Brasil Crise hídrica não é causa de apagão em Minas e no Rio, dizem ONS e ministério

04:15  20 setembro  2021
04:15  20 setembro  2021 Fonte:   folha.uol.com.br

Mais de 400 cidades de Minas têm alerta de frio intenso; veja a lista

  Mais de 400 cidades de Minas têm alerta de frio intenso; veja a lista Queda da temperatura, segundo o Inmet, pode superar os 5°C. O alerta é válido até quarta-feira (28/7)

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, disse que a crise hídrica não será uma preocupação apenas em 2021, porque deve continuar nos próximos anos. Albuquerque e especialistas concordam que o nível dos reservatórios das hidrelétricas baixará ainda mais até dezembro, quando Dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico ( ONS ) apontam que grande parte das represas do Sudeste e do Centro-Oeste chegará ao fim do ano com menos de 10% de água. Bento Albuquerque destacou que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi informado do risco de crise hídrica em

Dizia que as crianças eram seus grandes professores: se não riam , o personagem não estava pronto. O intérprete dos eternos Mario Fofoca e tio Vavá nos deixa hoje, dia 19, aos 87 anos, em decorrência de complicações por conta de um câncer no intestino. Luis Gustavo era casado com Cris Botelho, pai de Luis Gustavo Vidal Blanco, fruto de seu relacionamento com Heloísa Vidal, e de Jéssica Vignolli Blanco Sem luz. ' Apagão ' no Sudeste não tem relação com a crise hídrica , diz ONS . Rio e Minas tiveram queda de energia; especialista diz explicação faz sentido, pois carga no horário não é alta.

RIO DE JANEIRO, RJ, E SALVADOR, BA (FOLHAPRESS) - O ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) afirmou neste domingo (19) que o apagão que atingiu cidades do Rio de Janeiro e Minas Gerais no sábado (18) à noite não tem relação com a crise hídrica no país.

A causa da interrupção no fornecimento de energia foi uma falha na subestação de Rocha Leão, em Rio das Ostras (RJ), segundo o ONS. A informação também foi confirmada por Furnas.

"O ONS avaliará as causas da ocorrência junto aos agentes envolvidos. Vale ressaltar que o episódio não tem relação com a crise hídrica do país. Reiteramos que, assim que identificado o problema, atuamos prontamente para iniciar a recomposição do sistema e para que o completo fornecimento de energia fosse restabelecido o mais rápido possível", disse o órgão, em nota.

Ceará e Pará lideram crescimento de consumo de energia no 1º semestre

  Ceará e Pará lideram crescimento de consumo de energia no 1º semestre No Ceará crescimento foi de 11,6% em relação ao mesmo período de 2020. No Pará, foi de 10%Receba a newsletter do Poder360

Quais ações de elétricas perdem e ganham com a crise hídrica ? Veja perspectivas para CESP (CESP6), AES (AESB3), Engie (EGIE3) Cemig (CMIG4), Copel (CPLE6)

O Curso Enem Gratuito é , como o nome já diz , um cursinho grátis e online voltado ao Enem. Nossa missão é ajudar estudantes de todo o Brasil a entrar na faculdade com aulas, resumos, planos de estudos para o Enem e informações importantes sobre o Enem, Sisu, Prouni e Fies!

O Ministério de Minas e Energia também afirmou, em nota, que o apagão não está relacionado com a "situação de escassez hídrica vivida pelo país".

Disse ainda que caberá ao ONS detalhar o que aconteceu, "bem como as recomendações a serem observadas pelas empresas responsáveis pela operação das instalações envolvidas na ocorrência".

De acordo com Furnas, a falha ocorreu às 21h21. O restabelecimento total da energia demorou uma hora.

"As proteções atuaram corretamente para isolamento da falha, causando o desligamento de todos os equipamentos dessa subestação. A equipe técnica de Furnas prontamente iniciou os procedimentos para o restabelecimento do fornecimento para a distribuidora. A empresa está analisando as causas do ocorrido", afirmou a empresa, em nota.

Crise hídrica de Bolsonaro traz de volta fantasma eleitoral do 'apagão' de FHC

  Crise hídrica de Bolsonaro traz de volta fantasma eleitoral do 'apagão' de FHC Entenda as principais semelhanças e as diferenças da atual crise hídrica com a ´crise do apagão´ de 2001, apontada como um dos fatores que impediram então presidente Fernando Henrique Cardoso de eleger seu sucessor no Palácio do Planalto no ano seguinte.Até aí, o ano pode ser 2021 de Jair Bolsonaro ou 2001, do então presidente Fernando Henrique Cardoso.

Além disso, a Prefeitura do Rio diz que todos os alunos da rede municipal serão atendidos, e que já entregou mais de Em 23 de maio, a Justiça ordenou que o Estado e o Município do Rio deveriam fornecer alimentação para todos Tormenta causou inundações e interrompeu quase todas as linhas do metrô. Crise hídrica . Governo demorou a agir e risco de apagão é real, dizem especialistas.

