Brasil: Chuvas causam morte, feridos e deixam mais de 500 desabrigados no Espírito Santo - - PressFrom - Brasil

Brasil Chuvas causam morte, feridos e deixam mais de 500 desabrigados no Espírito Santo

23:45  15 novembro  2019
23:45  15 novembro  2019 Fonte:   estadao.com.br

Análise da Ufal indica que óleo veio de navio fantasma, não de embarcação grega

  Análise da Ufal indica que óleo veio de navio fantasma, não de embarcação grega Análise da Ufal indica que óleo veio de navio fantasma, não de embarcação gregaA embarcação teria passado pela costa brasileira com o sistema de rastreamento por satélite, o transponder, desligado para não ser detectada pelas autoridades. Os dados de navegação usados na pesquisa são provenientes da plataforma Marine Traffic, provedora mundial de trajetórias de navios.

A chuva no Espírito Santo já deixa 489 pessoas fora de casa, segundo a Defesa Civil, na manhã desta sexta-feira (15). Há registro de desabrigados ou desalojados em Viana, Santa Leopoldina, Domingos Martins, Cariacica, Vitória, Vila Velha, Alegre, João Neiva, Piúma e Marechal Floriano.

Chuva deixa mortos e desabrigados na Região Metropolitana do Recife. As chuvas que atingem a Região Acionado para socorrer feridos , o Samu também registrou deslizamentos de barreiras em Olinda, no No domingo (21), mais de 500 famílias do município de Barreiros, na Zona da Mata Sul

Vendaval causou destruição em Alegre, no Espírito Santo © Secom ES/Divulgação Vendaval causou destruição em Alegre, no Espírito Santo

SOROCABA - As chuvas intensas que atingem o Espírito Santo há quatro dias já deixaram pelo menos uma pessoa morta, seis feridas e 571 fora de suas casas, segundo último levantamento da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, divulgado nesta sexta-feira, 15. O produtor rural Fabrício Craus morreu em deslizamento de terra na quinta-feira, 14, em Santa Leopoldina, no interior do Estado.

A mulher dele, Fernanda, e o filho Lorenzo ficaram feridos e continuavam internados em um hospital de Vitória. Em Santa Leopoldina, há 92 pessoas desabrigadas.

Ciclone Bulbul deixa mortos e desabrigados na Índia e Bangladesh

  Ciclone Bulbul deixa mortos e desabrigados na Índia e Bangladesh Com ventos violentos de até 120km/h e chuvas torrenciais, o ciclone Bulbul atingiu, neste domingo (10), parte de Bangladesh e da Índia, deixando pelo menos 14 mortos e obrigando dois milhões de pessoas a passar a noite em abrigos disponibilizados pelas autoridades. O ciclone chegou à região no sábado (9) à noite, provocando o fechamento de portos e aeroportos. Em Calcutá, na Índia, uma pessoa morreu atingida por uma árvore e outra em decorrência do desabamento de um muro no Estado de Odisha. Em Banglasdesh, várias pessoas foram vítimas da queda de árvores provocada pela ventania. Quatro mil casas foram destruídas na região.

As fortes chuvas que caem no Espírito Santo desde o início da semana já deixaram 91 pessoas desalojadas e quatro desabrigadas . Até o momento, seis pessoas ficaram feridas e uma morreu. Vários municípios enfrentam problemas de alagamentos e deslizamento de terra.

Depois da tragédia causada pelas fortes chuvas que atingiram o Espírito Santo nos últimos dias, causando 24 mortes e deixando mais de 60 mil pessoas desabrigadas e desalojadas, o Estado vai precisar de pelo menos um ano para ter suas estradas parcialmente reconstruídas.

Nesta sexta, também foi encontrado o corpo de um homem em um cômodo alagado, em Cariacica. A casa do morador ficou ilhada e o Corpo de Bombeiros suspeita que ele tenha morrido por afogamento, o que ainda precisa ser confirmado pela perícia. A cidade já soma 28 desalojados. Ela e os municípios de Viana, Alegre e Santa Leopoldina decretaram estado de emergência por causa das chuvas.

Em Viana, o Rio Formate transbordou na tarde de quinta-feira, 14, e dezenas de famílias tiveram de abandonar as casas, tomadas de repente pelas águas. A Defesa Civil contabiliza 153 desabrigados e 81 desalojados. A maior parte das famílias foi levada para uma escola de educação infantil.

“O número de desabrigados está aumentando, pois qualquer acúmulo de chuva pode causar deslizamento de terra e, por prevenção, estamos pedindo que as pessoas deixem as casas em áreas de risco”, disse o tenente-coronel Carlos Wagner, comandante dos bombeiros.

