Brasil Brasil registra mais de 168 mil novos casos de covid e 392 mortes nas últimas 24 horas

09:11  22 janeiro  2022
09:11  22 janeiro  2022 Fonte:   estadao.com.br

Brasil registra 88,4 mil casos de covid-19 em 24 horas e vê média móvel crescer 325% em uma semana

  Brasil registra 88,4 mil casos de covid-19 em 24 horas e vê média móvel crescer 325% em uma semana Média móvel de novos casos passou de 12.391 no dia 4 para 52.714 casos nesta quarta-feira, 12. Média de mortes cresceu 33%Quer se manter informado, ter acesso a mais de 60 colunistas e reportagens exclusivas?Assine o Estadão aqui!

Quer se manter informado, ter acesso a mais de 60 colunistas e reportagens exclusivas?Assine o Estadão aqui!

O Brasil registrou 390 novas mortes pela covid-19 nesta sexta-feira, 21. A média semanal de vítimas, que elimina distorções entre dias úteis e fim de semana, ficou em 257, mantendo sua tendência de crescimento pelo décimo dia consecutivo.

O número de novas infecções notificadas foi de 168.820, o terceiro maior da pandemia. A média móvel de testes positivos atingiu um novo pico e está em 118.516, o que representa um aumento de 295% em relação à de duas semanas atrás. No total, o Brasil tem 622.643 mortos e 23.757.741 casos da doença.

Brasil registra 97,2 mil novos casos de covid e 190 mortes nas últimas 24 horas

  Brasil registra 97,2 mil novos casos de covid e 190 mortes nas últimas 24 horas Média móvel de testes positivos para o coronavírus nos últimos sete dias é de 60.072 - aumento superior a 600% em relação à de duas semanas atrás . No total, o Brasil tem 620.609 mortos e 22.815.827 casos da doença. Os dados diários do Brasil são do consórcio de veículos de imprensa formado por Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL em parceria com 27 secretarias estaduais de Saúde, em balanço divulgado às 20h. Segundo os números do governo, 21,6 milhões se recuperaram desde o início da pandemia. São Paulo teve 53 mortes e 5,8 mil novos casos nas últimas 24 horas.

Os dados diários do Brasil são do consórcio de veículos de imprensa formado por Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL em parceria com 27 secretarias estaduais de Saúde, em balanço divulgado às 20h. Segundo os números do governo, 21,8 milhões de pessoas se recuperaram da doença desde o início da pandemia.

São Paulo teve 145 mortes e 11.159 novos casos nas últimas 24 horas. A maior quantidade de testes positivos para o coronavírus no período veio do Minas Gerais, que notificou quase 27 mil novas infecções e 23 vítimas fatais da doença. O Acre não registrou mortes nesta sexta e Pernambuco não divulgou os dados do dia.

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde 8 de junho de 2020, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 Estados e no Distrito Federal. A iniciativa inédita é uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia, mas foi mantida após os registros governamentais continuarem a ser divulgados.

O Ministério da Saúde informou que foram registrados 166.539 novos casos e mais 358 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas. No total, segundo a pasta, são 23.751.782 pessoas infectadas e 622.563 óbitos. Os números são diferentes do compilado pelo consórcio de veículos de imprensa principalmente por causa do horário de coleta dos dados.

Após mais de dois meses, Brasil volta a ter mais de 400 mortes por covid em 24 horas .
Número tão alto de óbitos não era registrado desde 13 de novembro. Com mais de 183 mil novas infecções, média móvel de casos atingiu recorde pelo oitavo dia consecutivo. © Gustavo Basso/DW Nas últimas 24 horas, Brasil teve mais de 183 mil novos casos e 487 mortes causadas por covid-19 Nesta terça-feira (25/01), o Brasil voltou a registrar mais de 400 mortes por coronavírus em 24 horas. É a primeira vez que isso ocorre desde o dia 13 de novembro. Ou seja, há mais de dois meses - ou exatos 74 dias -, o número de óbitos devido à doença não era tão grande no país.

usr: 0
Isto é interessante!