada pelo empregador por até 120 dias. O governo compensará com um benefício, referente às parcelas do seguro desemprego ao qual o empregado teria direito.

Bolsonaro cria divisões e distrai população com ‘populismo sanitário’ na pandemia, diz cientista político

  Bolsonaro cria divisões e distrai população com ‘populismo sanitário’ na pandemia, diz cientista político Ao defender diversos medicamentos ineficazes ou sem eficácia comprovada contra a covid-19, presidente brasileiro adota estilo retórico para atender a seus próprios interesses políticos, diz Guilherme Casarões, da FGV.Oferecer diferentes "curas" no meio de uma crise de saúde global é uma maneira de "moldar e amplificar a emergência sanitária para atender a seus interesses políticos", avalia Casarões, professor da Fundação Getúlio Vargas em São Paulo. Com isso, Bolsonaro cria divisões e tenta distrair a população da pandemia, avalia.

A MP permite às empresas suspender contratos ou reduzir jornadas e salários de funcionários até o fim do ano, enquanto durar o estado de calamidade pública decretado por conta da pandemia do novo coronavírus. Já a redução salarial não pode passar de 90 dias no total. A Câmara aprovou a permissão para que esses prazos sejam prorrogados por ato do Poder Executivo (um decreto do presidente Bolsonaro , por exemplo), enquanto durar o estado de calamidade pública. O programa será prorrogado, de acordo com o secretário especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco.

A MP permite às empresas suspender contratos ou reduzir jornadas e salários de funcionários até o fim do ano, enquanto durar o estado de calamidade pública decretado por conta da pandemia do novo coronavírus. Já a redução salarial não pode passar de 90 dias no total. A Câmara aprovou a permissão para que esses prazos sejam prorrogados por ato do Poder Executivo (um decreto do presidente Bolsonaro , por exemplo), enquanto durar o estado de calamidade pública. O programa será prorrogado, de acordo com o secretário especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco.

A preservação do salário-hora de trabalho deve ser preservada. Caso haja redução, os acordos devem seguir os seguintes percentuais: 25%, 50% ou 70%.

O pagamento das parcelas de abril, maio, junho e julho do FGTS poderá ser feito a partir de setembro.

Em 2020, segundo o governo, 1,5 milhão de trabalhadores tiveram salários ou jornadas reduzidos, e 9,8 milhões tiveram contratos suspensos.

A MP será publicada no Diário Oficial da União de 4ª feira (28.abr). As informações foram confirmadas pelo Palácio do Planalto.

Maria, preciso te contar sobre Bolsonaro, o fazedor de órfãos .
O homem que governa o Brasil condenou uma geração a crescer e a viver sem pai ou sem mãeMaria, seu pai foi vítima de extermínio. Seu pai é um dos mais de 410.000 brasileiros que tombaram por um crime contra a humanidade entre os anos de 2020 e 2021. Enquanto eu escrevo essa carta para você, os assassinatos seguem acontecendo a uma média de quase 2.400 cadáveres por dia. Eu olho para você, Maria, e você ainda diz, os olhos escancarados de expectativa, quando alguém faz barulho na porta da frente: “pa!”. E, então, decepcionada: “pa?”.

usr: 1
Isto é interessante!