Brasil PF faz operação para apurar suposta propina a ex-diretor da Petrobras

04:40  22 outubro  2021
04:40  22 outubro  2021 Fonte:   poder360.com.br

CPI produz provas e alimenta 8 investigações de órgãos de controle antes mesmo de conclusão

  CPI produz provas e alimenta 8 investigações de órgãos de controle antes mesmo de conclusão CPI produz provas e alimenta 8 investigações de órgãos de controle antes mesmo de conclusãoO relatório do senador Renan Calheiros (MDB-AL) listará responsáveis por crimes na pandemia, sugerirá indiciamentos e aprofundamento de apurações e será encaminhado aos órgãos responsáveis por investigar e pedir punição na Justiça, no Congresso e nas esferas administrativas. O presidente Jair Bolsonaro será um dos responsabilizados no relatório do senador.

O juiz Luiz Antonio Bonat, da 13ª Vara Federal de Curitiba, autorizou uma operação da PF (Polícia Federal) para aprofundar as investigações sobre supostos pagamentos de propina da Galvão Engenharia ao ex-diretor de Abastecimento da Petrobras José Carlos Cosenza e ao ex-deputado José Otávio Germano (PP).

Os alvos foram Aleksander Silvino dos Santos, suposto operador das propinas, e Lúcia Câmara, ex-secretária de Cosenza na Petrobras. Realizada nesta 5ª feira (21.out.2021), a operação foi batizada de Laissez Faire, Laissez Passer (deixe fazer, deixe passar).

As investigações partiram da delação de Erton Medeiros Fonseca, ex-dirigente da Galvão Engenharia. De acordo com ele, a empreiteira pagou propina a Consenza de dezembro de 2011 a março de 2014.

Lira defende privatização da Petrobras e nega conversa para mudar diretoria da estatal

  Lira defende privatização da Petrobras e nega conversa para mudar diretoria da estatal BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), negou nesta quarta-feira (13) qualquer conversa de bastidor para mudar a diretoria ou política da Petrobras, mas questionou se não seria o caso de privatizar a estatal e discutir a função da empresa no Brasil. Lira concedeu entrevista à rádio CNN na manhã desta quarta e foi questionado sobre rumores que indicam que as críticas à política da estatal seriam uma tentativa de o chamado 'centrão' --formado por partidos como PP e PL-- mudar a diretoria da empresa. "Não tem nenhuma conversa de bastidor nem para se mudar a política de preço nem para se mudar a diretoria", afirmou.

O MPF (Ministério Público Federal) no Paraná se manifestou a favor da operação de busca e apreensão. Eis a íntegra do parecer do órgão ministerial (1 MB).

“Os pagamentos realizados naquele período foram operacionalizados por Aleksander dos Santos através de contratos de prestação de serviços fictícios firmados entre a Galvão Engenharia e a empresa Aleksander Silvino dos Santos EPP e da emissão de notas fiscais falsas para ocultar e dissimular a origem ilícita dos recursos”, diz o MPF.

Segundo o MPF, também há indícios de que mensalidades de curso superior do filho de Lúcia Câmara foram pagas por terceiros por causa do cargo que ela ocupava na Petrobras. A PF quer saber se outras despesas também foram pagas.

Petrobras lucra R$ 31,1 bilhões e decide dobrar remuneração aos acionistas .
Petrobras lucra R$ 31,1 bilhões e decide dobrar remuneração aos acionistasO anúncio ocorreu pouco depois de novas queixas do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) à empresa pelos altos lucros em um momento de escalada dos preços dos combustíveis. Para Bolsonaro, a Petrobras deveria ter um viés social e lucrar menos.

usr: 23
Isto é interessante!