Brasil Guedes diz que Congresso cortou verba para o Censo 2021

02:51  29 abril  2021
02:51  29 abril  2021 Fonte:   istoe.com.br

Guedes diz agora que Orçamento é 'exequível' com acordo que tira do teto despesas com a covid

  Guedes diz agora que Orçamento é 'exequível' com acordo que tira do teto despesas com a covid Avaliação do ministro da Economia a interlocutores é de que todos os acordos couberam dentro do OrçamentoO ministro tem pontuado que o acerto mantém extrateto (que não entra no limite do teto) apenas os gastos relacionados ao enfrentamento da covid-19 na segunda onda da pandemia. Na avaliação dele, é exatamente como ocorreu, em 2020, na primeira onda da doença.

O corte da verba para o Censo 2021 foi decidido pelo Congresso Nacional, disse hoje (28) o ministro da Economia, Paulo Guedes. Segundo ele, os parlamentares tomaram a decisão para evitar que os recenseadores transmitissem o novo coronavírus.

“Não fomos nós que cortamos o Censo. Quando houve o corte no Congresso, a explicação que nos foi dada é de que o isolamento social impediria que as pessoas fossem de casa em casa transmitir o vírus. Porque é físico, os pesquisadores vão de casa em casa. Então, me pareceu que essa é uma explicação. Vou me informar a respeito”, afirmou Guedes na portaria do ministério.

Guedes fez o comentário poucas horas depois de o ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF) conceder liminar determinando a realização do Censo 2021. Para Marco Aurélio, a Constituição determina a realização do recenseamento.

Censo demográfico pode ficar para 2023, após novo corte no Orçamento

  Censo demográfico pode ficar para 2023, após novo corte no Orçamento Verba destinada ao IBGE, prevista em R$ 2 bilhões, já havia caído para R$ 71 milhões; após corte, ficou em R$ 53 milhõesO texto aprovado no congresso previa R$ 53 milhões de custeio e outros R$ 17,750 milhões de investimento, que acabaram vetados pelo presidente, ressalta o sindicato.

“Defiro a liminar, para determinar a adoção de medidas voltadas à realização do Censo, observados os parâmetros preconizados pelo IBGE [Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística], no âmbito da própria discricionariedade técnica”, informou o ministro do Supremo na liminar, pedida pelo governo do Maranhão.

Na semana passada, o Ministério da Economia informou que o Censo, que havia sido adiado para este ano por causa da pandemia de covid-19, não será realizado por falta de verba. Inicialmente, estavam previstos R$ 2 bilhões para a realização da pesquisa, mas, durante a tramitação da lei orçamentária no Congresso Nacional, os parlamentares deixaram R$ 53 milhões, inviabilizando a realização da contagem populacional.

Maria, preciso te contar sobre Bolsonaro, o fazedor de órfãos .
O homem que governa o Brasil condenou uma geração a crescer e a viver sem pai ou sem mãeMaria, seu pai foi vítima de extermínio. Seu pai é um dos mais de 410.000 brasileiros que tombaram por um crime contra a humanidade entre os anos de 2020 e 2021. Enquanto eu escrevo essa carta para você, os assassinatos seguem acontecendo a uma média de quase 2.400 cadáveres por dia. Eu olho para você, Maria, e você ainda diz, os olhos escancarados de expectativa, quando alguém faz barulho na porta da frente: “pa!”. E, então, decepcionada: “pa?”.

usr: 3
Isto é interessante!