Brasil: Em Salvador, terra natal de Irmã Dulce, devotos se emocionam com canonização - - PressFrom - Brasil

Brasil Em Salvador, terra natal de Irmã Dulce, devotos se emocionam com canonização

17:50  13 outubro  2019
17:50  13 outubro  2019 Fonte:   estadao.com.br

Irmã Dulce será canonizada em Sínodo dos Bispos no próximo domingo

  Irmã Dulce será canonizada em Sínodo dos Bispos no próximo domingo Irmã Dulce será canonizada em Sínodo dos Bispos no próximo domingoA baiana Maria Rita de Souza Brito Lopes Pontes, Irmã Dulce dos Pobres, morreu em 1992 aos 77 anos. Com sua canonização e de outros quatro novos santos, no próximo domingo, 13, Francisco atinge a marca de 892 santos em seu pontificado, segundo informações do disponibilizadas pela Congregação das Causas dos Santos, órgão do Vaticano responsável pelos processos de reconhecimento.

Aproveite os menores preços para sua viagem. Publicidade Booking.com. Cartão presente Xbox. Publicidade Para jogos e entretenimento no Xbox ou no Windows. Tela cheia. 1/10 SLIDES © Edison Veiga/Estadão. Canonização de Irmã Dulce .

Fiéis se reuniram no santuário que agora leva o nome da santa brasileira para assistir à cerimônia; sergipana agraciada com o primeiro milagre reconhecido pela Igreja esteve presente.

SALVADOR - O Santuário de Irmã Dulce, em Salvador, já estava cheio quando o dia começou a nascer neste domingo, 13. Devotos do "Anjo Bom da Bahia" se reuniram em vigília, iniciada na noite de sábado, 12, para assistir à canonização da primeira santa brasileira, transmitida em um telão para a comunidade. Emoção e alegria tomaram conta do ambiente, com aplausos e gritos a cada vez que o nome de Maria Rita Lopes Pontes era citado.

Papa e Igreja Católica não são inimigos do governo brasileiro, diz Mourão

  Papa e Igreja Católica não são inimigos do governo brasileiro, diz Mourão Papa e Igreja Católica não são inimigos do governo brasileiro, diz MourãoO representante do Executivo Federal está em Roma, na Itália, para a cerimônia de canonização da beata baiana Irmã Dulce, que será realizada no domingo (13.out.2019). Na comitiva com Mourão também estão pelo menos 28 autoridades brasileiras.

A canonização de Irmã Dulce pelo papa Francisco, marcada para o domingo (13/10), marcará também a formalização da chamada "imagem canônica". E a criação dessa imagem leva em conta diversos fatores — a maioria ligada ao histórico de milagres e benfeitorias da santa ou santo em

Devotos baianos fazem festa pela canonização da Irmã Dulce . Decisão foi anunciada pelo papa No dia 20 do mesmo mês, haverá uma comemoração na Bahia, terra natal da futura Santa Dulce Ela nasceu em Salvador , no dia 26 de maio de 1914, e faleceu na mesma cidade, em 22 de maio de

Em Salvador, terra natal de Irmã Dulce, os devotos se reuniram no agora chamado Santuário Arquidiocesano Santa Dulce dos Pobres © Renata Farias/Estadão Em Salvador, terra natal de Irmã Dulce, os devotos se reuniram no agora chamado Santuário Arquidiocesano Santa Dulce dos Pobres

Entre os presentes, estava Claudia Santos, de 50 anos, que foi agraciada pelo milagre atribuído à Santa Dulce dos Pobres, como é conhecida agora.

Moradora de Sergipe, ela se recuperou de uma grave hemorragia pós-parto, cujo sangramento foi subitamente interrompido. A comprovação deste milagre levou à beatificação de Irmã Dulce, em 2011, estágio anterior à canonização.

"Estou aqui desde as 20 horas de ontem. Eu não poderia deixar de vir. A emoção é muito grande de relembrar tudo aquilo que passou, hoje a minha fé é muito maior", afirmou ao Estado. "Depois do que passei, vi que nós realmente não somos nada."

Claudia viajou para a Bahia acompanhada de Ana Lúcia Aguiar, 55 anos, que esteve diretamente ligada ao processo de beatificação da santa brasileira. Natural do Ceará, ela conta que conheceu Irmã Dulce durante um período que morou em Salvador e que milagres foram operados na própria vida.

"Quando meu primeiro filho tinha 1 ano e 8 meses, eu passei por um momento difícil com ele por conta de um acidente doméstico. Em um momento, com ele no colo, eu senti como se estivesse segurando mãos finas", relatou. "Quando voltei a mim, vi um vulto saindo, vestido com hábito (traje religioso)."

Maestro que voltou a ver e cura de hemorragia pós-parto: os milagres de Irmã Dulce

  Maestro que voltou a ver e cura de hemorragia pós-parto: os milagres de Irmã Dulce Maestro que voltou a ver e cura de hemorragia pós-parto: os milagres de Irmã DulceNecessário para a canonização, o segundo milagre reconhecido pelo Vaticano foi a cura instantânea da cegueira do maestroJosé Maurício Moreira, hoje com 51 anos, que convivia com a cegueira havia 14 quando ocorreu o que era considerado impossível.

