Brasil: PM é indiciado por morte da menina Ágatha - - PressFrom - Brasil

Brasil PM é indiciado por morte da menina Ágatha

18:49  19 novembro  2019
18:49  19 novembro  2019 Fonte:   poder360.com.br

Menina de 5 anos morre baleada em Realengo

  Menina de 5 anos morre baleada em Realengo Duas pessoas morreram, após serem baleadas na Praça da Cohab, em Realengo, na zona oeste do Rio de Janeiro (RJ), na tarde da última terça-feira, 12. Uma delas era Ketellen Umbelino de Oliveira Gomes, uma menina de 5 anos de idade. © Reprodução Ketellen Umbelino de Oliveira Gomes estava a caminho da escola quando foi atingida pelos disparos A vítima estava indo à escola com a mãe quando foi atingida pelos disparos, vindos de um carro que passava pelo local. Ketellen chegou a ser levada ao Hospital Albert Schweitzer, passou por uma cirurgia, mas não resistiu aos ferimentos.

A PM disse que houve confronto. Segundo o porta-voz da PM Mauro Fliess, os policiais disseram Kombi onde Ágatha Félix estava quando foi atingida no Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro — Foto Perito usa uma cânula para simular de onde veio o tiro que matou a menina Ágatha — Foto

Corpo da menina Àgatha é enterrado na Zona Norte do Rio. O velório, restrito à família e amigos, aconteceu em uma capela próxima ao cemitério sob clima de forte emoção. Ao mesmo tempo em que aumentaram as mortes por agentes da segurança pública, os homicídios dolosos caíram.

Ágatha Felix, 8 anos, foi baleada quando estava em uma van escolar no Complexo do Alemão com a mãe em 20.set.2019© Reprodução/Arquivo pessoal Ágatha Felix, 8 anos, foi baleada quando estava em uma van escolar no Complexo do Alemão com a mãe em 20.set.2019

A Polícia Civil informou nesta 3ª feira (19.nov.2011)) que 1 cabo da Polícia Militar foi indiciado por homicídio doloso (quando há intenção de matar) pela morte de Ágatha Vitória Sales Félix, de 8 anos. Ágatha foi morta na comunidade da Fazendinha, no Complexo do Alemão, em 20 de setembro.

Segundo a polícia, houve 1 “erro” por parte do policial lotado na UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) da Fazendinha. O inquérito teve como base depoimentos de testemunhas, de policiais militares em serviço que estavam no local do crime, de perícias e o laudo da reprodução simulada feita em 1º de outubro.

Polícia prende suspeito da morte de menina de cinco anos

  Polícia prende suspeito da morte de menina de cinco anos Polícia prende suspeito da morte de menina de cinco anosSegundo a polícia, o suspeito, identificado como Thiago Porto, integra um grupo de milicianos que atua no bairro e está em confronto com traficantes. Ele já tinha duas ordens de prisão por homicídio.

A PM lamentou a morte de Ágatha , e disse que irá abrir uma sindicância para apurar o caso. De acordo com a Polícia Militar, a menina foi baleada em uma área onde há poucos registros de confrontos com criminosos. Uma reconstituição da morte da criança será feita pela Polícia Civil.

PM que participou de ação no dia da morte da menina Ágatha chega para prestar depoimento — Foto: Elisa Soupin/G1. Os policiais militares envolvidos na ação que matou a menina Ágatha Félix, de 8 anos, no Complexo do Alemão, Zona Norte do Rio, prestaram depoimento na tarde desta segunda

De acordo com as investigações, o policial teria tentado atingir 2 criminosos que passavam em uma moto, mas o projétil ricocheteou e atingiu Ágatha dentro da Kombi na qual estava. A menina chegou a ser levada para o Pronto-atendimento do Morro do Alemão e operada no Hospital estadual Getúlio Vargas, mas não resistiu.

Inicialmente, os policiais afirmaram que houve troca de tiros, versão contestada desde o início pelas testemunhas.

A polícia pediu o afastamento do cabo da UPP e a proibição de contato com quaisquer testemunhas que não sejam policiais militares.

O relatório com a conclusão foi encaminhado ao Ministério Público do Estado do Rio.

A Polícia Militar informou, por meio de nota, que “lamenta o triste episódio da pequena Ágatha e reforça solidariedade à família”. Eis a íntegra.

Netanyahu é indiciado por corrupção, fraude e abuso de poder .
O fotógrafo Nathan Hopkins captou um momento fofo entre uma mãe e o seu filhote canguru durante uma visita a Lucky Bay, na Austrália Ocidental. O vídeo mostra a mãe acariciando o seu filho e dando bastantes beijinhos.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 0
Isto é interessante!