Brasil Carrefour negocia acordo de R$ 120 milhões após morte de Beto Freitas em mercado de Porto Alegre

05:40  10 junho  2021
05:40  10 junho  2021 Fonte:   estadao.com.br

Rômulo Oliveira: conheça o personal trainer mais requisitado de Porto Alegre

  Rômulo Oliveira: conheça o personal trainer mais requisitado de Porto Alegre Natural de São Borja, de família humilde, criado somente pela mãe, aos 7 anos Rômulo saia de casa para vender raspadinha e picolés para ajudar com o sustento de casa. Buscando melhorar de vida, a mãe de Rômulo e seu irmão se mudaram para Porto Alegre, para tentar a vida na cidade grande. Ele permaneceu […] The post Rômulo Oliveira: conheça o personal trainer mais requisitado de Porto Alegre appeared first on Saiba de Tudo.

O Carrefour espera na noite desta quarta-feira, 9, a assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para finalizar o pagamento das indenizações pelo assassinato de João Alberto Silveira Freitas, o Beto, morto após ser espancado em uma das lojas da rede em Porto Alegre no dia 19 de novembro do ano passado. O acordo inicialmente previa o pagamento de uma indenização de R$ 120 milhões para associações ligadas à causa negra e combate ao racismo.

No dia 27 de maio, a rede francesa de supermercados assinou o acordo de indenização para Milena Borges Alves, a mulher de Beto, que o acompanhava no dia do assassinato. O acordo foi o nono fechado entre o Carrefour e familiares de Beto. Os valores não foram divulgados pela empresa.

Preta Gil, Gleici Damasceno e mais famosos reagem à morte de grávida em confronto no Rio

  Preta Gil, Gleici Damasceno e mais famosos reagem à morte de grávida em confronto no Rio Um confronto entre policiais e traficantes provocou a morte de Kathlen de Oliveira Romeu, que estava grávida. Nas redes, famosos protestaram. 'Destruída pelas atrocidades da violência', afirmou Jennifer NascimentoVários famosos reagiram à morte de Kathlen de Oliveira Romeu. A decoradora de 24 anos estava grávida e foi baleada na cabeça em confronto da PM com traficantes em acesso à comunidade Lins do Vasconcelos, na Zona Norte do Rio de Janeiro. Kathlen chegou já sem vida a um hospital, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde. A morte da decoradora ocorreu um mês após ação policial na comunidade do Jacarezinho, também no Rio, que resultou em quase 30 óbitos.

Manifestação em repúdio à morte de João Alberto Silveira, que foi espancado violentamente dentro da loja do Carrefour, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul © Jefferson Bernades/Estadão Manifestação em repúdio à morte de João Alberto Silveira, que foi espancado violentamente dentro da loja do Carrefour, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul

João Alberto Silveira Freitas, o Beto, foi morto na noite de 19 de novembro de 2020, véspera do Dia da Consciência Negra no Brasil, após ser espancado por dois seguranças do hipermercado Carrefour localizado na zona norte de Porto Alegre. A morte foi filmada e divulgada nas redes sociais, causando revolta e acusações de racismo contra os seguranças Magno Braz Borges e Giovane Gaspar. Além deles, também estava envolvida no crime, segundo a polícia, a fiscal do Carrefour Adriana Alves Dutra.

Beto, um homem negro de 40 anos, foi agredido pelos dois seguranças na saída do hipermercado. Imagens das câmeras de segurança e filmagens de clientes do hipermercado mostram Beto sendo espancado até a morte dentro do Carrefour. Em sua defesa, os seguranças afirmaram que ele estava causando confusão dentro do estabelecimento, o que não aparece em nenhuma das imagens tornadas públicas.

Rodrigo Caio revive problema na Seleção e liga 'alerta' no Flamengo; em 'enigmas', dirigentes criticam CBF

  Rodrigo Caio revive problema na Seleção e liga 'alerta' no Flamengo; em 'enigmas', dirigentes criticam CBF Zagueiro do Flamengo foi convocado por Tite, mas acabou não sendo utilizado pelo técnico da Seleção Brasileira contra Equador e Paraguai, e será reavaliado no Ninho do Urubu+ Começou o Brasileirão! Conheça o novo aplicativo de resultados do LANCE!

Vídeo compartilhado nas redes sociais mostra agressões a homem negro no estacionamento do Carrefour © Twitter/Reprodução Vídeo compartilhado nas redes sociais mostra agressões a homem negro no estacionamento do Carrefour

Nas imagens é possível ver que Adriana tenta impedir que motoboys filmassem a cena de agressão. Ela era a única dos três envolvidos contratada diretamente pelo Carrefour. Giovane Gaspar estava em seu primeiro dia, na época a empresa responsável pela segurança, a Vector – com sede em São Paulo –, negou que ele fosse contratado. Já Magno era funcionário da empresa desde o dia 8 de setembro de 2019.

Além deles, também foram indiciados Paulo Francisco da Silva, funcionário da empresa de segurança; e os funcionários do mercado Kleiton Silva Santos e Rafael Rezende. O primeiro aparece no vídeo impedindo que Beto seja socorrido, enquanto os outros dois auxiliam na imobilização de Beto.

Situação dos acusados

De acordo com o Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS), atualmente apenas os dois seguranças continuam presos em regime fechado, enquanto Adriana está em prisão domiciliar e os outros três estão soltos. O MP-RS quer que todos sejam presos.

Dinamarca x Bélgica: saiba onde assistir e as prováveis escalações .
Equipe de Roberto Martínez busca garantir classificação no Grupo B, enquanto dinamarqueses entram em campo após susto com Christian EriksenJogo importante

usr: 8
Isto é interessante!