Devotos rezam a oração a Irmã Dulce durante celebração no santuário; veja trecho. A baiana Irmã Dulce foi canonizada na manhã deste domingo (13), em cerimônia realizada no Vaticano, e passou a ser chamada Santa Dulce dos Pobres.

Curado de cegueira, pivô de canonização de Irmã Dulce fala em 'emoção gigantesca'. Brasileiros peregrinam ao Vaticano e se emocionam . Nascida em Salvador , Irmã Dulce , que ficou conhecida como "anjo bom da Bahia", teve uma trajetória de fé e obstinação na qual enfrentou as rígidas regras

Anos depois, ela pode tocar as mãos de Irmã Dulce em seu leito de morte, o que deu a confirmação de quem a visitou naquela ocasião.

"Naquele momento, agradeci e disse que seria uma serva de Deus e de Irmã Dulce, para divulgar a obra e santidade dela."

Ana Lúcia passou os anos seguintes difundindo as obras da freira baiana por onde passava e foi a responsável por apresentar o milagre operado em Claudia à comissão das Obras Sociais Irmã Dulce (Osid) que buscava a canonização.

"Eu sinto que Deus me fez instrumento da obra e santidade de Irmã Dulce. Ela sempre foi minha santinha. Depois de viver esse momento (da canonização), se amanhã chegar o meu dia, eu vou realizada", acrescentou.

Em todos os cantos do santuário, era possível encontrar histórias pessoais com Irmã Dulce. Devotos faziam emocionados relatos de fé - a exemplo de uma pedra nos rins que se reduziu sem intervenção cirúrgica, surpreendendo os médicos - e narrativas de convívio com a freira baiana.

É o caso da enfermeira Gildete Brasil, de 76 anos, que estudou nas Osid, a entidade filantrópica fundada por Irmã Dulce em 1959.

"Eu tive o prazer de fazer meu curso de enfermagem com ela, nos anos de 1967 e 1968. Ela abraçava as pessoas, os doentes, conversava, beijava", disse, emocionada, Gildete. "É isso mesmo que mostram. Ela pegava os doentes no Largo de Roma e levava para o hospital dela, que era simples, bem diferente desse hospital enorme que é hoje."

Papa canoniza Irmã Dulce, a primeira santa brasileira

  Papa canoniza Irmã Dulce, a primeira santa brasileira Papa canoniza Irmã Dulce, a primeira santa brasileiraA nova santa brasileira, cujo nome verdadeiro era Maria Rita Lopes, foi proclamada santa diante de inúmerosos bispos, religiosos e missionários de seu país que atualmente participam no Sínodo para a defesa da Amazônia.

Especial: conheça as cartas enviadas e recebidas por Irmã Dulce . A menos de um mês para a canonização de Irmã Dulce , cartas escritas pela futura santa foram reveladas pelas Obras Sociais Irmã Dulce (OSID). A freira utilizava correspondências para fazer pedidos e agradecimentos.

Irmã Dulce é um exemplo de bondade em um mundo que está desumano. Sempre tive admiração por ela, que deixou uma grande obra social. Segundo o padre Ivam, a canonização de Irmã Dulce fará com que a vida e o trabalho da religiosa baiana, muito conhecida no Nordeste brasileiro, se expanda

Santuário Santa Dulce dos Pobres

Apesar de já reconhecido pelo público como uma homenagem a Irmã Dulce, apenas hoje o santuário passou a levar o nome da baiana. A transmissão do evento no Vaticano foi interrompida por um breve momento para a leitura de um decreto que transformava o Santuário da Imaculada Conceição da Mãe de Deus em Santuário Arquidiocesano Santa Dulce dos Pobres.

De acordo com dom Marco Eugênio, bispo auxiliar da arquidiocese de Salvador, o decreto apenas torna oficial o que já era uma realidade para o povo baiano.

"Esse santuário foi colocado em nome de Nossa Senhora da Conceição por uma questão de não poder ter o nome de uma beata", explicou. "Essa terra da Bahia é capaz de santificar as pessoas. Ela (Irmã Dulce), que se santificou aqui na graça de Deus, convida cada um de nós a viver nessa santidade e a permitir que essa mesma graça de Deus realize em nós a obra que nela realizou."

Homenagem à Santa Dulce dos Pobres reúne 43 mil em estádio de futebol em Salvador .
Homenagem à Santa Dulce dos Pobres reúne 43 mil em estádio de futebol em Salvador Além da celebração, que uniu todo o estádio em momentos de silêncio absoluto e também na entoação de cânticos, foi apresentado o espetáculo teatral Império do Amor, que mostrou a vida de Irmã Dulce, desde que ela decidiu transformar um galinheiro em um espaço para abrigar doentes até sua morte e canonização. Participaram quase 700 atores, sendo 482 crianças e adolescentes do Centro Educacional Santo Antônio (Cesa), além de idosos da instituição e artistas.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 1
Isto é interessante!