Brasil Vale eleva nível de alerta em barragem de Barão de Cocais

02:25  26 janeiro  2020
02:25  26 janeiro  2020 Fonte:   estadao.com.br

ANM pede monitoramento diário de barragens em 4 Estados por chuvas nos próximos dias

  ANM pede monitoramento diário de barragens em 4 Estados por chuvas nos próximos dias ANM pede monitoramento diário de barragens em 4 Estados por chuvas nos próximos diasRIO DE JANEIRO (Reuters) - A Agência Nacional de Mineração (ANM) afirmou que mineradoras que tenham barragens em Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espírito Santo e Goiás devem monitorar diariamente as condições das estruturas até segunda-feira, devido a previsão de chuvas intensas, informou a autarquia em nota à imprensa.

A Barragem Sul Inferior, da Vale , em Barão de Cocais , na Região Central de Minas Gerais, está em alerta por causa da chuva. A estrutura está em nível 2 de emergência, segundo a mineradora. Em razão das fortes chuvas na região, ocorreu uma erosão na parte interna do reservatório da estrutura

de fevereiro, provocou a elevação da estrutura para o nível 3, de rompimento iminente, segundo a Vale . A informação foi dada no começo da tarde deste sábado (23) em entrevista coletiva convocada pela mineradora, prefeitura e Defesa Civil para explicar o acionamento de sirenes e alerta máximo na

BELO HORIZONTE - A mineradora Vale informou ter detectado erosão no reservatório da barragem Sul Inferior, na cidade mineira de Barão de Cocais. Fortes chuvas atingem a região e já deixaram 30 mortos até este sábado, 25. A situação fez a empresa elevar o nível de alerta de 1 para 2, numa escala que vai até 3. A elevação implicaria a necessidade de retirada das pessoas de zonas mais próximas, mas isso já foi feito por problemas em outra barragem da região.

Barão de Cocais pode ser atingida por lama de barragem  © JF DIORIO / ESTADÃO Barão de Cocais pode ser atingida por lama de barragem

O alerta ocorre um ano após o rompimento da barragem de Brumadinho, que aconteceu em 25 de janeiro de 2019, deixando 259 mortos e 11 desaparecidos. A barragem Sul Inferior integra a mina Gongo Soco. A mesma mina abriga a barragem Sul Superior, que foi colocada em nível máximo de alerta, o que significa risco iminente de rompimento, em fevereiro de 2019.

25 de janeiro: um ano da tragédia de Brumadinho

  25 de janeiro: um ano da tragédia de Brumadinho 25 de janeiro: um ano da tragédia de BrumadinhoFoi no dia 25 de janeiro de 1947 que faleceu, aos 48 anos, All Capone,  gângster ítalo-americano que liderou um grupo criminoso dedicado ao contrabando e venda de bebidas entre outras atividades ilegais, durante a Lei Seca que vigorou nos Estados Unidos nas décadas de 1920 e 1930. Co-fundador do Chicago Outfit, é considerado por muitos como o maior gângster da história americana. Al era conhecido no seu círculo íntimo pelo apelido de Scarface, devido a uma cicatriz em seu rosto, que obteve em uma briga na adolescência.

Pelo menos 500 pessoas de três comunidades de Barão de Cocais , na Região Central de Minas, tiveram que deixar suas casas na madrugada desta sexta-feira por conta de um alerta na barragem Sul Superior da mina Gongo Soco, da Vale . Segundo a mineradora, responsável pela barragem que

A Prefeitura de Barão de Cocais informa que, por orientação da Agência Nacional de Mineração (ANM), o nível de alerta da Barragem Sul Superior da Mina do Gongo Soco passou para Nível 3. A informação que temos até o momento é do toque das sirenes do Gongo, seguindo o protocolo, mas

Segundo a Vale, "a Sul Inferior é uma barragem de contenção de sedimentos, construída em etapa única, considerado um dos métodos construtivos mais seguros. Embora apresentasse estabilidade, a estrutura encontrava-se em nível 1 porque está localizada a jusante da Sul Superior, que se mantém em nível 3".

A empresa disse ainda que "a Sul Inferior é monitorada permanentemente por câmeras de vídeo e pelo Centro de Monitoramento Geotécnico. Em decorrência das chuvas acima dos limites da normalidade, a Vale reforçou o número de equipes de campo em prontidão para eventuais situações de emergência".

Ministério da Saúde confirma caso suspeito de coronavírus em MG e eleva alerta no Brasil .
Governo afirma que todas as 14 pessoas que tiveram contato com estudante estão sendo monitoradasO caso suspeito é o de uma estudante de 22 anos que esteve recentemente em Wuhan, na China. Ela retornou ao Brasil no dia 24 de janeiro - embarcou na China, fez escala em Paris (na França), Guarulhos (SP) e chegou a Belo Horizonte (MG). Segundo o ministro, todas as 14 pessoas que tiveram contato com a estudante estão sendo "monitoradas".

—   Compartilhe notícias nas redes sociais

Vídeos temáticos:

usr: 5
Isto é interessante!