Brasil Zema teme terceira onda de COVID: 'O vírus está solto, sofrendo mutações'

02:05  11 maio  2021
02:05  11 maio  2021 Fonte:   em.com.br

Cientistas trabalham em vacina ‘universal’ conta todas as variantes do Covid-19

  Cientistas trabalham em vacina ‘universal’ conta todas as variantes do Covid-19 Cientistas trabalham em vacina ‘universal’ conta todas as variantes do Covid-19 e depois expandir para que a vacina cubra todos os betacoronavírus, ou mesmo os vírus alfa, que também podem infectar humanos. Finalmente, as sequências de vírus poderiam   desenvolver vacinas que cobrem todos os coronavírus. Em testes de laboratório, foi demonstrado que os anticorpos que essas pessoas desenvolveram também podem bloquear a infecção por SARS-CoV-2. Com esse histórico, em comparação com a gripe e o HIV, desenvolver uma vacina contra o pancoronavírus  seria relativamente “fácil”.

#FiqueEmCasa#Aprenda#Fique em Casa e Cuide-se #Comigo O COVID -19 esta sofrendo mutações ? É possível rastrear a origem do vírus ? Neste vídeo estarei

О сервисе Прессе Авторские права Связаться с нами Авторам Рекламодателям Разработчикам

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), crê que as restrições impostas pela onda roxa ajudaram a aliviar a situação da pandemia de COVID-19 no estado. Apesar das melhoras nos índices, o chefe do poder Executivo mineiro teme novo aumento de casos e mortes em virtude da infecção. Em entrevista à "CNN Brasil", nesta segunda-feira (10/5), Zema disse que só a imunização pode frear a disseminação da doença.

Governador mineiro diz que novas mutações podem gerar 'terceira onda' de COVID-19 © Leandro Couri/EM/D.A Press Governador mineiro diz que novas mutações podem gerar 'terceira onda' de COVID-19

“Estou pessoalmente confiante de que, com o avanço do processo de vacinação, venhamos a ter a situação sob controle. Mas nada garante que uma terceira onda, inclusive pior do que a segunda, venha. O vírus está solto, sofrendo mutações, e pode surgir uma variante mais letal e mais contagiosa”, falou.

COVID-19: maio começa com alerta e incertezas

  COVID-19: maio começa com alerta e incertezas Depois de um mês com recorde de mortes e casos de COVID-19 em BH, queda da temperatura pode pressionar ainda mais o sistema de saúde por conta das virosesIsso porque as viroses sempre tendem a ser mais transmissíveis durante essas estações, portanto há ameaça de um novo sufocamento do sistema de saúde, que hoje permanece com seus leitos de UTI na zona crítica.

A chegada de uma terceira onda não é questão de “se”, mas de “quando”, de acordo com pesquisadores. Baixa vacinação e flexibilização das restrições são apontados como fatores para novo pico no país, que tem mais de 70% da população suscetível a se contaminar pelo vírus . O Brasil vive em abril o momento mais dramático da pandemia de covid -19 . Em apenas quatro meses, este já se tornou o ano mais letal desde o início da crise sanitária que já matou quase 400.000 pessoas —sendo 3.086 nas últimas 24 horas, segundo dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde

Consejos para la población acerca de los rumores sobre el nuevo coronavirus (2019-nCoV). Enfermedad por coronavirus ( COVID -19): orientaciones para el público - videos.

Em abril, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) publicou estudo que apontava a existência de mais de 90 cepas do coronavírus no Brasil. A variante surgida no Amazonas é uma delas.

Para o governador, o endurecimento das restrições em todo o estado ajudou a conter o número de casos, mortes e internações. Segundo Zema, Minas Gerais é o estado das regiões Sul e Sudeste com menor índice de vítimas.

“Se o Brasil tivesse uma taxa de óbitos semelhante à de Minas Gerais, mais de 60 mil vidas teriam sido poupadas”, lamentou.

Minas Gerais tem média móvel de 249 óbitos por dia. Nesta segunda, o número de pessoas que perderam a vida para a doença chegou a 36.062. São 1.416.845 diagnósticos positivos.

‘O brasileiro se iludiu’

Na visão de Zema, o aumento recente dos índices de COVID-19 se deve a certo “relaxamento” da população nacional nos últimos meses do ano passado.

Minas recebe vacinas da AstraZeneca e Pfizer nesta segunda-feira (03/5)

  Minas recebe vacinas da AstraZeneca e Pfizer nesta segunda-feira (03/5) Novos lotes de vacinas têm 676.250 doses da AstraZeneca e 50.310 da Pfizer . Os imunizantes serão encaminhados para a Rede de Frios, no Bairro Gameleira, na Região Oeste de Belo Horizonte. © Marcos Vieira/EM/D.A Press Minas Gerais recebe o 17° e 18° lote de vacinas contra a COVID-19 A chegada das vacinas está prevista para as 17h da tarde desta segunda. O último lote enviado pelo Ministério da Saúde, nesse sábado, continha 30.400 doses da CoronaVac.

A incerteza sobre a duração da imunidade das vacinas contra a covid -19 deixa o futuro do combate à doença entre o reforço da vacinação, a monitorização de novas variantes e o desenvolvimento de terapêuticas alternativas, avançam especialistas. Como é uma doença que deixa sequelas, temos não apenas de prevenir, mas também combater a doença. Não podemos abdicar de desenvolver medicamentos”. Entre os diferentes avisos, Diana Lousa e Miguel Castanho partilham também algum otimismo de que o vírus SARS-CoV-2 deixe progressivamente de originar novas mutações de risco.

