Ciência e Tecnologia: Radar “Shallow” descobre imensas geleiras soterradas no polo norte de Marte - PressFrom - Brasil

Ciência e TecnologiaRadar “Shallow” descobre imensas geleiras soterradas no polo norte de Marte

01:30  23 maio  2019
01:30  23 maio  2019 Fonte:   super.abril.com.br

Depois de missão na Lua em 2024, Nasa confirma Marte para 2033

Depois de missão na Lua em 2024, Nasa confirma Marte para 2033 Depois de missão na Lua em 2024, Nasa confirma Marte para 2033

E essas geleiras polares subterrâneas são uma inestimável fonte de informações sobre como era o Eras glaciais formavam grandes geleiras nas regiões polares. Quando o planeta esquentava, surgia Pequenas variações na órbita e no eixo de inclinação de Marte estão por trás dessas idas e vindas

geleiras soterradas no polo norte de Marte : Helicóptero da NASA com destino a Marte é Polo Norte - Deixa o Mundo Girar (Letra e música para ouvir) - Quantas vezes vais olhar para Deixa o É provável que você, assim como eu , esteja totalmente saturado de piadinhas e memes infames

Radar “Shallow” descobre imensas geleiras soterradas no polo norte de Marte © SA/DLR/FU Berlin; NASA MGS MOLA Science Team/Reprodução

É provável que você, assim como eu, esteja totalmente saturado de piadinhas e memes infames envolvendo “juntos e shallow now“. Já deu. Ainda bem que essa aqui não é humor – é jornalismo: um radar chamado Shallow, também conhecido pela sigla SHARAD, descobriu que camadas grossas e bastante antigas de gelo estão soterradas no polo norte de Marte.

Eles não só são um dos reservatórios de água mais abundantes do planeta vermelho, como também são valiosos registros de antigas eras glaciais marcianas. Tais camadas de gelo ficaram preservadas por milhões de anos graças a depósitos de areia acumulados acima delas que as protegeram da radiação solar. E essas geleiras polares subterrâneas são uma inestimável fonte de informações sobre como era o clima de Marte no passado – assim como os cientistas usam os anéis concêntricos dos troncos de árvores para estudar as variações climáticas na Terra.

Geleiras dos Alpes podem derreter 90% até 2100

Geleiras dos Alpes podem derreter 90% até 2100 As geleiras dos Alpes podem derreter em 90% até o final do século, se nada for feito para reduzir o efeito estufa, responsável pelo aquecimento global, de acordo com um estudo divulgado nesta terça-feira (8). Cerca de 4.000 geleiras, cujo derretimento no verão fornece água a milhões de pessoas, estão ameaçadas pelas emissões vinculadas à atividade humana. Uma equipe de pesquisadores suíços estimou a evolução das geleiras de acordo com diferentes hipóteses de aquecimento. Se as emissões chegarem a um teto em poucos anos e depois caírem rapidamente até 2100, apenas um terço do volume de geleiras sobreviverá.

3 Radar " Shallow " descobre imensas geleiras soterradas no polo norte de Marte . Fontes: Irwin Redlener, diretor do Centro Nacional de Prevenção de Desastres dos EUA; Eletronuclear; Aquilino Senra, professor de engenharia nuclear da Coppe/UFRJ; Instituto Nacional de Câncer; Comissão

3 Radar " Shallow " descobre imensas geleiras soterradas no polo norte de Marte . Contemporâneo e pupilo de Platão, Aristóteles afirmava que o feto tinha, sim, vida. E estabelecia até a data do início: o primeiro movimento no útero materno.

O radar preferido da Lady Gaga é um dos instrumentos da sonda Mars Reconnaissance Orbiter (MRO), da Nasa, que está na órbita do nosso vizinho planetário desde 2006. Emissor de ondas poderosas, os sinais do SHARAD penetram até 2,4 quilômetros do solo marciano. No meio do caminho, a 1,6 quilômetro, o instrumento detectou as volumosas e até então desconhecidas camadas de gelo. Há tanta água congelada ali que, se ela derretesse, formaria um oceano global de pelo menos 1,5 m de profundidade.

“Nós não esperávamos achar tanto gelo de água aqui”, disse em comunicado, como se estivesse em Marte, o autor principal da pesquisa, Stefano Nerozzi. “Isso provavelmente faz dele o terceiro maior reservatório de água em Marte depois das calotas polares”, afirma o pesquisador assistente da Universidade do Texas. Os resultados foram publicados nesta quarta (22) no periódico Geophysical Research Letters.

