Brasil Lei obriga Prefeitura de Mariana a divulgar lista de vacinados diariamente

00:46  05 maio  2021
00:46  05 maio  2021 Fonte:   em.com.br

Após climão, Fernando Alonso pede desculpas para Mariana Becker: 'Não entendi direito'

  Após climão, Fernando Alonso pede desculpas para Mariana Becker: 'Não entendi direito' Alonso pediu desculpas pelas respostas atravessadas dadas para Mari Becker, o que acabou repercutindo na internet brasileira . Mariana tentou falar com o espanhol sobre as dificuldades do circuito de Portimão após o piloto ser eliminado do Q2, tendo que largar na corrida do domingo na 13º colocação, atrás do companheiro de equipe Esteban Ocon.Alonso, de cara fechada, respondeu apenas com um 'sim'. Mariana insistiu na questão e Alonso foi sucinto novamente. Mariana, então, disse: 'Ok, se não quer falar, tudo bem'. A repórter teve o apoio dos colegas da Band Sérgio Mauricio, Reginaldo Leme e Felipe Giaffone.

O projeto determina que a prefeitura deverá publicar a lista de vacinados pelo SUS (Sistema Único de Saúde) diariamente em seu site oficial. “Através dessa iniciativa nosso município estará se antecipando e mostrando a toda a população que estamos preocupados em garantir a correta vacinação, que tem sido a grande esperança da população, contra esse vírus que tem causado muitas mortes e desencadeado tantas outras doenças físicas e mentais”, conclui Gualter. O projeto de lei será encaminhado às comissões pertinentes e, não havendo impedimento legal para sua tramitação, será

Foi protocolado nesta segunda (8) no sistema eletrônico da Câmara de Vereadores, Projeto de Lei (PL) que estabelece a obrigatoriedade da publicação de listagem de todos os vacinados contra a Covid-19 em São Gonçalo. Pelo texto redigido pelo vereador Romario Regis (PCdoB), a Prefeitura será obrigada a disponibilizar em seu site diariamente a lista de vacinados com nome completo e data de nascimento, CPF com os primeiros seis números omitidos, data da vacina , com a identificação de primeira ou segunda dose, local de vacinação, grupo prioritário ao qual pertence, lotação, cargo e

A divulgação diária dos dados sobre a vacinação em Mariana é obrigatória desde 30 de abril © Prefeitura de Mariana/Reprodução A divulgação diária dos dados sobre a vacinação em Mariana é obrigatória desde 30 de abril Os dados sobre a Campanha Nacional de Vacinação contra a COVID-19, com o nome completo do vacinado, data de vacinação, grupo prioritário, agente de saúde que vacinou, lote e laboratório responsável pela vacina em Mariana, Região Central de Minas Gerais, estão disponíveis para consulta e acompanhamento no Portal da Transparência da prefeitura.

A divulgação dos dados se deu por meio de um Projeto de Lei (Pl 47/2021) aprovado pela Câmara que dispõe sobre a obrigatoriedade de publicar a lista os vacinados na cidade, com atualização diária.

Câmara aprova projeto que revoga Lei de Segurança Nacional

  Câmara aprova projeto que revoga Lei de Segurança Nacional Herança da ditadura militar, norma vem sendo usada contra críticos de Bolsonaro. Texto aprovado por deputados também tipifica crimes contra a democracia, incluindo a disseminação de fake news. © picture-alliance/Lou Avers Após aprovação pela Câmara, projeto de lei segue para o Senado A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (04/05) um projeto que revoga a Lei de Segurança Nacional, herança da ditadura militar, e acrescenta ao Código Penal vários crimes contra o Estado democrático de Direito. Procedimentos com base na Lei de Segurança Nacional (Lei 7.

Imagem: Prefeitura de Mariana /Divulgação. Compartilhe no Facebook Compartilhe no Twitter Compartilhe no Linkedin Compartilhe no Pinterest Compartilhe no Whatsapp. PROCESSO SELETIVO PARA OS JOVENS: A Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania divulgará um edital informando o número de vagas disponíveis e critérios de inclusão para os processos que acontecerão anualmente, nos meses de janeiro e julho. Os selecionados realizarão uma entrevista, a fim de traçar um perfil do jovem assistido, suas potencialidades, expectativas e limitações.

Lei que obriga município a divulgar lista de médicos plantonistas é constitucional. O entendimento unânime é do Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS). A corte recusou a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN) proposta pela prefeitura de Pantano Grande. A Lei Municipal 608/2017 determina a divulgação da escala dos médicos plantonistas e dos responsáveis pelos plantões dos Postos de Saúde, Pronto-Atendimentos, Pronto-Socorros e serviços terceirizados de plantão médico instalados na cidade. A prefeitura argumentou que a lei aumenta as despesas do

Diante disso, a Prefeitura de Mariana, por meio da Secretaria de Saúde, publicou no Diário Oficial do Município, "O Monumento", em 29 de abril, a promulgação da Lei 3421/2021, mas com pedidos de veto pelo prefeito interino Juliano Gonçalves.

