Brasil Morte de Bunitinho: Há contradições nas versões dos policiais

01:40  07 dezembro  2019
01:40  07 dezembro  2019 Fonte:   catracalivre.com.br

Polícia confirma morte de duas pessoas em ataque terrorista de Londres

  Polícia confirma morte de duas pessoas em ataque terrorista de Londres Polícia confirma morte de duas pessoas em ataque terrorista de Londres“Com o coração pesado, eu confirmo que além do suspeito, duas pessoas feridas no ataque da Ponte de Londres morreram”, indicou a chefe da Scotland Yard Cressida Dick, durante uma coletiva com a imprensa. Mais cedo, o chefe do departamento antiterrorista, Neil Basu, tinha informado que os policiais atiraram no suspeito que morreu no local. O homem, que esfaqueou passantes, usava um colete com explosivos falsos. Além das vítimas mortais, outras três pessoas ficaram feridas.

Bunitinho , Jorge Tadeu Sampaio, Jocelino de Oliveira Júnior e Sidney Antunes Figueiredo, todos de 36 anos, ficaram em meio um De acordo com investigadores da Polícia Civil, os depoimentos dos policiais militares não batem e há contradições . Segundo a Polícia Civil, estes PMs poderão ser

Morte de Bunitinho no Morro do Dendê será investigada pela polícia . Peritos da Polícia Civil encontraram pelo menos 19 marcas de tiros no carro onde o comediante Diego Farias Pinto, conhecido como Bunitinho , foi encontrado morto, nesta quinta-feira (5), no Morro do Dendê

Morte de Bunitinho: Há contradições nas versões dos policiais © Reprodução/Instagram Morte de Bunitinho: Há contradições nas versões dos policiais

O carro onde o fenômeno da internet Diego de Farias Pinto, o Bunitinho, e outras duas pessoas foram mortas na madrugada de quinta-feira, 5, no Morro do Dendê, Zona Norte do Rio de Janeiro, durante uma operação do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), foi periciado pela Polícia Civil que constatou que os tiros partiram de quem estava perto do carro e não de longa distância como teriam afirmado policiais. Ao todo, 19 tiros acertaram o automóvel. Com informações do jornal ‘Extra’.

Bunitinho, Jorge Tadeu Sampaio, Jocelino de Oliveira Júnior e Sidney Antunes Figueiredo, todos de 36 anos, ficaram em meio um tiroteio quando saiam de um  baile funk na comunidade e morreram no local.

'Ainda não é possível apontar se houve falha dos policiais', diz porta-voz da PM de SP

  'Ainda não é possível apontar se houve falha dos policiais', diz porta-voz da PM de SP 'Ainda não é possível apontar se houve falha dos policiais', diz porta-voz da PM de SPEm entrevista à Rádio Eldorado, o porta-voz da PM, tenente-coronel Emerson Massera, disse que ainda "não é possível apontar que houve uma falha dos policiais".

Uma operação policial do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar (PM) deixou quatro mortos na manhã de hoje (5) no Morro Era no WhatsApp, no entanto, que rodavam a maioria de suas gravações. Bunitinho também fazia apresentações em eventos, nos quais chegava a cobrar

A Polícia Militar , por sua vez, informou que policiais do Bope foram à comunidade para checar uma informação proveniente do setor de inteligência. Nas redes sociais, os funkeiros Tati Quebra Barraco e Nego do Borel, entre outros, lamentaram a morte de ‘ Bunitinho ’.

O Grupo Especial de Local de Crime (Gelc) e a Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) fizeram uma perícia. Os policiais civis foram, também, em busca de câmeras de segurança e testemunhas do confronto entre a polícia e supostos criminosos, ainda na quinta-feira.

Segundo a Polícia Militar, a Secretaria de Inteligência da corporação recebeu uma denúncia de que chefes do tráfico de diversas comunidades do Rio de Janeiro se reuniam no Morro do Dendê, naquela noite de quinta-feira. O Bope foi chamado para averiguar e teria sido recebido com tiros ao chegar no local.

Os militares negaram que tenham atirado no carro onde estava Bunitinho. Segundo policiais do Bope que participavam da operação, os tiros partiram de bandidos que estariam no alto do morro e disparavam contra os agentes que tentavam checar a denúncia de reunião entre diversos traficantes.

Ouvidoria pede afastamento de policiais que atuaram em Paraisópolis

  Ouvidoria pede afastamento de policiais que atuaram em Paraisópolis Ouvidoria pede afastamento de policiais que atuaram em ParaisópolisSegundo ele, o pedido tem caráter preventivo e visa a realocar os agentes para serviços administrativos enquanto a investigação do caso é realizada. O afastamento só pode ser determinado pelo comando da Polícia Militar, que, nesta segunda, indicou que o pedido não será atendido. "Os policiais (envolvidos no caso) não estão afastados. Eles estão preservados. Nós temos de concluir o inquérito. Não haverá açodamento de condenados anteriormente antes dos devido processo legal”, disse o comandante-geral, coronel Marcelo Salles.

“Hoje eu acordei com uma notícia muito triste do nosso amigo Bunitinho . Tem muita gente mandando mensagem. Só tenho que falar para vocês aí, jovens de comunidades, de todos os lugares: Hoje é guerra o tempo todo, e a gente no meio disso tudo, tentando ser feliz”, comentou o artista, antes de

Famosos lamentam morte de Bunitinho . De acordo com a Polícia Civil, os quatro foram atingidos na Rua Catugi, em Tauá, nas proximidades do Dendê. A Polícia Militar disse que o Bope foi enviado ao Dendê para verificar uma denúncia sobre a reunião de lideranças do tráfico de drogas local em várias

A pericia preliminar indica que os tiros foram dados de perto e não de longe.

Quatro policiais militares do Bope, que estavam na ação, prestaram depoimentos da Delegacia de Homicídios da Barra da Tijuca. Os fuzis dos agentes foram apreendidos, e passarão por perícias no Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE). O objetivo é saber se foram das armas dos policiais que sairam os tiros que mataram Bunitinho e outras 2 pessoas dentro do carro. Naquela noite, mais uma pessoa foi morta.

De acordo com investigadores da Polícia Civil, os depoimentos dos policiais militares não batem e há contradições. Segundo a Polícia Civil, estes PMs poderão ser convocados a prestarem esclarecimentos nos próximos dias.

Veja também: Fenômeno na internet, ‘Bunitinho’ morre baleado ao sair de baile funk

______________________

Homem que tentou agredir policiais em bairro de negócios perto de Paris é morto a tiros .
Homem que tentou agredir policiais em bairro de negócios perto de Paris é morto a tirosO agressor, cuja identidade ainda não foi revelada, foi atingido no peito e na coxa. A confusão começou quando um vigia alertou a polícia sobre a presença de um homem armado de uma faca, no subsolo de La Défense. Uma patrulha de três agentes então se aproximou do suspeito, que veio correndo na direção deles gritando: “eu vou matá-los!”.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 2
Isto é interessante!