Após chegar ao ES, autoridades já temem que óleo atinja praias do Rio

  Após chegar ao ES, autoridades já temem que óleo atinja praias do Rio Manchas já estão presentes em sete praias do Espírito Santo; corrente marítima e vento podem levar óleo ao RioRIO - O óleo derramado na costa do Nordeste já alcança sete praias do Espírito Santo e autoridades temem que ele possa chegar ao Rio nos próximos dias. De acordo com Humberto Barbosa, coordenador do Laboratório de Análise e Processamento de Imagens de Satélite (Lapis) da Universidade Federal de Alagoas, a direção e intensidade das correntes marítimas e ventos na superfície do mar serão determinantes para a chegada do óleo no Rio.

Em todo o Espírito Santo , 18 municípios foram atingidos com chuvas fortes das últimas 24 horas. Segundo a Defesa Civil, até o momento 43 estão desalojados em Alegre, Vitória e Guarapari. Em Vila Velha, a prefeitura informou que 19 pessoas estão desalojadas. Não há registro de desabrigados no

Chuva deixa mais de mil desabrigados no Paraná. Jornalismo SBT. 1:12. Cinco mortes foram confirmadas no rompimento das barragens em Mariana. Jornalismo SBT. Lama do rompimento de barragens em Mariana atinge o mar no Espírito Santo e interdita praias.

Risco de rompimento de represa desaloja moradores

Nesta manhã, moradores da Quinta dos Lagos, em Marechal Floriano, foram retirados das casas pelo Corpo de Bombeiros devido ao risco de rompimento de uma represa da região. À tarde, 82 pessoas haviam sido removidas - uma parte foi para a cada de parentes, outra estava alojada em uma escola.

Em Alegre, 16 pessoas estão desalojadas desde que um vendaval atingiu a cidade na segunda-feira, 11. Os ventos derrubaram árvores, muros e destelharam 30 casas - algumas tiveram a estrutura danificada e foram interditadas pela Defesa Civil.

Os temporais atingiram, ainda, Vitória e cidades da região metropolitana, como Serra e Vila Velha. Na capital, as ruas alagadas impediam a circulação de ônibus. O abastecimento de água foi interrompido parcialmente em Vitória, Serra e Fundão, devido ao alto nível de turbidez das águas captadas no Rio Santa Maria da Vitória, que abastece parte da região. Com as chuvas, a água ficou barrenta.

Homem morre em explosão em fábrica de pólvora em Santo Antônio do Monte

  Homem morre em explosão em fábrica de pólvora em Santo Antônio do Monte Ele foi arremessado a longa distância devido a uma explosão em uma fábrica de pólvora na comunidade de Prainha, área rural de Santo Antônio do Monte, no Centro-Oeste do Estado, resultou na morte de um homem de 25 anos na manhã desta quarta-feira.O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado por volta das 8h da manhã e, ao chegar no local, a equipe constatou que havia uma vítima, que morreu após ser arremessada a longa distância devido a potência da explosão. © Claudionor Magalhães/Condutor Socorrista do SAMU Oeste.

As chuvas de monção deixaram centenas de mortos nas últimas semanas na Índia, Paquistão, Vietnã e Mianmar. Os serviços de emergência ainda tentam chegar a áreas isoladas nestes países. Chuvas deixam mais de 4000 desabrigados no Rio de Janeiro. Jovem Pan - Notícias.

As fortes chuvas que caem no Espírito Santo desde o início da semana já deixaram 91 pessoas desalojadas e quatro desabrigadas . Até o momento, seis pessoas ficaram feridas e uma morreu. Vários municípios enfrentam problemas de alagamentos e deslizamento de terra.

A Rodovia BR-262 está interditada entre os quilômetros 22, em Viana, e 38, em Santa Isabel, devido à queda de barreiras. Equipes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) trabalham na recuperação dos trechos afetados. De manhã, moradores chegaram a realizar protesto contra os estragos das chuvas e interditaram a BR-101.

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB) visitou as áreas atingidas em Santa Leopoldina, Viana e Cariacica nesta manhã. Segundo a assessoria, o governador anunciou apoio à população atingida, liberando kits de higiene, cestas básicas, colchões e telhas.

Ele disse que a prioridade é recuperar as rodovias e estradas que ficaram intransitáveis para que o socorro possa chegar às comunidades que estão isoladas. “Temos muitas comunidades isoladas no interior e as estradas estão destruídas. Precisamos ainda de muitas máquinas para liberar os acessos e dar apoio às famílias, porque muita gente perdeu as roupas, móveis e não tem água potável”, disse, em nota divulgada pela assessoria.

Óleo já atingiu pelo menos 675 áreas de 116 cidades, informa Ibama .
Óleo já atingiu pelo menos 675 áreas de 116 cidades, informa IbamaSegundo o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), as 675 áreas afetadas pela substância poluente estão espalhadas por 116 municípios de dez estados: nove da região Nordeste (Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe) e um da região Sudeste (Espírito Santo).

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 2
Isto é interessante!