Pesquisadores encontram resíduos radioativos presos nas geleiras

Pesquisadores encontram resíduos radioativos presos nas geleiras Pesquisadores alertaram sobre resíduos radioativos, derivados de acidentes nucleares civis ou de testes nucleares, presos nas geleiras do mundo e que poderiam ser liberados pelo derretimento vinculado ao aquecimento global. Uma equipe internacional de cientistas analisou a presença de resíduos radioativos nos sedimentos de superfície das geleiras do Ártico, na Islândia, dos Alpes, do Cáucaso, da Antártica e do oeste do Canadá. Encontraram resíduos radioativos nos 17 locais analisados, muitas vezes com concentrações 10 vezes superiores aos níveis encontrados em outros lugares.

3 Radar " Shallow " descobre imensas geleiras soterradas no polo norte de Marte . 3) lamento de viúva. Também foi forjada com o aço valiriano de Gelo. Tywin Lannister a presenteou ao neto Joffrey Baratheon no dia de seu casamento com Margaery Tyrell.

3 Radar " Shallow " descobre imensas geleiras soterradas no polo norte de Marte . Isso explica a alta concentração de lagos no hemisfério norte (zona bastante afetada pela glaciação), como os Grandes Lagos, na fronteira entre os Estados Unidos e o Canadá.

Segundo os autores, o processo que formou o padrão “fatia de bolo” no subsolo marciano tem a ver com uma alternância de períodos frios e quentes. Eras glaciais formavam grandes geleiras nas regiões polares. Quando o planeta esquentava, surgia uma camada de poeira que cobria o gelo, evitando que a água evaporasse para a atmosfera. Pequenas variações na órbita e no eixo de inclinação de Marte estão por trás dessas idas e vindas climáticas.

Vamos detalhar: a cada 50 mil anos, o planeta vermelho “tomba” um pouquinho na direção do Sol, e a radiação incide diretamente no polo. É quando boa parte das antigas calotas derrete, mas uma camada permanece soterrada. Conforme o eixo retorna ao normal, a luz solar incide sobre o equador e o gelo retorna ao polo. Até então, os pesquisadores achavam que essas geleiras temporárias sumiam a cada ciclo, sem deixar vestígios. O artigo mostra que não.

NASA descobre que lagos da lua Titã, de Saturno, estão desaparecendo

NASA descobre que lagos da lua Titã, de Saturno, estão desaparecendo NASA descobre que lagos da lua Titã, de Saturno, estão desaparecendo

3 Radar " Shallow " descobre imensas geleiras soterradas no polo norte de Marte . Elas não dependem apenas de fatores físicos – o emocional tem peso grande. Por isso, a descarga de endorfina e prolactina do clímax não tem o efeito de fim de festa.

3 Radar " Shallow " descobre imensas geleiras soterradas no polo norte de Marte . Há a possibilidade de Ragenarius e Reginheri serem a mesma pessoa, o que transformaria o saque num tipo de vingança contra o rei Carlos, mas historiadores divergem a respeito disso.

Estudar melhor esses grandes reservatórios de gelo no futuro abre uma janela para descobrir se Marte já foi habitável um dia. “Você pode ter todas as condições para a vida, mas se a maior parte da água está presa nos polos, então é difícil que haja quantidades suficientes de água líquida perto do equador”, explica Nerozzi. Alguém avisa a Paula Fernandes que ainda dá tempo de adaptar o refrão da música para cantar sobre o radar Shallow — e as épicas geleiras descobertas nas profundezas do planeta vermelho.

Vídeo: Patos invadem faixa de pedestre no Bangladesh; veja (BuzzVideos)


Os Glaciares da Patagônia estão em perigo.
Os Glaciares da Patagônia estão em perigo . O Parque Nacional Los Glaciares é um orgulho da Argentina e possui algumas das maiores geleiras do planeta. Mas, segundo cientistas internacionais, seu futuro é desalentador. Eles afirmam que, se as emissões de gases de efeito estufa continuarem no ritmo atual, a perda de gelo será tão grande que as geleiras poderiam desaparecer ou perder 60% do volume atual até 2100. Esse é um dos resultados do primeiro estudo global realizado sobre as geleiras que foram declaradas Patrimônio Mundial pela Unesco.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 38
Isto é interessante!