Brasil Chimaev abre as portas para duelo com 'Durinho' no Brasil e diz: "Vou estrangulá-lo"

14:58  18 janeiro  2022
14:58  18 janeiro  2022 Fonte:   agfight.com.br

Wesley, do Flamengo, doa chuteira a jogador do Floresta: 'Sempre que puder ajudar os outros, vou ajudar'

  Wesley, do Flamengo, doa chuteira a jogador do Floresta: 'Sempre que puder ajudar os outros, vou ajudar' O lateral-direito do Flamengo também lembrou que a mãe sempre lhe diz para, quando puder, ajudar o próximo> Veja imagens da chegada de Paulo Sousa, novo técnico do Flamengo, no Rio

Com dificuldade para encontrar adversários dispostos a enfrentá-lo desde o início de sua ascensão no UFC, Khamzat Chimaev parecia finalmente ter solucionado este problema quando, recentemente, Gilbert 'Durinho' Burns - através das redes sociais - abriu as portas para um possível duelo entre eles. No entanto, até o momento, o especulado confronto segue sem uma confirmação oficial por parte do Ultimate. Ainda assim, o russo naturalizado sueco mantém o otimismo e já, inclusive, projeta o encontro contra o faixa-preta.

Diego Ribas © Reprodução Diego Ribas

Em um vídeo compartilhado no seu canal do 'Youtube', Chimaev reiterou seu interesse em um futuro combate contra 'Durinho' e sugeriu, inclusive, que o mesmo pudesse ser realizado no Brasil. O meio-médio (77 kg) - 11º colocado no ranking da divisão - ainda provocou o rival, número dois na lista da categoria, e afirmou que finalizaria o faixa-preta, utilizando os ensinamentos de seu treinador de jiu-jitsu, o também brasileiro Alan 'Finfou'.

Disputa PT-PSB em São Paulo trava federação, diz Luiz Marinho

  Disputa PT-PSB em São Paulo trava federação, diz Luiz Marinho Em entrevista ao Poder360, Luiz Marinho disse que o partido não abrirá mão da candidatura de Fernando Haddad“Se o PSB deseja ter um candidato, não tem problema para nós. Não temos problema em ter 2, 3 palanques para o[ex-presidente Luiz Inácio] Lula [da Silva] em São Paulo. O que não topamos de jeito nenhum é abrir mão da candidatura de Haddad. Não adianta dizer que para ter federação precisa ter o Márcio França. Não vai ter. Se a federação passa por aí, está inviabilizada”, disse.

Vale lembrar que a proposta do russo naturalizado sueco para que o possível duelo ocorra em território tupiniquim não é uma novidade. Há cerca de um mês, 'Durinho' já havia desafiado Chimaev para um combate no Brasil, na edição que deve ser realizada pelo UFC no Rio de Janeiro, no próximo dia 7 de maio.

"Todo mundo está falando sobre mim, mas ninguém quer lutar comigo porque nós matamos todo mundo. Para mim, isso não importa. Gilbert Burns falou sobre (lutar no) Brasil. Eu sou mais brasileiro do que ele porque meu treinador é brasileiro. Eu sou faixa-azul do Alan 'Finfou' (Nascimento). Eu sei de muitas vezes que meu treinador esmagou (o Durinho) também, nos tatames", comentou Khamzat, antes de completar.

"Nós vamos estrangulá-lo. Um faixa-azul do Finfou contra um faixa-preta. Eu gosto desse cara, na verdade. Ele é engraçado, um cara legal. Eu quero lutar com ele. Mas em uma guerra, irmão, eu não posso ser bonzinho com ninguém. Eu quero comer todo mundo. Pegar meu dinheiro, pegar meu cinturão. Eu estou faminto. Quando eu falo sobre lutadores, eu estou faminto. Eu espero lutar no Brasil também. País legal, pessoas legais", finalizou.

Raí e mais um: Vinícius Roravis enaltece atuação de dupla na estreia do Bahia no estadual: "Foram fundamentais"

  Raí e mais um: Vinícius Roravis enaltece atuação de dupla na estreia do Bahia no estadual: Neste sábado (15) o Bahia iniciou sua participação no Campeonato Baiano com um empate em 2 a 2 diante o Bahia de Feira, na Arena Cajueiro. Após o fim da partida, o auxiliar Vinícius Roravis que comandou o Tricolor na ausência de Bruno Lopes, que está com Covid-19, relatou algumas dificuldades enfrentadas por sua equipe e fez questão de ressaltar as boas atuações de Raí Nascimento e Patrick de Lucca. "Com certeza foram fundamentais para a gente conseguir sustentar o jogo, avaliou Vinícius Roravis. Raí e Patrick são jogadores que são importantes no elenco do Guto, no elenco principal. São jogadores que têm sua importância muito grande.

No UFC desde 2014, Gilbert ‘Durinho’, de 35 anos, atravessou seu melhor momento na organização entre 2018 e 2020, quando emplacou uma sequência de seis vitórias e, na sequência, disputou o título dos meio-médios. Na disputa, o brasileiro acabou superado pelo campeão Kamaru Usman e, desde então, está focado na caminhada visando se reaproximar de um 'title shot'. Atualmente, o faixa-preta se encontra na segunda posição no ranking da categoria e, na sua última apresentação, em julho de 2021, superou Stephen Thompson por decisão unânime dos jurados.

Invicto no MMA, Khamzat Chimaev, de 27 anos, possui quatro lutas no UFC e se encontra em 11º lugar no ranking dos meio-médios. O sueco estreou pela organização em 2020 e, até o momento, suas vítimas nela foram sobre John Phillips, Rhys McKee, Gerald Meerschaert e Li Jingliang em sequência. A curiosidade é que o competidor venceu os dez combates que disputou na carreira na modalidade pela via rápida (seis por nocaute e quatro por finalização), estatística que prova sua dominância quando atua e explica a relutância de parte dos lutadores do meio-médio do Ultimate em enfrentá-lo.

Mário descarta Thiago Neves no Fluminense e cita chances de contratar Thiago Silva e Marcelo .
Presidente afirmou que pensava em ter o zagueiro já no ano que vem, mas a renovação com o Chelsea atrasou; meia não está nos planos— Tinha interesse em trazer o Thiago Silva e o Marcelo. Achei que daria para trazer o Thiago ano que vem, mas ele renovou com o clube que está jogando (Chelsea), então com certeza não estará aqui em 2023. O Marcelo tem vontade de voltar, mas não neste momento. Conversei com o empresário dele ano passado e o 2022 dele será na Europa. Mas deixei aberto para ele, o dia que quiser voltar, o Fluminense quer abraçá-lo - afirmou Mário.

usr: 0
Isto é interessante!