Brasil Português com amnésia encontrado em SP é procurado pela Justiça

04:00  29 abril  2021
04:00  29 abril  2021 Fonte:   noticiasaominuto.com

Condenação de ex-policial que matou George Floyd restabelece noção de justiça nos EUA

  Condenação de ex-policial que matou George Floyd restabelece noção de justiça nos EUA O veredicto do júri que declarou o ex-policial americano Derek Chauvin culpado de três acusações na morte de George Floyd foi recebido com satisfação e alívio nos Estados Unidos e no mundo. A condenação é interpretada como um sinal de uma possível mudança no tratamento das discriminações e da violência policial. Políticos americanos, líderes mundiais, artistas, atletas, ativistas do movimento negro, militantes de direitos humanos, a família e a imprensa reagiram à decisão, por unanimidade, dos 12 jurados do caso, anunciada na noite de terça-feira (20).

Um português encontrado com amnésia no centro de São Paulo, no Brasil, foi reconhecido por amigos ao fim de 20 dias. Pedro Duarte pediu ajuda à polícia quando se apercebeu que tinha perdido a memória. Foi transportado para o hospital Barra Funda onde ficou durante 20 dias.

Ao encontrarem o veículo citado na Avenida Orlando Dei Santi, a equipe realizou a abordagem, porém nada de ilícito foi encontrado . Após solicitarem a documentação, foi confirmado que o indivíduo seria procurado pela justiça , constatando 30 dias de prisão civil. Diante dos fatos, o mesmo foi conduzido para a central de polícia judiciária e a autoridade de plantão elaborou o boletim de ocorrência, liberando o indivíduo após assinar o termo de compromisso, devido à pandemia de Covid-19.

O caso do português com amnésia que foi encontrado na Praça da Sé, no centro de São Paulo, no Brasil, sofreu uma reviravolta. Uma investigação realizada pela Record TV concluiu que se trata, afinal, de um homem procurado pelas autoridades portuguesas.

O homem foi identificado como Pedro Miguel Alcântara Duarte e há, em Portugal, oito ocorrências registradas pelas autoridades em seu nome © Reprodução O homem foi identificado como Pedro Miguel Alcântara Duarte e há, em Portugal, oito ocorrências registradas pelas autoridades em seu nome

O português que teria perdido a memória chama-se Pedro Miguel Alcântara Duarte. Suspeita-se que o homem tenha entrado no país de forma ilegal, já que a Polícia Federal não tem registro da entrada de ninguém com aquele nome no Brasil.

Suspeito de estupro de vulnerável em Diamantina é preso em Neves

  Suspeito de estupro de vulnerável em Diamantina é preso em Neves Homem é investigado desde outubro de 2019; ao tomar conhecimento de que era caçado pela polícia, fugiu e se escondeu em Ribeirão das NevesO caso era investigado pela Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam), em Diamantina, que pediu à Justiça a prisão do suspeito, que estava foragido.

Procurada pelo G1, a Polícia Militar esclareceu, por nota, que recebeu a denúncia e imediatamente instaurou um inquérito policial militar para apurar rigorosamente os fatos. O oficial foi afastado do comando do Batalhão e a investigação é conduzida pela Corregedoria da Polícia Militar. Segundo a corporação, todos os fatos são sigilosos, conforme prevê a legislação. 4 de 4 Mesmo após avisar que não iria ao encontro , coronel enviou fotos para provar que estava esperando soldado em estação de metrô — Foto: G1 Santos.

Ex-vice-presidente da Mancha Verde é preso em São Paulo. O ex-vice-presidente da Mancha Verde, Lucas Lezo, de 26 anos, foi preso na noite desta segunda-feira (23) na Zona Norte de São Paulo. Ele era procurado por tentativa de homicídio contra um outro torcedor durante briga entre organizadas na partida Palmeiras x Flamengo, realizada em Brasília, pelo Campeonato Brasileiro de 2016. Lezo estava foragido desde setembro do ano passado, quando teve o mandado de prisão expedido pela Justiça do Distrito Federal.

A Record TV revelou que o homem, para além de ser procurado pelas autoridades portuguesas, aplicou pelo menos cinco 'golpes' no Brasil. Ao programa 'Balanço Geral', uma das vítimas, cujo pai tem uma pousada, revelou que Pedro Duarte esteve hospedado na unidade de hotelaria e fugiu sem pagar.

Recorde-se que, quando o homem apareceu, foi apelidado de 'John', já que a sua identidade era desconhecida. Graças à reportagem da Record TV, um amigo, Eli, disse reconhecê-lo e identificou-o como Pedro Duarte, de 50 anos.

De acordo com o mesmo amigo, Pedro costumava ir ao Brasil duas vezes por ano e, em fevereiro passado, disse a Eli que tinha sido assaltado e pediu-lhe dinheiro. Já em março, contou que voltaria para Portugal e, a partir deste momento, Eli não tinha voltado a ver Pedro. Até agora.

Na tentativa de encontrar a família do português, a Record TV entrou em contato com a equipe da emissora na Europa, que conseguiu apurar os crimes supostamente aplicados pelo suspeito. "Há pelo menos oito ocorrências com o nome de Pedro Miguel Alcântara Duarte", indicou a equipe da Record TV portuguesa.

Veja a reportagem do 'Balanço Geral':

Bruno Mezenga, Blandi e mais: Corinthians é procurado por empresários e até 5 atacantes são indicados, diz site .
A diretoria do Timão segue ouvindo indicações de reforços nos bastidores, mas não tem levando adiante as situações; o clube trabalha sem pressa no mercadoA diretoria do Timão, no entanto, está atenta às possibilidades e vem sendo procurada por muitos empresários, principalmente de atacantes. De acordo com informação da reportagem do "Globoesporte.com", apesar de não confirmar oficialmente, o Corinthians recebeu indicação de até cinco alternativas para o setor ofensivo.

usr: 2
Isto é interessante!