Esportes Embrapa vai investir R$ 532 mil em startups e empresas em seu desafio de inovação aberta

22:20  07 abril  2020
22:20  07 abril  2020 Fonte:   msn.com

ES desenvolve robô para ajudar no controle de erva daninha na cafeicultura

  ES desenvolve robô para ajudar no controle de erva daninha na cafeicultura ES desenvolve robô para ajudar no controle de erva daninha na cafeiculturaA união da robótica com a produção rural seria uma das maneiras contribuir em dias de condições climáticas mais intensas, como muito sol. Entre as cidades que estão no alvo dos pesquisadores está Serra, vizinha da Capital capixaba, Vitória.

O objetivo desafio é o desenvolvimento de tecnologias para a cadeia produtiva do leite © Marcello Casal Jr./Agência Brasil O objetivo desafio é o desenvolvimento de tecnologias para a cadeia produtiva do leite

A Embrapa Gado de Leite abriu chamada pública para o Desafio de Inovação Aberta. Ao todo, serão R$ 532 mil distribuídos para as startups e empresas selecionadas para o evento.

O objetivo desafio é o desenvolvimento de tecnologias para a cadeia produtiva do leite. Entre os temas de interesse estão o bem-estar animal, geotecnologias, gestão, manejo de dejetos e resíduos agrícolas, meio ambiente e melhoramento genético animal.

+ Embrapa e UPF lançam competição de inovação para o segmento de grãos

Embrapa fará até 43.000 testes de coronavírus por dia, diz Celso Moretti

  Embrapa fará até 43.000 testes de coronavírus por dia, diz Celso Moretti Embrapa fará até 43.000 testes de coronavírus por dia, diz Celso MorettiO presidente da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), Celso Moretti, 53 anos, disse que a estatal disponibilizará 47 laboratórios para realização de testes de covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. A estatal tem capacidade de analisar até 43.000 amostras por dia. O resultado sai em até 24 horas.

+ Inovação, tecnologia e sustentabilidade devem pautar agro nacional

+ Empraba lança app que mostra o desempenho do rebanho leiteiro

A Embrapa também se interessa por soluções em mitigação da emissão de carbono, mercados, nutrição animal e forrageiras, pecuária de precisão, qualidade do leite e dos derivados e reprodução animal.

Estão na lista ainda os temas saúde animal, sistemas integrados de produção, sustentabilidade, transformação digital e aplicações de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC).

O desafio contará com três modalidades, de acordo com o porte da empresa, mensurado pelo faturamento anual.

Para as empresas interessadas com receita anual igual ou superior a R$ 4,8 milhões, a Embrapa entrará com 33,3% dos recursos financeiros e de custeio.

Coronavírus: Vila dos Atletas de Tóquio pode virar hospital

  Coronavírus: Vila dos Atletas de Tóquio pode virar hospital Localizado na Baía de Tóquio, o complexo conta com 5.600 apartamentos em 24 prédios, que vão permanecer inocupados até a realização dos Jogos em 2021 .Além de transformar transformar a Vila dos Atletas em um hospital de campanha temporário, também existe a possibilidade de alugar um hotel para receber os pacientes.

Negócios com faturamento inferior a R$ 4,8 milhões receberão complemento financeiro de 57% do projeto.

Na modalidade Inovação Social, para parceiros com receita anual inferior a R$ 360 mil, não haverá exigência de contrapartida financeira.

Serão aceitas propostas de empresas e instituições e demais agentes do setor produtivo regularmente inscritos no CNAE e CNPJ ou Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP). É necessário estar em dia com seus tributos federais, estaduais e municipais e demais exigências do Marco Regulatório de Ciência, Tecnologia e Inovação (C,T&I).

A Embrapa Gado de Leite selecionará as propostas, que deverão ser apresentadas em formulário e a partir da submissão de um pitch (apresentação), de até 5 minutos, por meio de um Comitê de Seleção. As inscrição serão encerradas no dias 24 de abril.

Covid-19 leva maioria dos Estados a vigiar celulares .
Empresas de telefonia dizem que geolocalização não invade privacidade porque aponta aglomerações sem identificar indivíduos; falta de regulamentação cria insegurança jurídicaA ferramenta desenvolvida pela startup pernambucana In Loco foi adotada por 14 das 27 unidades federativas. O Estado de São Paulo usa também a plataforma oferecida pelas quatro operadoras de telefonia – Vivo, Claro, Oi e Tim. As empresas se comprometeram a disponibilizar, a partir desta segunda-feira, 20, a tecnologia para a União, Estados e cidades com mais de 500 mil habitantes. O serviço já tinha sido oferecido ao governo federal, mas a negociação foi abortada por ordem do presidente Jair Bolsonaro.

—   Compartilhe notícias nas redes sociais
usr: 6
Isto é interessante!