Brasil: Shopping que pintou funcionárias na Black Friday é processado pelo MP - - PressFrom - Brasil

Brasil Shopping que pintou funcionárias na Black Friday é processado pelo MP

14:55  05 novembro  2019
14:55  05 novembro  2019 Fonte:   catracalivre.com.br

Chile é palco de novos protestos e incêndio na capital

  Chile é palco de novos protestos e incêndio na capital Chile é palco de novos protestos e incêndio na capitalEm mais um capítulo da atual onda de manifestações no Chile, uma passeata realizada nesta segunda-feira (28/10) rumo ao Palácio de la Moneda, sede do governo chileno, acabou com um incêndio de grandes proporções num shopping em pleno centro da capital Santiago, após horas de distúrbios e confrontos com a polícia.

MP pede pagamento de indenizações. Além do rosto pintado com tinta preta, funcionárias usavam Mulheres são pintadas com tinta preta em campanha da Black Friday de shopping do DF — Foto O caso ocorreu em 22 de novembro do ano passado. À ocasião, as funcionárias exibiam faixas de

Crédito: Reprodução/FacebookFuncionárias de shopping no DF foram pintadas com tinta preta para a Black Friday , em novembro de 2018. Em 22 de novembro de 2018, funcionárias foram fotografadas em um semáforo segurando faixas de divulgação da ação do shopping .

O Ministério Público do Trabalho no Distrito Federal (MPT-DF) avaliou ação civil pública contra o Águas Claras Shopping, no Distrito Federal, por pintar as funcionárias com tinta preta para divulgação da Black Friday, em novembro de 2018.

Funcionárias de shopping no DF foram pintadas com tinta preta para a Black Friday, em novembro de 2018© Reprodução/Facebook Funcionárias de shopping no DF foram pintadas com tinta preta para a Black Friday, em novembro de 2018

Na ação, o MPT pede que o centro comercial seja condenado a pagar indenização de R$ 100 mil, por danos morais coletivos, além de R$ 10 mil a cada funcionária que teve o corpo pintado.

Segundo o G1, o Ministério Público também quer que o estabelecimento seja proibido de usar, em campanhas publicitárias futuras, práticas que possam configurar racismo, preconceito de origem, raça, sexo cor, idade, pensamento, crença religiosa, entre outros.

Ataque a faca deixa seis feridos em Hong Kong em dia de caos

  Ataque a faca deixa seis feridos em Hong Kong em dia de caos Ataque a faca deixa seis feridos em Hong Kong em dia de caosO tumulto começou em frente a um shopping localizado no bairro de classe média de Tai Koo Shing, onde manifestantes pró-democracia se concentraram durante parte do dia.

Recomendados. Black Friday 2019: como economizar em 7 dicas. Promoção relâmpago: produtos da AliExpress com descontos de até 70%. Black Friday : Nordeste é o destino preferido dos brasileiros. Shopping que pintou funcionárias na Black Friday é processado pelo MP .

A Black Friday é um evento varejista que promove descontos especiais durante a última sexta-feira do mês de Novembro. No Brasil, a Black Friday começou apenas em lojas virtuais, mas foi ficando cada vez mais forte no país e hoje lojas físicas também já incluem a data em seu calendário de promoções.

Ainda de acordo com a publicação, o shopping informou que “o que tinha a falar sobre isso, já está manifestado nos autos [do processo]”.

RELEMBRE O CASO

Em 22 de novembro de 2018, funcionárias foram fotografadas em um semáforo segurando faixas de divulgação da ação do shopping. Elas tinham o rosto pintado com tinta preta e usavam perucas de cabelo crespo.

A campanha causou polêmica e foi criticada por utilizar a prática de “black face”, considerada racista por historiadores, pesquisadores e ativistas do movimento negro.

Veja também:Shopping do DF faz uso de black face para divulgar Black Friday

_____________________________________

Presidente eleito da Argentina, Alberto Fernández comemora libertação de Lula: sua força demonstra sua grandeza .
Presidente eleito da Argentina, Alberto Fernández comemora libertação de Lula: sua força demonstra sua grandezaA ex-presidente e vice-presidente de Alberto Fernández, Cristina Kirchner, também escreveu no Twitter: “Acaba hoje uma das maiores aberrações do Lawfare na América Latina: a privação ilegítima do ex-presidente da República Federativa do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva”. A senadora, que governou a Argentina entre 2007 e 2015 acrescentou a hashtag em português “lulalivre”.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 1
Isto é interessante!