Brasil Variante Delta é detectada em paciente com COVID-19 em Virginópolis

09:13  31 julho  2021
09:13  31 julho  2021 Fonte:   em.com.br

Estudos apontam outras evidências de que 2 doses protegem contra variante Delta

  Estudos apontam outras evidências de que 2 doses protegem contra variante Delta Estudos apontam outras evidências de que 2 doses protegem contra variante DeltaEntretanto, uma única dose de qualquer vacina fornece muito pouca proteção contra a Delta, também conhecido como B.1.617.2, destacaram os pesquisadores no “New England Journal of Medicine”.

A Secretaria Municipal de Saúde de Virginópolis, cidade da região centro-nordeste de Minas, confirmou o primeiro caso da variante Delta no município e na região, que está na área de abrangência da Superintendência Regional de Saúde (SRS) de Itabira.

Virginópolis já registrou 751 casos confirmados da COVID-19 e 7 mortes pela doença © Reprodução Facebook/Prefeitura de Virginópolis Virginópolis já registrou 751 casos confirmados da COVID-19 e 7 mortes pela doença

LEIA TAMBÉM: Brasil já acumula 247 infectados e 21 mortes pela Delta; MG tem 4 casos A contaminação por essa variante do novo coronavírus foi comprovada pela Fundação Ezequiel Dias (Funed), segundo a secretária municipal de Saúde, Jaqueline Nunes. A informação chegou até à secretaria de Virginópolis por meio da SRS Itabira, na quarta-feira (28/7).   O paciente acometido pela COVID-19 por meio da variante Delta é um homem de 50 anos, que cumpre isolamento em sua residência, em Virginópolis, e seu estado de saúde é estável, conforme informou a secretária Jaqueline Nunes.   “Sabemos que o paciente esteve fora de Virginópolis e foi contaminado em outra cidade”, disse a secretária, que preferiu não informar em qual município o paciente esteve.

Delta pode vencer a Gama? Cientistas veem risco de nova onda com chegada de variante

  Delta pode vencer a Gama? Cientistas veem risco de nova onda com chegada de variante Com 20% da população imunizada, País pode ser propício à cepa, que é mais contagiosa; pesquisadores pedem rastreamento, vigilância e isolamento de infectadosIdentificada originalmente na Índia, a Delta é mais transmissível que as demais variantes do novo coronavírus. Tornou-se predominante em praticamente todos os países do mundo em que entrou. É o caso dos Estados Unidos e de parte da Europa. No Brasil, acreditava-se que ela poderia ser bloqueada pelo fato de a cepa predominante no País ser a Gama (identificada originalmente em Manaus). De acordo com a Organização Mundial de Saúde, a Gama é uma “variante de preocupação”, tão potente quanto a indiana.

“Se a gente der essa informação, as pessoas vão ficar sabendo quem é o paciente e no momento estamos preservando a sua identidade”, disse.   Jaqueline admitiu que os moradores da cidade ficam curiosos para saber quem é a pessoa contaminada com a variante Delta. “O que a gente pede aos moradores é para redobrarem os cuidados, afinal, a pandemia ainda não acabou”, disse.   Sobre a variante Delta, Jaqueline explicou que os sintomas são bem diferentes dos casos clássicos da COVID-19, aparentemente mais leves, mas os efeitos são mais agressivos, após os 14 dias de isolamento.

Disse que a secretaria vai acompanhar o paciente de perto nos próximos dias, cuidando para não haver complicações mais graves.   Virginópolis é bem conhecida em Minas e no Brasil por causa do Festival da Jabuticaba, evento tradicional na cidade, que tem 10.484 habitantes, segundo estimativa de 2020, do IBGE.   Desde o início da pandemia, a cidade já registrou 751 casos confirmados da COVID-19, que resultaram em sete mortes. Foram imunizadas 4.994 pessoas com a primeira dose da vacina contra a COVID-19, e 1774 com a segunda.

Disputa entre variantes Delta e P.1 vai selar nova fase da pandemia no Brasil, dizem especialistas

  Disputa entre variantes Delta e P.1 vai selar nova fase da pandemia no Brasil, dizem especialistas Disputa entre variantes Delta e P.1 vai selar nova fase da pandemia no Brasil, dizem especialistasRIO DE JANEIRO (Reuters) - Responsável por uma explosão de casos de Covid-19 este ano que levou o Brasil ao epicentro global da pandemia, a variante P.1 pode representar alguma forma de barreira no país ao avanço da variante Delta, considerada ainda mais contagiosa, segundo especialistas, que alertaram sobre a necessidade de medidas para evitar o que tem ocorrido em outros países.

Leia mais sobre a COVID-19

Confira outras informações relevantes sobre a pandemia provocada pelo vírus Sars-CoV-2 no Brasil e no mundo. Textos, infográficos e vídeos falam sobre sintomas, prevenção, pesquisa e vacinação.

  • Vacinas contra COVID-19 usadas no Brasil e suas diferenças
  • Minas Gerais tem 10 vacinas em pesquisa nas universidades
  • Entenda as regras de proteção contra as novas cepas
  • Como funciona o 'passaporte de vacinação'?
  • Os protocolos para a volta às aulas em BH
  • Pandemia, epidemia e endemia. Entenda a diferença
  • Quais os sintomas do coronavírus?

Confira respostas a 15 dúvidas mais comuns

Guia rápido explica com o que se sabe até agora sobre temas como risco de infecção após a vacinação, eficácia dos imunizantes, efeitos colaterais e o pós-vacina. Depois de vacinado, preciso continuar a usar máscara? Posso pegar COVID-19 mesmo após receber as duas doses da vacina? Posso beber após vacinar? Confira esta e outras perguntas e respostas sobre a COVID-19.

Veja vídeos explicativos sobre este e outros tema em nosso canal

Mesmo com variante delta, Doria mantém plano de reabertura de atividades em SP .
Mesmo com variante delta, Doria mantém plano de reabertura de atividades em SPEm entrevista coletiva realizada no Palácio Bandeirantes, no início da tarde desta quarta-feira (4), o governador João Doria (PSDB) afirmou que a liberação será gradual, segura e sob protocolos.

usr: 11
Isto é interessante!