Brasil Vacina da CureVac apresenta resultado desfavorável para eficácia contra variantes

04:52  17 junho  2021
04:52  17 junho  2021 Fonte:   istoe.com.br

COVID-19: 'Melhor vacina é a que estiver disponível', diz infectologista

  COVID-19: 'Melhor vacina é a que estiver disponível', diz infectologista Especialistas afirmam que não vale a pena adiar dose para escolher imunizante, já que espera pode significar exposição à doença e risco de morteA jornalista de dados Bárbara Libório, da revista “AzMina”, relatou no Twitter o que presenciou em um centro de saúde em São Paulo. "O que me deixou mais chocada na fila do posto foi a quantidade de pessoas perguntando que vacina estavam dando. Gente dizendo que iria embora se fosse AstraZeneca. Gente comemorando quando ouviu que era Pfizer. O movimento sommelier de vacina é real – é perigoso”, afirmou.

A CureVac relatou resultados desfavoráveis na segunda análise provisória de sua vacina contra a covid-19 CVnCoV, quando foi observada uma “ampla diversidade sem precedentes” de variantes do coronavírus.

“No contexto sem precedentes de pelo menos 13 variantes que circulam dentro do subconjunto da população do estudo avaliada, a CVnCoV demonstrou uma eficácia provisória de 47% para qualquer gravidade e não atendeu aos critérios estatísticos de sucesso pré-especificados”, disse a empresa. O estudo foi conduzido pela companhia alemã junto a outra farmacêutica do mesmo país, a Bayer, e envolveu 40 mil pessoas de dez nações na América Latina e a Europa.

Viagem futura e desconfiança fazem paulistanos perseguirem vacina da Pfizer

  Viagem futura e desconfiança fazem paulistanos perseguirem vacina da Pfizer Alguns alegam confiar mais no imunizante americano, outros querem viajar quando a crise passar; infectologista observa que todos os produtos disponíveis no País são eficazes e seguros; Prefeitura alerta para não atrasar imunizaçãoA desconfiança que leva à preferência pelo imunizante da farmacêutica norte-americana em relação à Coronavac e à Oxford/AstraZeneca vem, muitas vezes, do acesso a informações desencontradas sobre reações indesejadas e níveis de proteção contra esta ou aquela variante do vírus. Em outras, o motivo é mais prático: algumas pessoas querem estar prontas para viajar quando a pandemia passar e temem a criação de um "passaporte da vacina".

No total, 134 casos de covid-19 foram avaliados na análise, com 124 deles sequenciados para identificar variantes que causam a infecção. O resultado confirma que apenas um caso foi atribuível ao vírus SARS-CoV-2 original, disse o CureVac.

Em março, a CureVac disse que planejava expandir e especificar ainda mais os protocolos de seus ensaios com a CVnCoV. Em fevereiro, a empresa e a GlaxoSmithKline anunciaram uma parceria para desenvolver uma vacina para variantes emergentes.

Após a divulgação, às 19h26 (horário de Brasília), as ações da CureVac recuavam 51,1% no after hours em Nova York.

Perdi o cartão de vacinação da covid, e agora? Tire suas dúvidas sobre as doses do imunizante .
Estar longe do posto de saúde em que recebeu a primeira aplicação não é impedimento para receber o reforçoSÃO PAULO - Conforme a vacinação contra a covid-19 avança, a população se depara com novas dúvidas sobre a aplicação dos imunizantes. No Estado de São Paulo, por exemplo, quem perdeu o cronograma para a primeira dose não enfrenta obstáculos para recebê-la atrasada. A segunda aplicação ainda deve ocorrer mesmo em caso de positivo para o novo coronavírus depois da primeira. E, em geral, vacinas específicas não podem ser prescritas por médicos.

usr: 4
Isto é interessante!