Brasil Irmã de Gil do Vigor relata racismo em loja de SP: "Constrangimento grande"

05:50  10 junho  2021
05:50  10 junho  2021 Fonte:   tvcultura.com.br

Bordão de Gil do Vigor vai parar na CPI da Covid: ‘O Brasil tá lascado’

  Bordão de Gil do Vigor vai parar na CPI da Covid: ‘O Brasil tá lascado’ O bordão de Gil do Vigor ganhou novos ares sendo citado durante a CPI da Covid, pelo senador Omar Aziz. "O Brasil tá lascado".Ao dar depoimento na manhã de hoje, a médica conselheira do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Nise Yamaguchi, defendeu a “imunidade de rebanho” e foi interrompida pelo senador Rogério Carvalho, que a corrigiu.

Janielly Nogueira, irmã do economista Gilberto Nogueira, mais conhecido como Gil do Vigor, usou as redes sociais para relatar episódio de racismo que sofreu em loja de São Paulo.

  Irmã de Gil do Vigor relata racismo em loja de SP: © Reprodução/Instagram/@janiellynogueira

Segundo Janielly, vendedora de filial da Amaro no Shopping Vila Olímpia a ignorou "por ser preta". Acompanhada por uma assessora branca, Janielly afirma que a atendente não se dirigia à ela e "fingia que não ouvia" quando era avisada que ela era a cliente. "Fui comprar uma bolsa, estava eu e a assessora da minha mãe. A vendedora me ignorou. A assessora da minha mãe sempre [falava]: "É para a Jany a bolsa". [A vendedora] fingia que não estava ouvindo, me ignorando por ser preta. A assessora sempre ficava apontando, falando que eram para mim as coisas, que eu que estava comprando, então era eu que tinha que ser atendida. Ela fingia que não estava ouvindo", publicou.

Maior loja da saga Harry Potter é inaugurada em Nova York e fãs vão à loucura

  Maior loja da saga Harry Potter é inaugurada em Nova York e fãs vão à loucura "Potterfans" aguardaram abertura com seus trajes do universo mágico e enfrentaram chuva forteOs fãs esperaram em uma fila por horas e enfrentaram chuva forte, apenas para serem os primeiros a visitar a loja, que tem três andares e está localizada no sul de Manhattan.

Leia também: Cássio Scapin, o 'Nino' do Castelo Rá-Tim-Bum, é vacinado contra a Covid-19

Janielly afirmou que o acontecido ainda "está ferindo": "Aquilo me doeu muito, porque eu vivi o racismo de perto. Eu amo minha cor, sou muito orgulhosa de tudo que eu vivo. Não consigo entender como as pessoas no século XXI conseguem ainda ter esse tipo de pensamento".

Leia mais: RockYou2021: Megavazamento expõe mais de 8 bilhões de senhas, diz site

Em nota, a Amaro afirma repudiar qualquer tipo de atitude racista ou preconceituosa e que apurações internas serão realizadas para solucionar o caso. "Sentimos muito pelo ocorrido com a nossa cliente Janielly Nogueira", diz o texto.

Confira a íntegra da nota da Amaro sobre o ocorrido:

A AMARO é uma marca que apoia a diversidade em todos os aspectos, desenvolvendo iniciativas internas e externas para trazer esse tema à tona. Repudiamos qualquer tipo de atitude racista ou preconceituosa e com o objetivo de ampliar essa discussão, criamos, em 2019, um Comitê de Diversidade, que nos ajuda a construir pontes para o diálogo e na tomada de decisões importantes em torno do tema diversidade, envolvendo times do administrativo e de vendas. Temos consciência de que estamos no início de uma longa jornada de aprendizado e conscientização, mas empenhados em trazer as melhores práticas nesse sentido, envolvendo nossos colaboradores e clientes. Reiteramos que apurações internas serão realizadas para solucionar o caso e sentimos muito pelo ocorrido com a nossa cliente Janielly Nogueira.

Homem branco supostamente demitido por racismo é filho da dona da loja onde trabalhava .
Tomás Oliveira, protagonista de um caso de racismo contra um jovem negro no Leblon, foi demitido do seu trabalho como designer. Contudo, de acordo com apuração do Brasil de Fato, o homem é funcionário da empresa da própria mãe. A Papel Craft, onde Tomás trabalha, é de Maria Eliza Araújo, sua mãe. Procurada pelo Brasil de Fato na última terça-feira (15), a Papel Craft informou que não havia nenhum funcionário que pudesse comentar o caso. A empresa se limitou a confirmar as informações sobre a demissão de Tomás.

usr: 7
Isto é interessante!