Brasil Venezuelanos no Brasil: ONG dá cursos profissionalizantes; veja como ajudar

04:26  13 maio  2021
04:26  13 maio  2021 Fonte:   buscavoluntaria.com.br

Dia Mundial da Liberdade de Imprensa: "Ciberexércitos pagos por governos autoritários atacam a democracia", diz jornalista premiada pela Unesco

  Dia Mundial da Liberdade de Imprensa: A informação como bem público é o tema da ONU para o Dia Mundial da Liberdade de Imprensa de 2021, celebrado anualmente em 3 de maio. Premiada pela Unesco, a jornalista filipina Maria Ressa falou sobre a questão à RFI. "Se você não tem fatos, você não tem mais verdade. Sem verdade, você perde a confiança. E sem esta confiança, a batalha pela verdade é impossível nestes tempos de desafios existenciais como as mudanças climáticas e a pandemia de coronavírus", declarou Ressa, que recebeu no domingo (2) o prêmio Liberdade de Imprensa de 2021 da Unesco.

O projeto Ven, Tú Puedes (Vem, Você Pode, na tradução para o português) visa ajudar venezuelanos no Brasil. Ele prepara migrantes e pessoas refugiadas do país para torná-las aptas ao mercado de trabalho brasileiro. Trata-se de uma iniciativa da ONG Visão Mundial.

Quer fazer trabalho voluntário? Clique aqui e encontre um com a sua cara

Entre as ações desenvolvidas pelo projeto está capacitação profissionalizante e vocacional de venezuelanos no Brasil. Em 2020, ele certificou mais de 400 imigrantes em cursos de língua portuguesa, língua brasileira de sinais (LIBRAS), logística e empreendedorismo.

Como se inscrever e ajudar

Educação sexual e anticoncepcionais doados ajudam a evitar gravidez precoce na Venezuela

  Educação sexual e anticoncepcionais doados ajudam a evitar gravidez precoce na Venezuela "Você não está grávida!": Deiglis respira aliviada ao ouvir a notícia. Ela tem 17 anos e já é mãe de um bebê de cinco meses. Outro filho não está em seus planos, mas ela não tem dinheiro para comprar anticoncepcionais, inacessíveis para a maioria dos venezuelanos. A gravidez precoce na Venezuela anda de mãos dadas com a pobreza, que disparou com a crise. Nos bairros e cidades rurais, é cada vez mais comum a ausência de educação sexual e reprodutiva, e mais ainda de oferta pública de métodos contraceptivos.

Em Boa Vista, as inscrições estão abertas presencialmente na ADRA (Rua Belarmino F Magalhães, 1584 – Tancredo Neves) e no Posto de Triagem (PTRIG) da Operação Acolhida.

Em São Paulo, as inscrições serão realizadas no escritório da Visão Mundial, localizado na Praça Princesa Isabel, 233 – 7º Andar, Campos Elísios, no Centro da capital.

As inscrições também podem ser feitas por e-mail (vmb_emergencia@wvi.org) ou WhatsApp (95 984 190 517, de Roraima, ou 11 994 279 473, de São Paulo). Também estão previstas novas atividades em Manaus (AM) que serão informadas posteriormente.

Para ajudar, entre em https://doar.visaomundial.org/vm/dados-pessoais.

Neste segundo ano de execução, o projeto amplia a oferta de cursos e passa a oferecer novas formações. O intuito é estimular a geração de renda para migrantes venezuelanos no Brasil. Eles  enfrentam a escassez de trabalho, devido ao contexto do refúgio agravado pela pandemia de covid-19.