Se não adotar lockdown, a capital será o epicentro da covid -19 no mundo e criadouro de novas cepas ainda mais perigosas do vírus . No dia 21 de janeiro, o biólogo Lucas Ferrante, do Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia, o Inpa, avisou pessoalmente o prefeito de Manaus, David Almeida, do Avante, sobre o risco iminente de uma terceira onda de contaminação pela covid -19 na capital do Amazonas.

“O brasileiro, em novembro e dezembro, se iludiu, achando que a pandemia era algo do passado. Acabamos observando que ela voltou muito mais forte e muito mais letal. Não vamos baixar a guarda”, sustentou.

O que é um lockdown?

Saiba como funciona essa medida extrema, as diferenças entre quarentena, distanciamento social e lockdown, e porque as medidas de restrição de circulação de pessoas adotadas no Brasil não podem ser chamadas de lockdown.

Vacinas contra COVID-19 usadas no Brasil

  • Oxford/Astrazeneca

Produzida pelo grupo britânico AstraZeneca, em parceria com a Universidade de Oxford, a vacina recebeu registro definitivo para uso no Brasil pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). No país ela é produzida pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

  • CoronaVac/Butantan

Em 17 de janeiro, a vacina desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac, em parceria com o Instituto Butantan no Brasil, recebeu a liberação de uso emergencial pela Anvisa.

Índia bate novos recordes de mortes e casos diários de covid-19

  Índia bate novos recordes de mortes e casos diários de covid-19 País registra quase 4 mil óbitos e mais de 412 mil novos casos em 24 horas. Especialista do governo alerta que uma terceira onda do coronavírus no país é inevitável. © Niharika Kulkarni/REUTERS Índia tenta agilizar vacinação de adultos, mas esbarra na falta de matéria-prima Nesta quinta-feira (06/05), as autoridades sanitárias indianas computaram um recorde de mortes, com 3.980 óbitos relacionados à covid-19 em um dia, além de um recorde mundial de infecções diárias pelo coronavírus, com 412.262 nas últimas 24 horas.

Live statistics and coronavirus news tracking the number of confirmed cases, recovered patients, tests, and death toll due to the COVID -19 coronavirus from Wuhan, China. Coronavirus counter with new cases, deaths, and number of tests per 1 Million population. Historical data and info.

Caminho até a ' terceira onda '. Hong Kong registrou seus primeiros casos de covid -19 no fim de janeiro, o que preocupou a população e levou ao chamado "panic buying", ou as compras motivadas pelo pânico. Mas o número de infecções permaneceu relativamente baixo e a disseminação foi Em resposta, Hong Kong introduziu controles rigorosos nas fronteiras, proibindo todos os não residentes de entrarem. Além disso, todos os que retornassem eram obrigados a passar por um teste de covid -19 e respeitar uma quarentena de 14 dias, inclusive com o uso de pulseiras eletrônicas para rastrear os

  • Janssen

A Anvisa aprovou por unanimidade o uso emergencial no Brasil da vacina da Janssen, subsidiária da Johnson & Johnson, contra a COVID-19. Trata-se do único no mercado que garante a proteção em uma só dose, o que pode acelerar a imunização. A Santa Casa de Belo Horizonte participou dos testes na fase 3 da vacina da Janssen.

  • Pfizer

A vacina da Pfizer foi rejeitada pelo Ministério da Saúde em 2020 e ironizada pelo presidente Jair Bolsonaro, mas foi a primeira a receber autorização para uso amplo pela Anvisa, em 23/02.

Minas Gerais tem 10 vacinas em pesquisa nas universidades

Como funciona o 'passaporte de vacinação'?

Os chamados passaportes de vacinação contra COVID-19 já estão em funcionamento em algumas regiões do mundo e em estudo em vários países. Sistema de controel tem como objetivo garantir trânsito de pessoas imunizadas e fomentar turismo e economia. Especialistas dizem que os passaportes de vacinação impõem desafios éticos e científicos.

Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal

Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus.

COVID-19: confira as regiões de Minas que regridem para a onda vermelha

  COVID-19: confira as regiões de Minas que regridem para a onda vermelha Incidência da COVID-19 no estado teve aumento de 11% nos últimos sete dia; parte da Região Norte e cinco microrregiões tiveram piora nos números

Entenda as regras de proteção contra as novas cepas

Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:

  • Veja onde estão concentrados os casos em BH
  • Coronavírus: o que fazer com roupas, acessórios e sapatos ao voltar para casa

  • Animais de estimação no ambiente doméstico precisam de atenção especial

  • Coronavírus x gripe espanhola em BH: erros (e soluções) são os mesmos de 100 anos atrás

Variantes preocupantes de coronavírus são detectadas em 37 países ou territórios das Américas .
Uma ou mais das quatro variantes do novo coronavírus que preocupam as autoridades sanitárias foram detectadas até agora em 37 países e territórios das Américas, revelou a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) nesta sexta-feira (14). Os membros da Opas, escritório regional da Organização Mundial da Saúde (OMS), representam 35 países do continente americano e 16 territórios da região associados ou dependentes dos Estados Unidos, França, Holanda e Reino Unido.

usr: 4
Isto é interessante!