Brasil Uso de cheques no Brasil cai 93% desde 1995

06:33  15 janeiro  2022
06:33  15 janeiro  2022 Fonte:   noticiasaominuto.com

Filmes premiados e blockbusters chegam ao streaming

  Filmes premiados e blockbusters chegam ao streaming A programação de streaming da semana está bastante variada, com lançamentos premiados nas plataformas de assinatura e blockbusters nas locadoras digitais. Além disso, é possível acompanhar de graça o My French Film Festival, com nove longas inéditos do cinema francês atual, na Filmicca. Confira abaixo 10 sugestões, entre as muitas opções disponibilizadas nesta semana, para […] A TRAGÉDIA DE MACBETH | APPLE TV+

O avanço da tecnologia reduziu significativamente a utilização do que um dia foi o meio de pagamento mais tradicional dos brasileiros. Desde 1995, a compensação de cheques caiu 93,4% no país, segundo levantamento divulgado hoje (14) pela Federação Brasileira dos Bancos (Febraban).

A tendência de queda é contínua e não parou nos últimos 26 anos © Pixabay A tendência de queda é contínua e não parou nos últimos 26 anos

A tendência de queda é contínua e não parou nos últimos 26 anos. Em 2021, o volume de compensações caiu 23,7%.

Apesar da queda, a modalidade está longe da extinção. No ano passado, foram compensadas 218,9 milhões de folhas de cheque em todo o país. O volume somou 287,1 milhões em 2020 e chegava a 3,3 bilhões de folhas compensadas em 1995.

Celso Roth critica 'onda' de treinadores estrangeiros no Brasil: 'Acham que brasileiro não tem mais qualidade'

  Celso Roth critica 'onda' de treinadores estrangeiros no Brasil: 'Acham que brasileiro não tem mais qualidade' Técnico questionou o porquê de dirigentes trazerem nomes como Paulo Sousa, Jorge Jesus e Abel Ferreira para clubes brasileiros> Confira as tabelas dos campeonatos estaduais e simule os resultados!

O volume financeiro das transações com cheques também despencou. Em 1995, o montante movimentado nessa modalidade totalizava R$ 2 trilhões. A quantia caiu para R$ 668,4 bilhões em 2020 e R$ 667 bilhões em 2021.

Um dos principais problemas na utilização de cheques também despencou. O número de devoluções de cheques sem fundos caiu de 56,8 milhões em 1997 (quando a Febraban começou a pesquisar essa série histórica) para 15,2 milhões em 2020 e 13,6 milhões no ano passado.

Segundo a Febraban, os meios eletrônicos de pagamento conquistaram a preferência dos brasileiros. Os canais digitais (internet e mobile banking) atualmente concentram 67% das transações feitas no país.

Desde o lançamento do Pix, em novembro de 2020, a tendência se intensificou. O sistema de transferência eletrônica instantânea que funciona 24 horas por dia registrou 7 bilhões de transações e movimentou R$ 4 trilhões em pouco mais de um ano de existência. Segundo a Febraban, a ferramenta tem a adesão de 71% dos brasileiros e é bem avaliada, com a aprovação crescendo de 76%, na época do lançamento, para 85% atualmente.

Com informações da Agência Brasil

Com pandemia, número de ônibus queimados despenca no Brasil .
69 coletivos foram incendiados no ano passado, o menor número em 10 anosO número representa uma queda de 29% frente a 2020, quando foram queimados 97 coletivos. Os dados são da NTU (Associação Nacional das Empresas de Transporte Urbano), enviados a pedido do Poder360.

usr: 3
Isto é interessante!