Vacinação contra a covid-19 na Venezuela: espera e viagens ao exterior

  Vacinação contra a covid-19 na Venezuela: espera e viagens ao exterior Yaritza de Velázquez se preparava para visitar o filho nos Estados Unidos e se vacinar contra a covid-19, diante das dificuldades para isso na Venezuela, mas cinco dias antes de viajar adoeceu e agora ocupa um leito de terapia intensiva. Os Estados Unidos são uma opção para quem tem recursos para viajar, mas a maioria não tem alternativa a não ser esperar, em meio a uma grave crise que destruiu o poder aquisitivo. A Venezuela, de 30 milhões de habitantes, recebeu 1,4 milhão de doses, segundo o ministro da Saúde, Carlos Alvarado. Isso cobre apenas 2,3% da população.

Precisa de voluntários para sua ONG? Clique aqui, cadastre sua entidade e publique sua vaga

“Nossa meta é que, até setembro de 2021, 3.240 refugiados e migrantes venezuelanos em situação de vulnerabilidade recebam capacitação profissionalizante e empreendedora”, diz Bárbara Gil, coordenadora do projeto Ven, Tú Puedes em Boa Vista. “A ideia é ampliar oportunidades de trabalho no mercado brasileiro, além de 1.440 pelas formações em língua portuguesa.”

Venezuelanos no Brasil

O projeto Ven, Tú Puedes tem como objetivo aumentar a renda familiar de 7.200 venezuelanos, entre 18 e 35 anos, que vivem nas cidades de Boa Vista (RR), Manaus (AM) e São Paulo (SP). Os novos cursos oferecidos são realizados em parceria com a Adra, Senac, Senai e Toti.

Em Boa Vista, serão disponibilizados os cursos de:

  • Língua Portuguesa;
  • Língua Portuguesa para Surdos;
  • mentoria em plano de negócios;
  • boas práticas na manipulação de alimentos;
  • técnicas de recepção e secretariado;
  • qualidade no atendimento ao cliente;
  • operador de caixa;
  • marcenaria;
  • pedreiro de revestimento cerâmico;
  • pintor de obras;
  • informática básica;
  • técnico de refrigeração com especialização em unidades Split;
  • básico em corte e costura.

Em São Paulo, os migrantes terão aulas de empreendedorismo; língua portuguesa instrumental; higiene e manipulação de alimentos; e rotinas básicas de estoque e reposição de mercadorias.

Estudante da periferia de SP cria ‘vaquinha’ para estudar em Portugal

  Estudante da periferia de SP cria ‘vaquinha’ para estudar em Portugal Para ajudar Bárbara a garantir seus estudos em Portugal é fácil. Basta acessar a página criada para a campanha e deixar sua contribuição. No site você conhece um pouco mais sobre a trajetória da universitária e outras informações da ação colaborativa.

Leia mais: 6 campanhas de combate à fome que precisam do seu apoio

Projeto social quer empoderar mulheres

Venezuelanos no Brasil – Ven, Tú Puedes

Ven, Tú Puedes – Empregabilidade e Empreendedorismo para Refugiados e Migrantes Venezuelanos é uma iniciativa da ONG Visão Mundial em resposta à crise migratória da Venezuela.

Iniciado em outubro de 2019, o projeto de ação humanitária é financiado pelo Escritório de População, Refugiados e Migração do Departamento de Estado dos Estados Unidos da América (PRM).

O objetivo de fornecer assistência à subsistência e aumentar a renda familiar de venezuelanos nas cidades de Boa Vista (RR), Manaus (AM) e São Paulo (SP).

Itália autoriza ONG a desembarcar 415 migrantes em Sicília .
O navio humanitário "Sea-Eye 4" foi autorizado por Roma a desembarcar no porto siciliano de Pozzallo 415 migrantes resgatados no Mediterrâneo, informou a ONG Sea Eye nesta quinta-feira (20). Essa é a primeira missão do "Sea-Eye 4", que deixou o estaleiro de Rostock (norte da Alemanha) em meados de abril para se dirigir ao Mediterrâneo. A Itália é um dos principais pontos de entrada na Europa de migrantes do norte da África, principalmente da Tunísia e Líbia, onde as saídas estão muito mais numerosas em relação aos anos anteriores. Mais de 13.

usr: 5
Isto é interessante!