LEIA TAMBÉM: Vacinômetro' em MG: veja o número de pessoas já vacinadas na sua cidade

De acordo com o secretário de Saúde de Mariana, Danilo Brito, o pedido do veto teve motivos específicos.

“Pedimos o veto parcial da lei por entender que alguns dados, como o CPF e endereço, não deveriam ser divulgados. Além disso, a determinação de publicar as informações diariamente é humanamente impossível, pois as pessoas que fariam isso são as mesmas que aplicam as vacinas, muitas vezes até às 18h”, explicou o secretário”.

Prédio da prefeitura de Pedro Leopoldo ficará fechado nesta quarta (5/5)

  Prédio da prefeitura de Pedro Leopoldo ficará fechado nesta quarta (5/5) Dois servidores da prefeitura testaram positivo para COVID-19 e prédio passará por processo de desinfecção De acordo com o Executivo municipal, uma empresa foi licitada para o processo e a sanitização precisa de 12 horas para agir por completo. Por isso, para atender aos protocolos de saúde, o funcionamento interno e externo do prédio ficará suspenso nesta quarta-feira (5/5). LEIA TAMBÉM: Saiba tudo sobre a vacina da Pfizer, que chegou a Minas nessa segunda-feira    Ainda de acordo com a prefeitura, os atendimentos agendados para quarta-feira ficarão automaticamente transferidos para 6 de maio, quinta-feira, no mesmo horário.

Um Projeto de Lei que dispõe sobre a consulta da lista de espera de pacientes, em site oficial, para a realização de serviços de saúde, como exames ou intervenções cirúrgicas, foi aprovado por maioria na votação desta quarta-feira (24), da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP). O objetivo do projeto é proporcionar segurança ao paciente, que saberá que está em uma lista de espera, elaborada de acordo com a ordem de inscrição. Na discussão da matéria, foi suscitada a questão da individualidade dos pacientes quando da publicidade dos dados, mas o vereador Leo Bezerra explicou que o projeto

O projeto visa divulgar mensalmente no portal da Prefeitura Municipal um demonstrativo detalhado o total de infrações de trânsito aplicadas na cidade discriminando quantas são provenientes de fiscalização por agentes de trânsito e quantas são provenientes de fiscalização por radares. “Conforme se vislumbra, o objetivo central deste projeto é estabelecer a obrigação da publicação mensal, no sítio oficial da Prefeitura Municipal de São Carlos do número de infrações de trânsito e as consequentes arrecadações e destinações mensais dos recursos arrecadados, de modo a tornar

De acordo com a Câmara Municipal de Mariana, foi necessária uma comissão especial no Legislativo para derrubar o veto do Executivo e, assim, foi submetida ao plenário a rejeição ao veto do prefeito. Após 48 horas, a lei da transparência de dados da vacinação foi sancionada e publicada pelo Legislativo.

A partir disso, a população tem informações sobre a vacinação desde 30 de abril, data da promulgação da lei, mas Brito informa que foi protocolado na Câmara um pedido de alteração.

“Vamos solicitar para que a divulgação dos dados seja semanal. Também vamos pedir para retirar a parte que pede para divulgar o nome do profissional responsável pela aplicação da vacina e a multa diária no valor de R$ 5 mil”, disse o secretário.

A exposição dos motivos para abertura dos dados, segundo o autor do PL, vereador Marcelo Macedo (MDB), é que estão acontecendo casos em todo o país de pessoas que não são de grupos prioritários estarem sendo vacinadas. A lei visa garantir a lisura e a transparência na Campanha de Vacinação contra a COVID-19 em Mariana, segundo o vereador.

Uberaba recebe 14ª remessa de vacina e se aproxima das 100 mil doses

  Uberaba recebe 14ª remessa de vacina e se aproxima das 100 mil doses Nova remessa será voltada para idosos de 60 a 64 e profissionais das forças de segurança, armada e de salvamentoJá foram aplicadas cerca de 75 mil doses de vacina contra a COVID-19 em Uberaba.   De acordo com o superintendente Regional de Saúde (SRS), Maurício Ferreira, nesta nova remessa, a 14ª, chegaram para Uberaba 8.520 primeiras doses de AstraZeneca para aplicação em 48,5% dos idosos entre 60 e 64 anos e 6% das forças de segurança, armadas e de salvamento; e apenas 100 primeiras doses de CoronaVac para 0,5 % dos idosos de 60 a 64 anos.

