Brasil PM realizará operação em baile de Paraisópolis neste sábado, diz Doria

23:10  06 dezembro  2019
23:10  06 dezembro  2019 Fonte:   poder360.com.br

Oito pessoas morrem pisoteadas durante baile funk em Paraisópolis

  Oito pessoas morrem pisoteadas durante baile funk em Paraisópolis Oito pessoas morrem pisoteadas durante baile funk em ParaisópolisA confusão começou após a chegada da Polícia Militar no local para uma ação de controle de distúrbios civis. De acordo com as autoridades, a festa abrigava cerca de cinco mil pessoas.

Dória confirma que a polícia vai acompanhar baile funk em Paraisópolis neste sábado (7). O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse nesta sexta-feira (6) que a Polícia Militar vai realizar ações neste fim de semana no baile funk de Paraisópolis e de outras comunidades da

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta sexta-feira (6) que a Polícia Militar vai realizar ações neste fim de semana no baile funk de Paraisópolis e de outras comunidades da cidade. Doria voltou a afirmar que os procedimentos da corporação serão revistos

O governador de São Paulo, João Doria, anunciou que a atuação de policiais militares em operações será revista © Sérgio Lima/Poder360 O governador de São Paulo, João Doria, anunciou que a atuação de policiais militares em operações será revista

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta 6ª feira (6.dez.2019) que a Policia Militar vai realizar neste sábado (7.dez.2019) ações em bailes funks na periferia do Estado, incluindo no baile de Paraisópolis.

Segundo Doria, o procedimento de atuação dos policiais serão revistos para evitar excessos, mas não detalhou quais as mudanças serão feitas e nem quando serão implementadas.

“Haverá procedimentos distintos, revisão de protocolos. No entanto, a presença da Polícia Militar está assegurada na comunidade. Eles estão cientes disso”, disse Doria em entrevista coletiva. “Com a revisão de procedimentos, mas a segurança continuará a ser feita na comunidade de Paraisópolis, como em todas as comunidades aqui na Região Metropolitana de São Paulo.”

Moradores relatam aumento de tensão em Paraisópolis após morte de sargento

  Moradores relatam aumento de tensão em Paraisópolis após morte de sargento Moradores relatam aumento de tensão em Paraisópolis após morte de sargentoNas redes sociais, moradores vinham comentando nos últimos dias sobre uma possível “invasão” da PM na comunidade. "Os moradores estão com medo, e nos enviam relatos de agressões e ameaças constantes”, disse a pesquisadora Marisa Fefferman, da Rede de Proteção e Resistência ao Genocídio, grupo que busca que dar visibilidade a casos de abuso nas periferias.

247 - A Polícia Militar de São Paulo irá fiscalizar o baile funk em Paraisópolis neste sábado , de acordo com o governador do estado, João Doria . Na madrugada do último domingo (1) a PM cometeu um massacre durante ação na região. Nove jovens morreram.

João Doria (PSDB), governador de São Paulo, declarou, nesta sexta-feira (6), que a Polícia Militar realizará ações neste final de semana no baile funk de Paraisópolis e de outras comunidades da cidade. O tucano voltou a dizer que haverá mudanças nos procedimentos da corporação, porém

O governador disse também que na próxima semana irá se encontrar com moradores de Paraisópolis e mães das vítimas.

Na madrugada do último domingo (1.dez.2019), 9 pessoas morreram pisoteadas e 12 ficaram feridas durante uma ação da policia em 1 baile funk, na comunidade de Paraisópolis. Moradores divulgaram vídeos, pela internet, que mostram agentesagredindo participantes do evento.

Não teria sido a 1ª vez que a Polícia Militar teria feito uma ação violenta no local. Vídeo mostra policial agredindo jovens em Paraisópolis 1 mês antes da tragédia.

Na 5ª feira (5.dez.2019), Doria afirmou que “é inaceitável que a melhor polícia do Brasil use de força desproporcional e desnecessária, sobretudo quando não há reação dos cidadãos”.

A declaração representa uma mudança de tom nos comentários do governador sobre a tragédia. Na 2ª feira (2.dez.2019), Doria havia saído em defesa da PM. Afirmou que a “letalidade” no episódio decorreu da ação de bandidos e afirmou que não mudaria as atuais políticas de Segurança Pública.

______________________

Bastidores: Doria decidiu afastar PMs sem cálculo prévio no caso Paraisópolis .
Bastidores: Doria decidiu afastar PMs sem cálculo prévio no caso ParaisópolisEles pediram afastamento de todos os envolvidos e Doria, que já não havia gostado de ter sido surpreendido por vários vídeos de violência policial gratuita, concordou de imediato. Os seis afastados, até então, PMs de moto, não haviam participado da dispersão do baile funk com bombas.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 4
Isto é interessante!