Brasil: Inflação em agosto foi maior para as famílias mais pobres - PressFrom - Brasil

BrasilInflação em agosto foi maior para as famílias mais pobres

18:02  11 setembro  2019
18:02  11 setembro  2019 Fonte:   exame.abril.com.br

Inflação argentina volta a disparar a chega a 4% em agosto

Inflação argentina volta a disparar a chega a 4% em agosto A inflação foi divulgada quando aumenta a preocupação com os efeitos sociais da crise econômica. Os deputados aprovaram a chamada 'emergência alimentar' para tentar amenizar o drama dos mais pobres.

“O arrefecimento da inflação de famílias mais pobres veio da melhora no comportamento dos alimentos, tendo em vista que, em maio, dos 16 subgrupos que compõem o segmento alimentação no domicílio, dez apresentaram deflação”, justificou o Ipea, na Carta de Conjuntura que trata do indicador.

“A inflação das famílias de renda mais baixa vinha bem abaixo das demais. No momento que isso começou a mudar, houve uma reversão”, afirmou. Já para os mais ricos, a inflação perdeu força com os preços dos combustíveis. No ano passado, o barril tipo brent do petróleo chegou a custar

Inflação em agosto foi maior para as famílias mais pobres© Valter Campanato/Arquivo/Agência Brasil Compras: índice amplo, que mede a inflação nacional, fechou em 0,11% no mês

A desaceleração da inflaçãoem agosto foi mais intensa para as famílias de renda mais alta, enquanto os mais pobres viram os preços dos produtos mais consumidos por eles aumentar um pouco mais, segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

O Indicador Ipea de Inflação por Faixa de Renda mostra que as famílias com renda mais baixa sentiram uma inflação de 0,12% em agosto. No mesmo período, o custo de vida aumentou 0,08% para as famílias de renda mais elevada.

Inflação tem alta de 0,11% em agosto; preço de alimentos recua

Inflação tem alta de 0,11% em agosto; preço de alimentos recua Inflação tem alta de 0,11% em agosto; preço de alimentos recua

Inflação refere-se a um aumento contínuo e generalizado dos preços em uma economia. Alguns economistas (como os da Escola Austríaca) preferem defini-la como um aumento no suprimento de dinheiro (expansão monetária). No entanto, esse conceito não é amplamente utilizado.

que a inflação das famílias de renda muito baixa teve queda maior , caindo de 6%, em 2016, para 2,1%, enquanto para as famílias com renda maior Para o Ipea, a tendência é de que o movimento de inflação menor para os mais pobres continue em 2018. Maria Andréia alertou, entretanto, que o

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), apurado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que faz uma média da variação de preços para as famílias com renda de 1 a 40 salários mínimos, ficou em 0,11% em agosto.

Os preços do grupo Habitação foram os principais responsáveis pela inflação mais elevada para os mais pobres, segundo o Ipea. “As altas de itens de grande peso na cesta de consumo desse segmento, como energia elétrica (3,85%), aluguel (0,63%) e taxa de água e esgoto (1,34%), geraram um forte impacto”, diz a nota sobre o Indicador Ipea de Inflação por Faixa de Renda.

Apesar da alta nesses preços, houve alívio nos gastos do grupo Alimentação, com queda em alguns itens importantes, como tubérculos (-10,7%), verduras (-6,5%), carnes (-0,75%) e leites e derivados (-0,30%).

Jovem tatuado na testa é condenado a 4 anos de prisão por furto

Jovem tatuado na testa é condenado a 4 anos de prisão por furto Jovem tatuado na testa é condenado a 4 anos de prisão por furto

No Sudeste, a inflação teria sido de 7,8% para os pobres , 8,1% para a classe média e 8,2% para os ricos. Já o novo levantamento indica que desde O segundo fator por trás da mudança de tendência da inflação seria a desaceleração do grupo transporte, de maior peso para famílias de renda alta.

Uol - Economia - Inflação em julho foi maior para para famílias mais pobres , diz I Série O livro faz parte de um conjunto amplo de estudos sobre o que tem sido chamado, dentro do Ipea, de Eixos do Desenvolvimento Brasileiro: inserção internacional soberana; macroeconomia para o pleno emprego

Por sua vez, a inflação percebida pelos consumidores de renda mais elevada desacelerou mais por causa, especialmente, da deflação nas passagens aéreas.

Na média, o preço dos bilhetes ficou 15,7% mais barato em agosto, o que “possibilitou uma contribuição ainda mais favorável do grupo Transportes, implicando um alívio adicional sobre a inflação dessas famílias (da faixa de renda mais alta)”.

O indicador do Ipea separa por seis faixas de renda familiar as variações de preços medidas pelo IPCA. Os grupos vão desde uma renda familiar de até R$ 1.638,70 por mês, no caso da faixa com renda muito baixa, até uma renda mensal familiar acima de R$ 16.391,58, no caso da renda mais alta.

A taxa de inflação das famílias de renda mais baixa acumulada em 12 meses até agosto de 2019 ficou em 3,62%, mais elevada que a da faixa de consumidores mais ricos, de 3,36% no período. O IPCA acumulado em 12 meses até agosto de 2019 foi de 3,43%.

Brasileiros estão menos felizes em 2019, diz pesquisa da Ipsos

Brasileiros estão menos felizes em 2019, diz pesquisa da Ipsos Brasileiros estão menos felizes em 2019, diz pesquisa da Ipsos

Inflação para Famílias mais Pobres é Maior em Relação as Famílias

Inflação em agosto negativa pelo segundo mês consecutivo. Os jovens europeus, entre os 18 e os 24 anos, estão mais vulneráveis. Enfrentam, depois da última crise, a maior taxa de risco de pobreza, 15% – perto do dobro da que conhecem outros grupos etários, segundo o estudo do Fundo

Crescimento das despesas obrigatórias ‘pagaria’ até nove anos de Bolsa Família.
Em 2020, as gastos obrigatórios vão atingir 93% do Orçamento, segundo estimativas da equipe econômica

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 3
Isto é interessante!