O comitê de crise hídrica foi criado pelo promotor Fernando Martins depois que o professor da Universidade Federal Uberlândia (UFU), Eduardo Macedo de Oliveira, protocolou uma representação no MPE sobre a situação que, segundo ele, é crítica. A decisão também foi motivada por reclamações de moradores que O calor atípico para o inverno, a estiagem que já dura três meses em Uberlândia e os últimos registros de consumo recorde de água na cidade fizeram Dmae tomar algumas medidas de urgência para combater problemas com abastecimento e um possível racionamento no município.

Especialistas ouvidos pela reportagem também afirmam ser improvável que a interrupção de energia tenha relação com a crise hídrica enfrentada pelo país.

O consultor Ricardo Lima, ex-conselheiro da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), diz que o mais provável é que o apagão tenha sido causado por um acidente.

“Sábado é um dia de carga baixa. [A queda de energia] não deve ter sido por sobrecarga. Vamos aguardar o diagnóstico final da ONS, mas provavelmente foi apenas um acidente”, afirma.

Por ouro lado, diz Lima, o episódio chama a atenção, sobretudo pelo tempo demorado para que a energia fosse restabelecida: “Normalmente, manobras como estas são relativamente rápidas, sobretudo quando a carga não é significativa”, avalia.

O pesquisador Roberto D’Araújo, do Instituto Ilumina, também diz ser pequena a chance de que a interrupção tenha sido causada por uma sobrecarga. Mas afirma que o caso acende o alerta para situações semelhantes que podem vir a acontecer nos próximos meses.

Investir em termelétricas pode agravar a crise hídrica e ocasionar mais impactos ambientais, alerta nota técnica do IEMA

  Investir em termelétricas pode agravar a crise hídrica e ocasionar mais impactos ambientais, alerta nota técnica do IEMA O Instituto de Energia e Meio Ambiente (IEMA) lança a nota técnica “Crise hídrica, termelétricas e renováveis: Considerações sobre o planejamento energético e seus impactos ambientais e climáticos”. Atualmente, a principal medida adotada no Brasil para evitar um apagão energético foi acionar as termelétricas fósseis e, além disso, o uso das termelétricas em tempo integral tem sido implementado. Como consequência, o documento alerta que deve-se esperar um aumento das emissões de gases de efeito estufa (GEE) no setor elétrico, impactos ambientais na qualidade do ar, limitações para a ampliação das demais fontes renováveis e um potencial agravamento da crise hídrica no

Com isso, alegam que só deixarão os batalhões com viaturas e equipamentos em condição de uso. Neste domingo (31), o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte determinou que os comandantes prendam e abram procedimento de expulsão dos militares que estejam incitando ou defendendo o movimento. Na terça (26), a secretária do Tesouro Nacional, Ana Paula Vescovi, afirmou que está em estudo no Ministério da Fazenda e no Banco Mundial um plano para ajudar o Rio Grande do Norte.

Por causa disso, será preciso diminuir o número das cirurgias que não são de urgência e emergência para que haja leitos disponíveis. As cirurgias de ‘giro rápido’, ou seja , que o paciente não precisa ficar internado na unidade, devem continuar sendo realizadas normalmente. Os números divulgados pelas secretarias estaduais e o Ministério da Saúde não são necessariamente iguais, já que os órgãos têm horários e procedimentos distintos para apresentação de seus boletins diários.

“Não descarto que, dentro de um mês, a gente tenha uma situação parecida com essa. As condições hidrológicas estão muito severas”, afirma.

O país passa por uma crise no setor de energia. A falta de chuvas deixou os reservatórios das hidrelétricas em seu pior nível em 91 anos e tem forçado o governo a tomar medidas para afastar o risco de racionamento.

A Enel Distribuição Rio, uma das concessionárias de energia que atende o estado do Rio, informou que a falha causou interrupção no fornecimento de energia em parte da região dos Lagos e em cidades como Macaé, Cantagalo e Teresópolis.

O apagão durou cerca de uma hora, segundo a Enel. O fornecimento foi normalizado para todos os clientes às 22h32, segundo informou a concessionária.

A falta de energia também atingiu cidades da Zona da Mata de Minas Gerais. A Energisa, concessionária que atende cidades no Rio e em Minas, informou que instabilidades no sistema de sua supridora de energia foram responsáveis por interrupções de energia em Nova Friburgo (RJ) e municípios mineiros. Segundo a empresa, a situação já foi normalizada em 100% dos municípios impactados.

A Cemig, que atende a municípios em Minas Gerais, confirmou que houve falta de energia nos municípios de Estrela D'Alva e Volta Grande, na Zona da Mata. A interrupção começou às 21h21, e o fornecimento foi inteiramente normalizado às 21h45.

"As causas da interrupção estão sendo apuradas pelos órgãos responsáveis", informou a Cemig, que adiantou que a falta de energia foi motivada por uma ocorrência externa ao sistema da empresa.

Bolsonaro aconselha população a tomar banho frio e evitar elevador .
Na live dessa 5ª, presidente pede que as pessoas tomem medidas que ajudem a enfrentar a crise hídrica“Aqui [no Palácio da Alvorada] são 3 andares. Quando tem que descer, mesmo que o elevador esteja aberto na minha frente, eu desço pela escada. Se puder fazer a mesma coisa no seu prédio… Ajude a gente. Quanto menos mexer no elevador, mais economia de energia nós temos”, disse o presidente.

usr: 9
Isto é interessante!