Brasil Família de Anderson do Carmo quer que Flordelis pague indenização de R$ 800 mil

18:47  04 maio  2021
18:47  04 maio  2021 Fonte:   istoe.com.br

Deputada Flordelis e mais nove réus irão a júri popular por morte de pastor

  Deputada Flordelis e mais nove réus irão a júri popular por morte de pastor A deputada federal é acusada de ser mandante do crime e foi denunciada por homicídio triplamente qualificado. Ainda não há data prevista para o julgamento . © WILTON JUNIOR / ESTADÃO Flordelis é considerada pela Polícia Civil do Rio a mandante do assassinato do próprio marido Acusada de ser mandante do crime, ocorrido em junho de 2019, Flordelis foi denunciada por homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio, uso de documento falso e associação criminosa armada.

A defesa dos familiares do pastor Anderson do Carmo, assassinado em junho de 2019, entrou na Justiça do Rio de Janeiro com um processo de danos morais contra a deputada Flordelis dos Santos de Souza. Na ação, os parentes do pastor pedem que a parlamentar pague R$ 800 mil. As informações são do jornal Extra.

Flordelis é acusada de ser a mandante da morte de Anderson, seu marido. O valor da indenização seria dividido entre três pessoas: R$ 500 mil para Jorge de Souza, pai de Anderson; R$ 200 mil para Claudia Maria Rodrigues Souza, irmã do pastor e R$ 100 mil para Nádia Henrique, tia e madrinha da vítima.

Para o advogado Márcio dos Anjos, não resta dúvidas de que Flordelis arquitetou a morte de Anderson, devendo, portanto, indenizar seus familiares.

Filha de Flordelis diz que pagou R$ 5 mil por morte do pastor Anderson

  Filha de Flordelis diz que pagou R$ 5 mil por morte do pastor Anderson Filha de Flordelis diz que pagou R$ 5 mil por morte do pastor AndersonDe acordo com ela, a motivação do crime foram as constantes investidas sexuais do pastor. Ela teria dado o dinheiro à irmã Marzy Teixeira. Em janeiro, Simone deu a mesma versão à Justiça, em um novo interrogatório.

“Assim sendo, a obrigação de indenizar os Autores é inelutável, data venia, pois o acontecimento que deu azo à presente demanda, até mesmo em razão das circunstâncias que o cercaram, trouxe para a família dos Autores um sofrimento vitalício gerado pela ausência da pranteada vítima, retirada do seio de seu convívio pelo despreparo e pela ganância aviltante da Ré”, escreveu Márcio dos Anjos em sua petição protocolada em março.

No processo, o advogado também pediu antecipação de tutela para o bloqueio de bens e de valores em contas da parlamentar, além de 30% do salário dela como deputada, para assegurar o pagamento da indenização aos familiares de Anderson.

O pedido foi negado pela juíza Daniela Ferro Affonso Rodrigues Alves, da 1ª Vara Cível de Pendotiba, em Niterói. O advogado informou ao Extra que vai recorrer da decisão.

Fórum dos Leitores .
Cartas de leitores selecionadas pelo jornal O Estado de S. PauloManobras

usr: 2
Isto é interessante!