Brasil Marcos Pontes diz que vacina SpinTec pode ser incluída no PNI

23:07  01 agosto  2021
23:07  01 agosto  2021 Fonte:   poder360.com.br

Marcelo Queiroga descarta uso da Covaxin no Plano Nacional de Imunização

  Marcelo Queiroga descarta uso da Covaxin no Plano Nacional de Imunização Em entrevista à Veja, o Ministro da Saúde afirmou ainda que exonerou servidores suspeitos de integrar práticas ilíticas no ministérioO médico afirmou que a autorização da Anvisa à vacina indiana foi restrita a um número pequeno de doses e que, por isso, os imunizantes não eram “importantes” para o PNI (Programa Nacional de Imunização). A CPI da covid está investimento supostas irregularidades na compra da Covaxin pelo Ministério da Saúde, processo intermediado pela empresa Precisa.

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, disse neste domingo (01.ago.2021), que a vacina SpinTec, desenvolvida pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) em parceria com a Funed (Fundação Exequiel Dias), pode ser incluída no PNI (Plano Nacional de Imunização).

O Ministrio da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, em coletiva de imprensa realizada neste domingo (01.jul.2021) © Divulgação/Youtube - 01.ag.2021 O Ministrio da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, em coletiva de imprensa realizada neste domingo (01.jul.2021)

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) recebeu no sábado (31.jul.2021) pedido para realização de estudos de fase 1 e 2 da SpiNTec.

“Essa vacina poderá ser utilizada dentro de uma constelação de vacinas nacionais que vão surgir. Lembrando que, como o próprio Queiroga já falou, nós teremos vacinações anuais contra a covid”, disse em coletiva de imprensa realizada neste domingo (1.ago.2021).

Butantan entrega 1 milhão de doses da CoronaVac nesta 6ª feira

  Butantan entrega 1 milhão de doses da CoronaVac nesta 6ª feira O laboratório paulista repassou 3,5 milhões de doses ao Ministério da Saúde só nesta semana (19. jul. 2021 a 23. jul. 2021)Na última 4ª feira (21.jul.2021), o Butantan entregou 1,5 milhão de doses ao ministério. Outras 1 milhão de doses foram liberadas ao PNI pelo instituto na 2ª feira (19.jul.2021).

“A ideia é que tenhamos a vacina participando do Plano Nacional de Imunização dentro do cronograma necessário”, afirmou. Atualmente, 4 vacinas fazem parte do PNI: AstraZeneca, CoronaVac, Pfizer e Jaansen.

Ao lado de Pontes, estavam o secretário de Políticas para Formação e Ações Estratégicas do Ministério de Ciência e Tecnologia, Marcelo Marcos Morales, a reitora da UFMG, Sandra Goulart, e o professor do Departamento de Microbiologia do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG, Flávio da Fonseca e a professora do Departamento de Bioquímica e Imunologia, Santuza Teixeira.

O MCTI disse que investirá R$ 50 milhões no financiamento do CT Vacinas. Outros R$ 30 milhões serão liberados pelo governo de Minas Gerais pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais e da Secretaria Estadual de Saúde.

Nove capitais suspendem primeira dose da vacina contra a Covid por falta de imunizantes

  Nove capitais suspendem primeira dose da vacina contra a Covid por falta de imunizantes RIO DE JANEIRO, RJ, BELO HORIZONTE, MG, CURITIBA, PR, E BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS)- Ao menos nove capitais suspenderam a aplicação da primeira dose da vacina contra a Covid-19. O motivo principal é a falta de imunizantes em Rio de Janeiro, Vitória, Salvador, João Pessoa, Maceió, Natal, Belém, Florianópolis e Campo Grande. Diante das paralisações, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou nesta segunda-feira (26) que não há estoque parado de vacina contra a Covid-19 e criticou estados e municípios pela elaboração de regras próprias de vacinação, afirmando que o desrespeito ao PNI (Programa Nacional de Imunizações) pode criar uma grande confusão.

O secretário Marcelo Morales afirmou que por enquanto não é possível estabelecer um valor de comercialização da vacina, mas que “estará dentro da faixa de preço de custo essencial para que o Brasil possa adquirir esse imunizante”.

Segundo a professora Santuza Teixeira, a vacina já deve vir adaptada a variantes do vírus: “O que a gente pode dizer até agora é que foram feitas ensaios com pelo menos uma das variantes nos ensaios pré-clínicos, e o resultado foi semelhante a linhagem original do coronavírus”.

Outras vacinas também trabalham com adaptações às novas variantes. Toda a produção da CoronaVac brasileira, feita pelo Instituto Butantan, será adaptada à variante gama, descoberta em Manaus. A AstraZeneca conduz estudo no Brasil com vacinas adaptadas à variante beta, da África do Sul.

SpiNTec

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) informou no sábado (31.jul.2021) que recebeu o pedido para realização de estudos de fase 1 e 2 da vacina SpiNTec. Segundo a agência reguladora, a análise para o estudo considerará o número de participantes e os dados de segurança obtidos até o momento nas fases pré-clínicas que são realizadas em laboratório, em animais.

Incentivo à importação de insumos acaba, e pesquisas científicas param no Brasil

  Incentivo à importação de insumos acaba, e pesquisas científicas param no Brasil SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Cientistas brasileiros estão desde o final de maio sem possibilidade de importar materiais para pesquisas com isenção fiscal. Com isso, atividades dos principais centros científicos do país tiveram que parar ou acabaram impactadas pelo aumento de gastos. No último dia 14, pró-reitores de pesquisa da USP, Unicamp e Unesp enviaram uma carta ao ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, pedindo a recuperação dos valores costumeiros da cota de importação.

Antes do pedido, formalizado na 6ª feira (30.jul.2021), a Anvisa já havia realizado reuniões prévias para orientações e esclarecimentos aos desenvolvedores da vacina.

A tecnologia utilizada pela Spintec combina diferentes proteínas para formar uma proteína artificial -processo chamado de “quimera“. Esse composto, então, é injetado no organismo em 2 doses induzindo a produção de anticorpos contra o vírus da covid-19.

Versamune

Em 26 de março de 2021, Marcos Pontes anunciou que foi protocolado na Anvisa o pedido de autorização para testes clínicos em humanos da vacina brasileira Versamune-CoV-2FC contra a covid-19. A vacina, segundo o governo, também é financiada pelo MCTI e partiu da pesquisa coordenada pelo professor Célio Lopes Silva, da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, em parceria com a empresa brasileira Farmacore Biotecnologia e a PDS Biotechnology Corporation.

No dia 18 de julho, Pontes afirmou que o imunizante pode ser incluso no Plano Nacional de Imunizações no fim deste ano em critério emergencial.

Butantan recebe 2 milhões de doses da Coronavac .
Butantan recebe 2 milhões de doses da Coronavac em território nacional. Segundo informações do Butantan, desde o dia 17 de janeiro, quando o uso emergencial da Coronavac foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o instituto já disponibilizou 64,849 milhões de doses do imunizante ao Ministério da Saúde. O governo estadual informou que amanhã, às 8h, será liberado mais um lote de vacinas ao PNI. O Butantan recebe hoje da China 2 milhões de doses prontas da Coronavac para serem entregues para o Plano Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde.

usr: 4
Isto é interessante!