O vereador por Cuiabá, Eduardo Magalhães (Republicanos), apresentou nesta quinta-feira (29), na Câmara Municipal, o Projeto de Lei que obriga a Prefeitura de Cuiabá a divulgar no site oficial e no Portal de Transparência a relação de medicamentos com a data de entrada, fabricação lote e validade disponíveis na rede pública municipal de saúde. De acordo com o parlamentar, o objetivo da proposta é garantir transparência na gestão dos medicamentos, e mais eficácia na utilização deles. Além de ser a forma mais ágil dos vereadores fiscalizarem a utilização das medicações. A medida contempla as unidades

Ação foi ajuizada após investigação que apura possíveis desvios de vacina na cidade. As Defensorias Públicas do Estado do Amazonas (DPE-AM) e da União (DPU), em conjunto com os Ministérios Públicos Federal (MPF), Estadual (MPE), de Contas (MPC) e do Trabalho (MPT), entraram na quinta-feira 21 com uma ação na Justiça Federal para que a prefeitura de Manaus informe, diariamente , a lista de pessoas imunizadas com.

Na página da prefeitura onde os dados estão sendo inseridos, consta uma cópia do registro manual de vacinados no dia. Mas nem todos e os dados exigidos na Lei 3421/2021 estão sendo publicados no site, como, por exemplo, a quantidade de vacinas recebidas, a identificação do responsável pelo transporte da vacina até a cidade e o quantitativo da vacina disponível no lote.

A identificação do profissional que qualificou o vacinado como grau de prioridade, outra exigência, deverá ser disponibilizado quando a cidade começar a vacinar o grupo com cormobidades. Começou nesta terça-feira (4/5), a vacinação dos idosos de 60 a 64 anos.

O que é um lockdown?

Saiba como funciona essa medida extrema, as diferenças entre quarentena, distanciamento social e lockdown, e porque as medidas de restrição de circulação de pessoas adotadas no Brasil não podem ser chamadas de lockdown.

Vacinas contra COVID-19 usadas no Brasil

  • Oxford/Astrazeneca

Produzida pelo grupo britânico AstraZeneca, em parceria com a Universidade de Oxford, a vacina recebeu registro definitivo para uso no Brasil pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). No país ela é produzida pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Meninas do Cruzeiro conseguem a primeira vitória no Brasileiro A1

  Meninas do Cruzeiro conseguem a primeira vitória no Brasileiro A1 As Cabulosas derrotaram o Minas Brasília fora de casa e reagiram após início muito ruim na competição nacionalMariana Santos balançou a rede aos sete minutos para o Cruzeiro, marcando o seu quarto gol no campeonato. Duda ampliou, em cobrança de pênalti, aos 49 minutos, e fez de novo aos 22 da etapa complementar. Nenê diminuiu para a equipe local, aos 42 do segundo tempo.

  • CoronaVac/Butantan

Em 17 de janeiro, a vacina desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac, em parceria com o Instituto Butantan no Brasil, recebeu a liberação de uso emergencial pela Anvisa.

  • Janssen

A Anvisa aprovou por unanimidade o uso emergencial no Brasil da vacina da Janssen, subsidiária da Johnson & Johnson, contra a COVID-19. Trata-se do único no mercado que garante a proteção em uma só dose, o que pode acelerar a imunização. A Santa Casa de Belo Horizonte participou dos testes na fase 3 da vacina da Janssen.

  • Pfizer

A vacina da Pfizer foi rejeitada pelo Ministério da Saúde em 2020 e ironizada pelo presidente Jair Bolsonaro, mas foi a primeira a receber autorização para uso amplo pela Anvisa, em 23/02.

Minas Gerais tem 10 vacinas em pesquisa nas universidades

Como funciona o 'passaporte de vacinação'?

Os chamados passaportes de vacinação contra COVID-19 já estão em funcionamento em algumas regiões do mundo e em estudo em vários países. Sistema de controel tem como objetivo garantir trânsito de pessoas imunizadas e fomentar turismo e economia. Especialistas dizem que os passaportes de vacinação impõem desafios éticos e científicos.

Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal

Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus.

Vacina a conta-gotas acende alerta na saúde

  Vacina a conta-gotas acende alerta na saúde BH pode imunizar 50 mil pessoas por dia, mas tropeça no baixo estoque, diz Kalil. Conselho de secretários teme piora no cenário em todo o paísA declaração de Kalil foi feita durante participação na sessão especial de prestação de contas do Executivo à Câmara Municipal. "Temos postos de saúde, pessoal qualificado, mas falta chegar as vacinas", afirmou o prefeito, em reunião virtual na qual respondeu questionamentos dos vereadores sobre ações da gestão em 2020 ao longo da pandemia do novo coronavírus e planos de recuperação da cidade.

Entenda as regras de proteção contra as novas cepas

Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:

  • Veja onde estão concentrados os casos em BH
  • Coronavírus: o que fazer com roupas, acessórios e sapatos ao voltar para casa

  • Animais de estimação no ambiente doméstico precisam de atenção especial

  • Coronavírus x gripe espanhola em BH: erros (e soluções) são os mesmos de 100 anos atrás

Vacinação dos trabalhadores da saúde de 18 a 39 anos tem fila quilométrica .
A reportagem do EM esteve no ponto de imunização da Faculdade Ciências Médicas e flagrou uma fila de pessoas com mais de 2 KM na manhã desta quarta-feira (5/5)

usr: 2
Isto é interessante!